Nos diferentes períodos da História, podemos verificar o modo pelo qual, o homem foi-se adaptando às necessidades do meio, transformando-o, influenciando e sendo influenciado dentro do contexto no qual está inserido, porém, sem perder suas características individuais em relação ao “gosto” daquilo que  cria e pelo que  cria .

 Gosto e prazer formam um dueto indispensável para o desenvolvimento da arte.Desde a pré-história,o ser humano descobriu a capacidade de manusear diferentes materiais,além das técnicas que permitam haver a produção de um bem sendo comum influenciar toda uma coletividade.E, este quesito “bem” pode ser observado em todos os períodos históricos ,inclusive na atualidade.

  Sabemos que cada cultura possuí a sua concepção em relação ao “belo”e a Arte tem como principal função proporcionar o prazer que parte pela contemplação desse belo.

Através da Arte o homem pode romper velhos paradigmas contribuindo para a construção de um mundo melhor, uma vez que, percebe-se útil enquanto ser criador.A Arte representa uma porta de acesso à descoberta  das potencialidades criadora e a liberdade de expressão.

Pergunta-se: O que Michelangelo, Da Vinci  além de  muitas crianças, jovens e adultos desconhecidos em várias épocas da História da humanidade tem em comum? Bem... Eles tornam-se iguais mediante o prazer de criar, do fazer harmônico! Utilizando os mais diversos materiais e técnicas com o intuito de produzir a contemplação do belo.

Através da educação temos na arte um mecanismo de transformação social, uma vez que, o homem inicia uma espécie de sistema de seletividade do que ele crer ser mais fácil ou não para a criação daquilo que se propõem para modificar e facilitar seu estilo de vida. Assim, consegue transcender seu poder de criação .É justamente este mix de necessidade e criatividade permeados de experiências,que possibilita o desenvolvimento de novas habilidades bem como a descoberta do uso de novos e diversos materiais que irão ser trabalhados mediante o propósito do indivíduo.

Arte e prazer constituí-se um dueto inseparável,uma vez que,o indivíduo que cria precisa sentir prazer em fazê-lo para produzir prazer em quem contemplará a sua obra criadora.  A arte dá asas a imaginação, liberta a alma, proporciona prazer pelo simples prazer de transformar cores, formas, palavras,entre outros elementos que em um  conjunto harmonioso resultam na contemplação do belo,produzindo prazer a quem aprecia.

                   

 

Este artigo foi publicado no artigonal no mês de setembro

Lá usei meu pseudônimo:Clarafênix

Peço desculpas pela formatação( meu pc está com problemas)

Um bom dia a todos!

Exibições: 28

Respostas a este tópico

Esse teu final sintetiza o grande beneficio da Arte em geral para a alma dos mortais comuns: "contemplação do belo, produzindo prazer a quem o aprecia".

Beijos poetoparabenizatorios, aplaudindo pelo belo texto

Marcial

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Autores em destaque - hoje 

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...