Descendo a ladeira

Cantando no oficio

Aviso de mãe

Sombra da videira

 

Cálix de água

Fria da fonte

Olhando o horizonte

Está escrito na folha

 

Menino vadio

Correndo na frente

Grito tardio

Felicidade nas mãos

 

Amigo da hora

Aflito para chegar

Feito dor de cotovelo

Hora de regar a planta

 

Menina de cor

Dia que trouxe paixão

Anoitecer doce e calmo

Um sono feliz esperando o novo amanhecer

 

José Hilton Rosa

Brasil

Exibições: 86

Respostas a este tópico

Obrigado Rosemarie. Sempre muito simpática. 

Nossa, que lindo poema!
Sinceramente, amei!
Beijos!
Nina Costa

Olá Nina! Obrigado.

Encantador poema, caro poeta.

Parabéns, pela criação.

Bjsss.

Obrigado Mônica. Seu elogio muito me honra. 

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...