Resultado de imagem para imagem de criança na escola

Educação no Brasil – Reformas Ensino Médio

Começo esta crônica com as seguintes colocações acerca da Educação.

§ 1

“Todos conhecem muito bem os problemas da educação no Brasil”

A maioria tem opiniões e sugestões.Alguns poucos sabem que não há solução fácil no curto prazo. Ao menos 20 anos para retorno de resultados. Outros poucos acreditam -  não há solução. Uns e outros buscam na controvérsia o escapismo da retórica e da vaidade.

Então, o que fazer?

Há algo de estranho. A Falta de Vontade Política e Iniciativa. Tudo que é visto como impossível começa com ação, por mais precária que seja.

“Uma palavra dispersa pode ser o Começo de uma ação qualquer que seja”

“Cerca de 60% dos adultos são analfabetos funcionais”

§ 2

Lembro-me que em assuntos estratégicos na Alta Administração de uma Empresa, certos problemas complexos de solução, escolhe-se um caminho de consenso uma “Ação de Começo” ainda que duvidoso. No longo caminho encontram-se pedras e soluções.

“Não tomar decisões é conduta Antiética na Administração”

§ 3

Os problemas da educação é que  em todas as vertentes avaliadas na sociedade atual,  totalmente multifacetada,  há uma desorganização, o caos,  que busca estabelecer-se com organização e aceitação.

São Novas Estruturações Familiares ao lado da ;

Criminalidade e Impunidade;

Classe Política Pobre;

País de Dimensões Continentais;

Baixa Produtividade;

Saneamento Básico Precário;

Altos Índices de Corrupção.

O Brasil Federal centralizador da arrecadação de impostos e Poder decisório.

§ 4

Bem;

Há um Ciclo Vicioso e cruel no que concerne a Educação , o segredo estaria na tentativa em montar o quebra cabeça. A Educação é um jogo de quebra cabeças, de juntar peças, mas com uma característica incrível, você coloca uma peça e a outra sai do lugar, foi mal colocada ou não há o espaço para a peça.

§ 5

Aqui vamos tratar do grosso da educação, cabendo ressaltar que temos no Brasil nichos de  excelente educação escolar tanto em escolas públicas quanto em escolas privadas, independente dos agravantes apontado em nosso paragrafo § 3

"Há boas escolas na Paraíba muito bem ranqueadas no IDEB"

§ 6 Ciclo Vicioso.

O professor tem péssima formação acadêmica, tem baixos salários, logo:

Não temos aulas adequadas, e os alunos não tem a qualidade didática espelhada  no professor, muito menos a criatividade que substitui bem a falta de tecnologia; e não aprendem , desestimulados (ambos- professor e aluno) a decepção  a alta evasão...Em Escolas;

-Onde a Diretoria é indicada por razões políticas e o corpo docente vulnerável. Alguns Estados premiam os Diretores com bônus por meritocracia de consequências irreparáveis.

“Quanto menos alunos forem reprovados, maior é o Bônus, o professor é sugestionado a não reprovar”.

- Ainda; Escola em local dominado por grupos ou facções criminosas  representam ameaças ao Professor que tem de ter autorização das facções para entrar na comunidade e o aluno, refém, deste ambiente, também ameaça os professores; uma nota baixa é questionada pelo aluno que faz ameaças de morte ao docente, e os Pais, geralmente somente a mãe ou uma avó  ameaça dar queixa ao Conselho Tutelar. Quando há luta entre facções, as aulas são suspensas, balas perdidas encontram vítimas, isto aqui descrito não é exceção, é muito comum. Já há passeatas de Grupos Criminosos na rua, terra sem lei de Estado.

-O aumento da Criminalidade é visto a Olhos Nus, todos os dias, afetando a Educação sob todos os aspectos, neste círculo vicioso, que ora queremos rascunhar.

-o aluno; sua família é desestruturada pela pobreza, violência urbana localizada, agravada quando temos os responsáveis pelo menor sem as mínimas condições de orientar e ofertar a educação de casa (de família) aos seus filhos.

