Mulher  valente, sente a fortaleza sob seus pés,

como se não houvesse passagem em nenhum espaço, para dali fugir..

De sua criação,   sai o voo elegante de um belo pássaro,

O vento que murmura e a areia branca que  esculpe a praia.

Pergunta às aves marinhas para onde vão e elas respondem

chilreando à beira do mar. Como uma seta em busca do alimento,

voltam batendo as asas com  peixinhos nos bicos..

Se encanta com a subida das pandorgas pelas mãos das crianças.

E conversa com todos que a rodeiam.

Forte defende a vida, pois luta em nome do Amor e de um Mundo Melhor.

Ora é suave como o bailado da borboleta delicada, 

Ora é uma guerreira, que objetiva mudar o mundo, criando e vivendo textos

 que tocam os corações.

Exibições: 50

Respostas a este tópico

Que beleza, a força que emana dos teus versos!

Ora borboletas, ora guerreiras, conquistamos os corações que festejam a Vida!

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssss

Querida Silvia.

Muito grata pelos belos comentários, que me trazem alegrias.

Beijosssssss

Arlete.

Poeta Elias.

Grata por tuas generosas palavras, que me deixam feliz.

Beijos,

Arlete.

Belíssima e justa homenagem que, sob seus versos ganha força e verdade ! Parabéns à minha mestra !

Querido amigo poeta.

Obrigada por tuas palavras sempre gentís, e que me deixam feliz.

Beijo,

Arlete.

Ver um lado oposto da mulher tanto mostrado pela mídia e valorizado é muito gratificante.

Obrigada, Margarida!

Precisamos sempre distribuir sementes. Algumas brotarão nos terrenos dos que as conhecem.

Beijossss

Arlete.

Algumas das faces da mulher, expostas em teus versos.

Linda homenagem, querida Arlete.

Parabéns, pela criação.

Bjsss.

Amiga poetisa.

Grata por tuas palavras tão gentís e amigas.

B eijosssssss

Arlete.

RSS

Membros

Aniversários

Aniversários de Hoje

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...