Visões da Corrupção

Universalmente praticada, intemporal e anacrônica, a corrupção sujeita-se a avaliações sob todas as vertentes das manifestações humanas com base na Antropologia (cultural, biológica e social).

Já no dicionário as definições são tórridas, mas diante de tantos fatos noticiados pela Mídia a corrupção se auto define em si mesma, e em linguagem informal como propina e roubo.

corrupção
cor.rup.ção

sf (lat corruptione) 1 Ação ou efeito de corromper; decomposição, putrefação. 2 Depravação, desmoralização, devassidão. 3 Sedução. 4 Suborno. Var: corrução.

 

Entender a corrupção de forma simples, bastaria uma definição natural:

“ Atitude de cometer ilícitos para obter vantagens financeiras ou mais poder”

A simples escolha, de livre arbítrio, em que a conduta pessoal tem o objetivo ganhos por irrisórias vantagens ou por ganhos em escala de grandeza escandalosa, ambas são corrupção da mesma forma. Pequenas extorsões, se reiteradas em repetições, torna-se hábito, e hábito se firma em comportamento.

Em tese “Escolhas pessoais ordinárias ou excepcionais refletem o caráter da pessoa e seus objetivos de vida”

Os comportamentos sociais, são auto didáticos e se expandem, se dentro e regular aos costumes, de certa forma alimenta a sociedade moralmente, e se segregado em contrariedade aos costumes é imoral, que sorrateiro contamina, ambos, moral e imoral, cumulativamente, configurará o que vem a ser a cultura de um povo para o bem e o mal.

As eras das civilizações no tempo e espaço, as novas eras superando as anteriores , vimos um aumento vertiginoso da população mundial,  o meteórico avanços tecnológicos dos últimos 100 anos, a  redivisão geográfica em função das guerras, o aparecimento das grandes metrópoles, as estruturações sociais de indissociável complexidade integrada, a contemporaneidade de violências insólitas aos olhos e sentidos , a globalização da informação, do trabalho, da economia, da política, da guerra, do terrorismo... e da:

CORRUPÇÃO

Com base até este ponto da narrativa, iniciaremos derivativas de abordagem acerca da Corrupção.

Esta sofisticou-se ao longo dos tempos. Em ambientação global, estas negociatas extrapolam fronteiras e se estabelecem como verdadeiras instituições paralelas de movimentação ilegal de dinheiro (soou mau a palavra dinheiro), digamos então valores monetários. Estes valores não contabilizados oficialmente aos deveres morais e pela força das Leis de Estado, sem o recolhimento dos devidos impostos, correm caminhos obscuros à transparência, e para legaliza-los, há uma parafernália de subterfúgios fiscais. A Sociedade perde as possibilidades de melhor se desenvolver, tamanha as verbas desviadas, e indiretamente estes crimes são causadores sofrimentos e mortes.

A abertura de Empresas em Países Estrangeiros, as Offshores * e/ou de Contas Bancárias em Instituições Financeiras nos chamados “paraísos fiscais” não é proibida pelas Leis Brasileiras, desde que declarada a Receita Federal e os impostos recolhidos na forma da lei.

A corrupção se consolida (em Offshores) quando em condições ilegais e anônimas para a lavagem do dinheiro desviado de propina. Vejamos as benesses dos Paraísos Fiscais.

  • ·         As Offshores estão localizadas em Países de baixa carga fiscal, ou com isenção de impostos, cuja lei permite o anonimato, sigilo bancário, privacidade dos negócios.
  • ·         Estes estabelecimentos bancários localizados no exterior não estão sujeitos as leis do País de origem do investimento.
  • ·         Financeiramente, é designada por Offshore uma empresa que tem a sua contabilidade num País distinto daquele que exerce a sua atividade.
  • ·         Os principais paraísos fiscais a nível global são: Bahamas, Ilhas Virgens Britânicas, Uruguai e Ilhas Cayman.