- O currículo do Ensino Fundamental 1 (6 anos – do CA a 5ª série) Ensino Fundamental II ( 3 anos -  7ª a 9º série) e Ensino Médio (3 anos)  

O Brasil tem 5 regiões definidas e cabem no mínimo uns 25 Países no território brasileiro, uma diversidade cultural ( costumes, hábitos,  credos, o caráter mestiço do brasileiro índio, negro e branco)  e mais ( a diversidade da atividade econômica) o que diz ser inconcebível um Currículo Escolar Nacional. Do Estado Brasileiro Federal somente é possível estabelecer as Bases Constitucionais da Educação.

-aqui o Estado corrupto e ineficiente não supre as necessidades essenciais para que estas comunidades e famílias possam ser cidadãs, não há creches suficientes, não há Segurança Pública,

- A falta de vagas em Creches é uma variável elementar para as famílias de quaisquer  classe social, claro, mas contundente se esta Creche falta para as famílias mais pobres ou carentes. Motivo e causa de mais distorções quanto ao embasamento das famílias em Sociedade.

“De cada 100 crianças até 3 anos somente há vagas para 30 delas em Creches”

-Ainda: a falta ou atraso na entrega do material escolar obrigatório, a falta ou baixa nutrição da merenda escolar, deixo entre aspas a falta de recursos e currículo  para horário escolar integral.

§7 Ciclo Vicioso.

Desvalorização da Profissão de Professor>  Deficiências na formação na Profissão do Professor>  Baixa Formação  acadêmica> Baixo índice de reciclagem >  Baixa remuneração> Ausência de políticas públicas –Segurança- Saúde- Educação- Ética na Política- Administração- Eficácia- Transparência e Produtividade> currículos inapropriados aos avanços tecnológicos, sociais e  globais > evasão escolar> falta de perspectiva e esperança>  baixa formação de profissionais qualificados>  baixo desenvolvimento social e econômico > baixos salários generalizados> baixo desenvolvimento do País> períodos intermitentes de recessão> aumento da pobreza> concentração da riqueza> concentração do conhecimento> Desvalorização da Profissão de Professor, e aqui recomeça o ciclo vicioso neste breve resumo e retomamos o início de paragrafo §7 Ciclo Vicioso.

 

§8

O que fazer com a Educação, a mola mestra de todo País desenvolvido.

O Cronista sugere um “Começo” como se diz, navegar é preciso, começar é fundamental.

§ 9 - O Começo: ÉTICA, MORAL E CIVISMO.

Iniciemos pela ÉTICA, MORAL E CIVISMO o que exigirá mudanças culturais expressivas. A estrada é longa, mas sem Ética, todas as outras iniciativas paralelas tendem a fracassos lá na frente. Com a estratificação social que vemos hoje, as famílias não teriam plenas condições de ensinar aos seus filhos, a Ética, os Valores Morais e o Civismo.

Nas famílias com mais instrução e renda os Pais trabalham fora e há dificuldades em ofertar aquele ensino de família, de valores e virtuoses, sobe o Pilar da Ética. Pior ainda para as famílias pobres, residentes em regra em locais XXXXXXXX não assistidos pelo Estado. E agora?

Muitos defendem que a Escola não tem obrigações com a educação  familiar quanto as regras do bom convívio em sociedade. A Escola forma o cidadão com o ensino acadêmico e pronto; Outros acham que a escola deve participar conjuntamente com as comunidades, de certa forma , praticado hoje de forma precária.

A Escola por definição é para todos, então se faz necessário que a Escola assuma o papel, também dos Pais, reservados os limites da coerência, o que ajudaria tanto aos Pais bem posicionados em renda e socialmente quanto os menos favorecidos pelo Estado. Democracia.

A Integração – Sociedade > Estado > Escola > Comunidade é um dos alicerces a ser construído. Todos tem voz do mesmo quilate.

O Cronista não é especialista em Educação, mas estudou  durante 21 anos em bancos escolares em todo os níveis  do ensino.

“Problemas  na qualidade de ensino sempre tivemos, mas agravou-se com a massificação do ensino, até com aprovação automática, sem necessidade de provar o aprendizado”

§ 10

Os currículos desde a Creche Escolar devem contemplar disciplinas  que ensinam a  boa conduta social, a inclusão social, sob o Guarda Chuvas da Ética, Moral e Civismo.

Estes ensinamentos com o passar da idade escolar tomariam outros aspectos na grade. Com o  andamento da idade escolar e a subida de séries , outros formatos teriam a Ética com a  Introdução da Educação Financeira, a OSPB (Organização Social e Politica do Brasil), Artes com base na cultura regional em que as Escolas estão localizadas.

