Avistou um mundo parado; um lago, e se viu neste espelho...
Olhando para si mesmo, por horas se idolatrando, e de joelhos!
A beleza era estonteante e nada poderia destruir o instante
Os olhos eram diamantes; numa resplandecência fulminante!
Lábios carnudos e feição angelical; um anjo de aspecto sensual...
Cabelo negro e acetinado, e por ele mesmo, ficou enamorado!
Nada poderia humilhar aquele momento de copiosa adoração...
Mísero daquele que aparecesse e se manifestasse em ascensão!
O lago havia mostrado um ser superior a todos do universo
Quem roubasse aquele espelho iria ser a mira do perverso
Jamais deveriam cair folhas sobre aquele retrato ostentoso
Embaçariam a imagem que o deixou completamente vaidoso
Mulheres, para quê mulheres? Elas não somariam à perfeição...
Amores, para quê amores? Ele era o senhor do próprio coração!
Amigos, para quê amigos? Ele era o mais impecável dos mortais...
Fé, para quê fé? Tinha um brilho ímpar que embaçava os cristais!
E paralisado não conseguia se desligar de todo aquele esnobismo...
Estava absorto ao ato radical; o corpo foi inclinando sobre o abismo...
Foi bebendo, bebendo, todo aquele ser! Ingeriu demais, até falecer!
Naquele lago havia tudo o que queria; asfixiou a si mesmo, que ironia!

Janete Sales Dany
São Paulo - Brasil
Obra protegida

Licença Creative Commons
O trabalho O espelho do lago revelou uma pintura letal... de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Intern....

Exibições: 212

Respostas a este tópico

" Olhando para si mesmo e se idolatrando de joelhos"

Perfeita definição deste estado tão comum que vemos por aí todos os dias a toda hora...

Parabéns Jante!

Adorei!

beijos

Bom dia querida Lais!

Obrigada por iluminar a minha manhã com a sua linda presença!

Fico feliz que tenha apreciado as minhas linhas singelas...

Um dia repleto de alegria e paz

Beijos no coração da amiga

Bela percepção não só do mito mas também da bela e inspiradora  imagem.  O resultado não poderia ser outro senão uma obra com sua qualidade, Janete.

Abraços, Poetisa.

Boa tarde querido amigo Messias!

Agradeço as suas palavras que me impulsionam a ir em frente nesta estrada poética,

se o nobre poeta amigo, que eu tanto admiro, gostou...isto é um grande estímulo para mim...

com certeza

Obrigado de coração

Uma tarde repleta de paz

Beijos

Querida Janete, poema belíssimo  maravilhosos versos traduzem o narcisismo, parabéns bjs MIL.

Obrigada linda amiga Iraci

Fico feliz que gostou das minhas linhas singelas

Querida, amei esta rosa, bela como a nossa amizade...

que reside na verdade...ser tua amiga, é ser felicidade!

Beijos no coração

Boa tarde querida Carmen Sánchez!

Obrigada por florir a minha tarde com a sua maravilhosa presença!

Bela imagem e destaque!  Amei

Um beijo no coração da linda amiga que eu tanto admiro!

O mito, o encantamento, a filosofia pelo mito e a poesia simplesmente maravilhosa!

Sucesso, grande poeta!

Beijossssss

Boa noite querida Maria das Graças!

Iluminou a minha noite com a sua linda presença.

Fico feliz que tenha gostado, um grande estimulo!

Obrigada pela presença que sempre acrescenta

Uma noite de paz e um fim de semana maravilhoso

Beijos no coração

O mito, aos olhos da sensível poeta...

Lindo!

Beijosssssssss

Boa noite querida Sílvia!

Obrigada pela linda presença a iluminar a minha noite!

Fico muito feliz que tenha apreciado...agradeço o estímulo!

Uma noite de paz

Beijos no coração

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...