 

Com objetivo de internalizar o crime, procedimentos diversos de natureza escusa, segue na  emissão de notas fiscais falsas, uso dos serviços de especialistas em dar um caráter legal aos valores (Doleiros) a criação de empresas fantasmas (Offshrore) para que neste túnel flua na escuridão as cifras desviadas, abertura de contas em nomes pessoas amigas do delituoso (os Laranjas)  e a incrível abertura de contas em nomes de pessoas mortas e fictícias, a falsificação generalizada de vasta documentação com falsas assinaturas. Neste pequeno trecho a Falsidade Ideológica impera sem piedade em comportamentos de imoralidade disseminada, afronta a ética, tão requisitada no ambiente empresarial e de Estado, expressa nas normas de “Conduta Ética” um instrumento gerencial de relevância, quebrada as regras pela doente índole do ser humano.

A vantagem ilícita da propina pessoal, negociata em segmentos menores, de pequena monta, não possibilita enriquecer, mas sim obter um ganho momentâneo, um percentual de uma transação comercial ou outra. O mundo se agigantou, empresas e negócios envolvendo verbas bilionárias, interesses econômicos conflitantes, a luta pela perpetuação dos negócios, a competição muitas vezes predatória, a impossibilidade de gerenciar e fiscalizar os Estados Monopolistas.

A corrupção nos Estados alastrou-se tal um incêndio de combustível, o papel moeda queima e dizima vidas. Agora não são aqueles 5 % sobre milhares, é 1%, 2% 3% sobre Bilhões. O crime detonou outras instâncias, desvios de verbas da saúde e educação, para contas bancárias fantasmas. Impressiona os valores de alta monta, em espécie, são transportados em caixas, pastas, sacolas de supermercado por mensageiros.

Surreal, é a propina que políticos recebem na venda de aprovação de Leis que irá beneficiar uma empresa ou grupo específico do mercado de negócios, estes tais políticos, que são os representantes/ empregados do povo em uma democracia. Não precisa ir longe, a compra de votos de Entidades Federativas esportivas para que determinados eventos sejam vencidos por determinado País ou escolha de Empreiteiras para obras superfaturadas. Um paralelo virtual e criminoso e hediondo onde as verbas envolvidas são bilhões de dólares.

Verbas para obras públicas hiper faturadas com retorno do troco propina, ou obras fantasmas cuja verba integral é desviada. Quantas ruas constam como asfaltadas em prefeituras e nem esgoto sanitário tem.

Não basta o percentual, há milhares de casos em que verbas milionárias integrais são desviadas sem qualquer prestação de serviços.

Para haver corrupção é necessário no mínimo duas pessoas, o corruptor e o corrupto, e desta forma não há segredo que faça o fato nascer e morrer, ao contrário, o ser humano é incapaz de segredar, e assim, espalha-se o exemplo, e outros aderem ao hábito, e como numa corrente tudo se transforma em costumes, e de repente temos uma situação endêmica, disseminada na sociedade.

O Jornalismo noticia casos de corrupção por falta de fiscalização, isto é falso, não há meios de tudo ser fiscalizado, e quanto mais uma sociedade necessita de fiscalização fica demonstrado a falta de ética, a falta da educação, a cultura social distorcida, o subdesenvolvimento.

Em Estados de culturas milenares, cujo bem-estar social são mais justos e equilibrados, caso haja a descoberta de ilícito corruptivo, o cidadão é levado em certos casos ao suicídio, e em cargo de relevância logo se demite, se sente envergonhado por ter ferido a moral da sociedade e de sua família por conduta antiética.

Os riscos da prática da corrupção são baixos, as penalidades são amenas, o enriquecimento torna-se vantajoso, comprovar dentro das leis o delito é trabalhoso, os caminhos são muitos e obscuros. Sabe-se que houve corrupção, mas sem provas efetivas, nada a fazer o que remete a sociedade a sensação de impunidade, mas esta é real, não é sensação. Muitos casos são arquivados por falta das tais provas.