A Escola tem ao longo de seus objetivos, atingir a Meta de formar um Cidadão/ Cidadã, com desenvoltura cognitiva do entendimento , compreensão,  capacidade crítica de decisão e escolhas.

Outro assunto em voga, desculpem o fora de ordem, este Artigo-Crônica não é Tese de Mestrado ou Trabalho Científico,  e sim um tema em aberto, no qual todos que o ler, devem manifestar suas opiniões e discordar abertamente se assim o desejem; este Tema jamais estará fechado ou arquivado em escritórios burocráticos,  e nunca terá um final como a Morte, que não sabemos se é um Fim. O assunto em voga que exponho aqui é um projeto de Lei que quer proibir qualquer discussão em sala de aula sobre temas políticos. Um absurdo. A Escola é Laika assim com o Estado Brasileiro. A Escola não deve jamais impor programas de partidos políticos, mas a Política deve ser discutida muito, a exaustão, para que não perpetuemos a situação de ignorância que o Povo tem sobre a Política. No noticiário de hoje.

Continuando o tema Reformas e Ação.

Em paralelo o Começo da “ Boa Formação do Professor”, “Reciclagem “ , “Melhorias Salariais”  e  “Reforma e Aprimoramento das Instalações Escolares”  o que atrairia novos educadores com dom da profissão e o aumento da oferta de professores para as futuras gerações e estimularia aos que já são Professores.

“ Há falta de interesse na carreira de Professor”

Já ouviu dizer “ Faz letras e vai ser Professor, é mais fácil entrar na Faculdade e conseguir um emprego público.” Dito isto, pensado isto,  para a Profissão mais nobre que é ensinar. A ignorância é muita.

Em paralelo a distinção dos currículos no Ensino Médio, em Exatas e Inexatas, não seria preciso tantas divisões e particularizações dos currículos. Escolhida a profissão as particularizações estariam definidas na Faculdade escolhida.

Um questionamento: Psicologia não deve fazer parte da grade do Curso de Administração e nem de Matemática. Isto é correto. Afirmo com certeza absoluta que a Psicologia foi a minha maior aliada na arte e profissão de Administrador.

Continuando o tema Reformas e Ação.

Se este ciclo sugerido pelo Cronista vingasse ao longo do tempo, as demais mazelas da Sociedade, com certeza, seriam atenuadas, por estas novas gerações.

A briga da obrigatoriedade da educação física, artes, e outros é pura perfumaria e vaidade. A educação física na escola deve  ter a sua base nos Esportes. Professor de Esportes é que a Sociedade Escolar e o Mundo Cidadão precisa.

Há muitos órgãos de educação no Brasil, a nível Federal. Bem crítico mesmo e critico com vontade. Acabem com estes órgãos, enxuguem a máquina Federal, deixem que os Estados e Municípios cuidem da Educação nestes níveis, eles aprendem, são mais sensíveis a pressão do Povo. Os Municípios que dependem do Governo Federal, deixem a educação nas mãos dos Estados da Federação.

Vejam a Grade Curricular do Ensino Médio de uma Escola Particular:

1º Ano:
Gramática
Geografia
Biologia
Química
Física
Filosofia
Inglês
Literatura
Redação
História
Matemática
Esportes (acrescentado pelo cronista)


2º Ano

Matemática
Biologia
Química
Física
História
Geografia
Gramática
Literatura
Redação
História
Sociologia
Inglês

Esportes (acrescentado pelo cronista)

3º Ano
Inglês
Espanhol
Sociologia
Química
Física
Sociologia
Matemática
Geografia
Gramatica
Literatura
Redação
História
Esportes (Acrescentado pelo cronista como OPTATIVA)

 

Fica muito claro que temos um leque de disciplinas de amplitude para atender Exatas e Inexatas. Neste ponto o cronista não discute a grade.

É nesta fase que o aluno escolhe, ainda que erradamente, a profissão e a Faculdade que pretende para sua vida.

1º ano do Ensino Médio.

Na opinião do cronista, o primeiro ano, deveria ter a maior amplitude possível tanto para Exatas e Inexatas, isto é, as mesmas disciplinas e os mesmos conteúdos.

