PARQUES DE MINHA INFÂNCIA

 

Jardins verdes de esperança.

Balanços que trazem memórias,

Sol que esquenta o coração.

Familiares saídos das brumas do tempo,

Embora nunca tenham estado fora do coração.

Ricas tardes de domingo,

Livre, nos parques de minha cidade.

Pipocas saltitam nas recordações

Promovendo um nostálgico retorno no tempo.

Isabel C S Vargas

Pelotas/RS

09.02.2017

IMAGEM: ARQUIVO PESSOAL

EDITOR DE IMAGENS:

 http://www.online-image-editor.com/?language=portuguese

Exibições: 84

Respostas a este tópico

Que bela recordação!

Tanto o poema quanto a imagem, são encantadores!

Feliz, pela tua presença.

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssssss

OBRIGADO SÍLVIA

TAMBÉM ESTOU FELIZ POR APRENDER A LIDAR COM ESTES PROGRAMAS E PARTICIPAR.

Parabéns Isabel. Importante recordar. 

Cuanta ternura al recordar ese domingo!!!!!!!!!!!

Cariños de Inesita

Obrigado Silvia.Devo isso à tua ajuda.Obrigado.

Querida Poetisa Isabel Cristina Vargas

PARABENS PELO PRÉMIO!

Sublinhei no teu poema a palavra Livre!

é das palavras que se ligam a outra: PARQUES verdes!

coisa que Hoje....sentimos tão longe,

esse doce instante de brincadeira sem medooosss........

Ricas tardes de domingo,

Livre, nos parques de minha cidade.

Pipocas saltitam nas recordações

Beijos de poesiaaa

Chantal Fournet

Obrigado querida Chantal.Concordo contigo amiga.bjo

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...