A impunidade incita a mais corrupção.

A corrupção do ponto de vista biológico, a Psicologia apresenta estudos, com teses variadas, onde não há consenso. Este comportamento estranho e criminoso às regras da Sociedade tem inúmeras explicações isoladas, mas sem uma linha de avaliação de teor sucinto e abrangente paralelamente.

“A falta de moral crê-se justificada no desenvolvimento distorcido do (senso ético). O cérebro e mais os aspectos socioantropológicos, até fatores genéticos e pessoais, colaboram para o surgimento do transtorno de personalidade, difícil de ser curado. É o chamado transtorno de personalidade antissocial. O indivíduo que possui este transtorno, não foi capaz, ao longo do tempo em que ocorreu o desenvolvimento de seu cérebro, de desenvolver adequadamente o (senso ético): Fonte: Agência Notisa de Pesquisa Científica”

A tese acima da Notisa creio que suscita dúvidas, mas foi a mais adequada que julguei estar descrita neste artigo.

“Esta distorção criminosa em meio a sociedade, soa como uma disfunção de personalidade, já que o corrupto ao agir na obtenção de vantagens, pensa em si próprio e não avalia os danos causados a outros, como se estivesse sozinho no mundo, e até aquele que lhe é parceiro, há   desprezo, sem qualquer apreço de sentimentos verdadeiros, já que o objeto embora seja dual, cada um visa o seu próprio bem, e sendo um fato ilícito, não há confiança mútua, estão sujeitos a desconfiança um do outro, e deixa a estes a sensação de alerta contínuo- ADFF”

É preciso de leis mais contundentes, mais exemplares, que seja uma advertência aos já praticantes bem como aos inclinados entrar no cenário sombrio do delito. Tem de causar prejuízos de toda ordem para que tenhamos uma redução da Corrupção.

FIM

Antonio Domingos Ferreira Filho

01 de maio de 2016-Dia do Trabalhador.

Exibições: 167

Respostas a este tópico

Tão bom ler um texto rico de informações, como este!

Parabéns, estimado poeta e escritor Antonio Domingos!

Grata, por compartilhares.

Beijossssssssss

Feliz com os comentários e o  destaque.

Parabéns, gosto, mas recebo sempre com timidez, já felicidades a gente deseja muito e recebo como desafio. 

 

Obrigado amiga Silvia.

A corrupçao e a màfia que compartilhan políticos e empresarios. UM prazer ler.

UM abraço

Obrigado amiga Maria Sanchis, pelo conciso comentário.

A Corrupção não tem Pátria.

Ótimo texto! 

É preciso de leis mais contundentes, mais exemplares, que seja uma advertência aos já praticantes bem como aos inclinados entrar no cenário sombrio do delito.  Antonio Domingos Ferreira Filho 

E terminou com chave de ouro!!!

As leis precisam mudar com toda certeza!

Um domingo de paz, e parabéns!

Beijos

Obrigado amiga Janete pela leitura e pelo destaque de trecho final tão desejado por todos os cidadãos do bem.

A gravidade da situação alarmante, que se alastra feito um matagal...

Dados muito bem elaborados, para que saibamos melhor sobre este doloroso e apavorante assunto.

Grata pela brilhante elucidação proporcionada pela partilha

beijos

Fue un gusto leer tu explicación de corrupción que en realidad se trata de un sistema generalizado de delinquir en todos los países del mundo.

El dinero a adquirido mas valor que un niño, un anciano o un trabajador o una persona. Todo lleva al empobrecimiento de las sociedades. Es triste pero debemos tener conocimiento del tema.

Gracias Antonio Domingos por tu aporte tan valioso.

Abrazos

Estimada amiga Poetisa María Cristina,

Sus comentarios muestran toda esta cruel realidad.

El daño causado a las sociedades son incalculables.

Indirectamente, la corrupción es asesina y cuántas personas pierden la vida y la dignidad.

Gracias por leer y comentar sobre este tema tan cruel

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...