Ahh!!! Eu poeta!

Escuta-me...

Eu - poeta - amo densamente,

beijo perdidamente,
entrego-me loucamente...


Nada me é pequeno,
pois vejo muito em pouco -
da alegria à amargura,
tudo é encanto ou drama em excesso!

Ser apaixonado - temo a morte livre,
pela simples ausência do viver
e tremo ao amor que não é livre,
- simplesmente -
por medo tolo de sofrer...


A mim - poeta - nada em nada,
permanece no meio,
pois tudo é início ou fim!

Ignoro o Ódio e temo o Amor,
porque ornada de poesia
perpetro a palavra em ilusão,
ou um verso em flor;
porque, somente poeta,
faço do adeus uma saudade,
ou um desejo eterno de morrer.

Passarinho forro - cobiço voar,
pelo simples sonho de ser livre
e rejeito a prisão que não seja
- unicamente -
a dos braços da pessoa amada...

Eu - poeta-sonho - sofro.
Eu - poeta-razão - morro.
Sou completude insana!


Pelo engano de cobiçar o céu
em sua plenitude,
rejeito-o pela metade
e por não dominar a arte
de ser um a dois,
escolho a solitude!

Se nessa busca egoística,
desentendo a flor-mulher
que em mim habita,
por inteiro - despetalo -
mas, ao depois,

sugo a seiva nutriz
da verde cor dos meus olhos
e por inteiro - refloresço -
nos meus poemas...

Perdoa, se penso e te amo!
Perdoa... mas sou poeta!

Com meu amor e carinho,

Sílvia Mota.

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz

Cabo Frio, 12 de dezembro de 2008 – 15h43

Carta poética enviada

Fundo musical: Sándor Benkó. Petite Fleur

Exibições: 77

Respostas a este tópico

ESPECTACULAR POEMA!!!!

YA LO CREO QUE ERES UNA GRAN POETA!!!!!

ADMIRO TUS LETRAS ME DELEITA LEERTE,

ENCUENTRO EN ELLOS ALGO DE MI LOCURA!!!!

BEIJOOS 

Querida e especial amiga, poeta e escritora María Cristina,

Esta carta poética foi a melhor forma de me fazer compreender pelo destinatário... rs

Devo salientar que, quando leio teus poemas, sinto o mesmo - afinidade total!

Beijosssssssss

P.S. Imagem maravilhosa, como sempre!

Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ 

Sensacional!!!

Na carta da poeta, vida e sentimento,

letras que tocam profundamente!

Parabéns querida Silvia, bjs MIL.

Querida e especial amiga, poeta e escritora Maria Iraci,

Há momentos em que o poeta consegue expressar seus sentimentos, com profundidade.

Espero que esta carta poética tenha cumprido sua missão.

Grata, por estares em mim, através dos meus versos.

Beijossssssssssss

Maestra, sin palabras por el alto honor que me has concedido de sentir afinidad con mis letra.

Gracias!!!!

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...