Mulher  das noites incautas.

maquiada com fios de luar,

perfume de fios de ouro,

nascida para deslumbrar.

Olhar de imã, prenúncio

de nova  manhã.

Com seu jeito impactante,

feita de especiais efeitos,

boca de beijar.

Se mostra sobre saltos,

no  passado  vindouro.

cotidianamente a reinar;

vive intensa,

nem pensa

tantos danos causa.,

insanos versos  negros

por uma noite  lhe louvar

Gustavo  Drummond-Brasil-

Exibições: 50

Respostas a este tópico

Amei. Belo poema 

Excelente, felicitacionesssssssssssssss

Gustavo Antonio Drummond

Estimado poeta, encantada com a grande beleza de seus versos,

parabéns, bjs MIL.

Lindíssimos versos, Gustavo.

Encantada com seus versos. Beijo.

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...