Eu me chamo saudade e vou te olhar
Alcanço de mansinho o coração
Eu vesti branco para te abraçar
Posso surgir no som desta canção
A vida passa e não pode voltar
Mas as sementes sempre nascerão
Olhe as fotos e pode me encontrar
Sou lembrança que traz tanta emoção
Estou voltando e quero te atingir
Diz que não me vê, pode até fingir...
Eu mostro o teu passado, algo imortal!
Veja o rosto que quer sempre esquecer
Eu te ofereço em cada alvorecer
Sempre venço, pois tenho o olhar fatal!
 
Janete Sales Dany
Poema protegido por lei
São Paulo - Brasil
29/04/2016


Licença Creative Commons
O trabalho Soneto Saudade de Janete Sales Dany está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Intern....

Exibições: 391

Respostas a este tópico

Boa noite querida amiga Miriam Inés!

Obrigada pela linda presença

Fico feliz que gostou

Amo rosas vermelhas...GRATIDÃO

Uma noite Repleta de paz

Beijos no coração

Aprendi a apreciar um belo soneto através do nosso querido Camões. Parabéns , Janete

Bom dia querida amiga Lucineide!

Obrigada pela linda presença e estímulo!

Sim, os sonetos encantam pela harmonia presentes neles.

Também me apaixonei!

O importante em um poema ou soneto é expressar o profundo da alma.

Seja em versos livres ou metrificados...a poesia me encanta e sou feliz de estar aqui, sempre!

Agradeço a sua presença na minha estrada poética

Um sabado de paz

Beijos no coração

Bom dia querido amigo Elías Antonio!

Obrigado pela presença que ilumina a minha manhã de sábado

Fico feliz que gostou,adoro rosas vermelhas...Agradeço!

Um dia repleto de paz

Beijos

Lindo poema, linda musica, linda poeta...

Parabenizo-a com um beijo em seu poético coração,

Marcial

Boa tarde querido amigo Marcial

Obrigado pela presença a iluminar a minha tarde de sábado

Fico feliz que gostou, agradeço o estímulo e palavras generosas!

Um fim de semana de paz

Beijos

Querida Janete Francisco Sales Yoshinaga 

Uma obra belíssima, belíssima, parabéns querida, bjs MIL.

(Para os mexicanos, a cor branca de sua bandeira significa unidade e pureza,

assim como o pintor mexicano retratou a mulher desta cultura,

como dizes:

Eu vesti branco para te abraçar

Posso surgir no som desta canção)

Boa noite querida amiga Iraci!

Obrigada pela linda presença que ilumina a minha noite de sábado!

Agradeço as palavras generosas...que lindo este destaque!!!

Um esplendor, apaixonante!

Fico feliz que gostou das minhas linhas

Uma noite de paz

Beijos no coração

Janete, primoroso poema! Parabéns e beijinho

Bom dia querida amiga Eri!

Obrigada pela linda presença

Fico feliz que tenha apreciado

Agradeço o estímulo

Uma semana repleta de paz

Beijos no coração

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...