Resultado de imagem para carta de amor

Não vou esperar o que não vem jamais,

Tua atenção, teus beijos, teu abraço,

Melhor é estar sozinha e em paz

Do que viver esta angustiante espera

Entre cruel frieza e sufocante mormaço!

Nada mais demove o meu querer

Decidi que não quero mais estar

Mendigando teu carinho e afeição!

Queira pois respeitar minha decisão

Que eu vou, muito bem, ficar!

Não te quero como meu inimigo,

Nem como amigo sequer.

A partir de hoje, nem tristeza ou dor!

Esta é minha última carta,

Não me respondas, por favor!

Natal/RN - Novembro de 2011

Exibições: 14

Respostas a este tópico

"Não te quero como meu inimigo,

Nem como amigo sequer."

Às vezes, é o necessário...

Decidida, a carta poética.

Parabéns e Felicidades!

Beijosssssssssss

Comentário de Lúcia Cláudia Gama Oliveira 9 horas atrás

Show de criatividade!

Adorei querida.

Bjssssss

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...