Um poeta além de amar as rimas tinha uma obsessão por pinturas

Sempre ia à feira de artesanato e se deliciava com peças admiráveis

Suspirava emocionado ao ver todos aqueles quadros; artes adoráveis!

Era apaixonado por um que trazia o desenho de uma ninfa no mar...

A importância era alta e finalmente juntou o dinheiro para comprar...

Levou aquela obra sublime para casa; na parede do quarto ela ia ficar!

Naquela noite dormiu espionando aquela mulher de seios descobertos...

Sentia algo estranho, os olhos dela pareciam que estavam mais abertos...

O barulho das ondas queria rimar; a boca carnuda o convidava para beijar!

Aquele ser dentro do quadro se movia junto com conchas e estrelas do mar

O movimento era delirante; fechava e abria os olhos, e o poeta quis amar!

Louco de desejo entrou naquele azul e com furor a acariciou até sangrar...

Nunca sentira tanta adrenalina na vida; farto das delícias procurou uma saída...

A noite inteira aquela ninfa o provocava e a cobiçada fuga ele não encontrava...

Uma fêmea que nunca se satisfazia; noite inteira e ainda queria no raiar do dia!

Ele gritou tão alto que acordou; olhou para o quadro que parecia lhe chamar...

Não é que não tinha gostado; foi bom, mas todo aquele exagero que fique no mar!

Colocou o quadro da ninfa na sala; deixou aquele azul desnudo ali a descansar...

Poeta que é poeta precisa poetar; e aquele ser ávido por amor iria atrapalhar...

Os olhos dela às vezes dormiam, outras não o esqueciam, querendo provocar...

Escreveu uma poesia para aquele azul de desejo: A ninfa que tem sede de beijo!
Janete Sales Dany
São Paulo - Brasil
Obra protegida

Licença Creative Commons
O trabalho A ninfa que tem sede de beijo! de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Intern....

Exibições: 271

Respostas a este tópico

Santa inspiração Janete.,leve sensualidade, belo poema.

Boa noite querida Lufague!

Obrigada linda amiga, pela presença e estímulo!

Iluminou a minha noite com o seu brilho.

Uma quinta feira repleta de paz

Beijos no coração

Amei a rosa Obrigada novamente!

Belo e sensual devaneio, querida Poeta Janete!

Muita inspiração!

Beijosssssssssssss

Boa noite querida Sílvia Mota!

Veio iluminar a minha noite com a sua linda presença!

Fiquei feliz

Obrigada pelo estímulo, com certeza de grande valia para mim!

Uma quinta feira de paz e felicidades

Beijos no coração

Versos encantadores, um poema maravilhoso, um sonho para ler e reler, voltar para encantar-se, parabéns querida Janete, grande beijo, MIL.

Boa tarde querida Iraci!

Fiquei feliz amiga, que teve estes sentimentos para com o meu escrito!

Obrigada por iluminar a minha tarde com a sua linda presença!

Mil beijos no coração

Melodia que traz graciosidade

Parabéns Janete!

beijos

Boa tarde querida Lais!

Obrigada amiga, por trazer o teu belo sorriso para iluminar a minha tarde!

Agradeço o estímulo e presença que sempre ilumina!

Beijos no coração

Essa pitada de sensualidade só abrilhantou mais teu conto poético.

Bravossss  Janete.

Bjssss

Bom dia querida Mônica!

Obrigada linda amiga, por iluminar a minha manhã de sábado...

Fico feliz que gostou Um dia repleto de paz e alegria

Um fim de semana maravilhoso

Beijos no seu coração

Lindo poema poetisa Janete, meus aplausos! Malume.

Boa tarde querido Poeta Malume!

Fico feliz que tenha gostado

Muitíssimo obrigado, grande amigo!

Uma tarde repleta de paz

e que sua semana seja de muitas realizações e felicidade

Beijos

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...