1º Ano:
Gramática
Geografia
Biologia
Química
Física
Filosofia
Inglês
Literatura
Redação
História
Matemática
Esportes (acrescentado pelo cronista)

 

 

2º ano do Ensino Médio.

A partir do segundo ano, as mesmas disciplinas seriam comum a todos os alunos, mas haveria a diferenciação de contéudo.

Como exemplo a Matemática ofertada ao aluno que optou pelas Ciências Inexatas, teria um conteúdo básico, de caráter mais elementar. Já a matemática para o aluno que escolheu Ciências Exatas teria a profundidade exigida para seu futuro na Faculdade.

Assim quem optou por Exatas estudaria o básico da Psicologia.

Não é admissível que um Professor de Português ou Psicologia ou Sociologia não tenha boas noções de matemática e vice versa.

.2º Ano     
Matemática
Biologia
Química
Física
História
Geografia
Gramática
Literatura
Redação
História
Sociologia
Inglês

Esportes (ACRESCENTADO pelo Cronista)

3º ano do Ensino Médio

Para o 3º ano o aluno tendo escolhido no ano anterior no 2º ANO  a sua carreira profissional , estudaria as disciplinas obrigatórias, e orientado por um especialista escolheria as demais disciplinas. Neste 3º ano haveria  redução de disciplinas, para que o aluno focasse naquilo que seria fundamental ter uma boa base para seu início de estudos na Faculdade.

O cronista faz uma simulação abaixo.

3º Ano                 Obrigatórias                  Exatas                   Inexatas

Inglês                     INGLES (E/OU)
Espanhol                ESPANHOL
Filosofia                                                                                   FILOSOFIA

Sociologia                                                                                SOCIOLOGIA
Psicologia                                                                                PSICOLOGIA

Química                                                  QUIMICA                   
Física                                                       FISÍCA                                                
Matemática                                            MATEMÁTICA
Geografia               GEOGRAFIA
Gramatica               GRAMÁTICA
Literatura                                                                                LITERATURA
Redação                  REDAÇÃO

ESPORTES             ESPORTES (OPTATIVO DO ALUNO)

O que se diz, como apontam as pesquisas,  a média de 13 disciplinas obrigatórias, são  exageros, e isto é um causador da altíssima evasão escolar, uma sangria cruel para o desenvolvimento do Pais.

Será que somente este fato é o principal causador do problema, com dizem as pesquisas. O Cronista não crê nisto e se baseia no que escreveu até o parágrafo $7.

O Tema Educação é complexo no Brasil. Foram décadas perdidas em políticas mal sucedidas. O Brasil tem características culturais muito próprias e diversificadas. Dimensões territoriais Continentais.

Repito aqui o que ouvi de especialistas em Economia, quando recebemos investimentos estrangeiros juntamente com suas  Diretorias.

“ O Brasil não é País para amador”

Assim com o cronista que aqui expos mazelas do Brasil e tentou as duras penas estabelecer um cronograma mínimo de Ações.

O Cronista estudou OSPB, Moral e Cívica, Artes e frequentou aulas de Educação Física. Sabia de cor todos os hinos da Pátria , amada, Brasil.

Educação Plena Descentralizada> futuras gerações> aumento da produtividade Brasil> desenvolvimento econômico> redistribuição da riqueza> investimento em ciência e tecnologia> investimentos em políticas sociais.

Fim

 

 

Antonio Domingos

29 de setembro de 2016

 

“Neste momento recebo um telefonema  de meu filho que está no RJ que há um tiroteio pesado nas cercanias do conjunto habitacional onde minha filha mais velha mora com o marido e meus dois netos. O mais velho ( 11 anos)  foi pego na escola por volta das 12:00 h e esta em casa. Agora, às 13: 00 h a empregada tem de pegar meu neto mais novo (5 anos) na Creche, mas não pode sair do apto por causa dos tiros de escopeta. Hoje em vez de ir a pé, optaram em ir e vir de Taxi, já que a Creche é mais distante.

A Avó liga rapidamente para minha Filha  para que ela espere  o aviso para que possa sair da escola na qual ela está dando aula, que hoje por um acaso é numa escola dominada pela milícia. Para entrar dentro da Favela onde a escola está localizada os bandidos tem de aprovar. Na rua tem blocos de concreto que dá passagem a um carro somente de cada vez.

Telefonaram para a Creche para aguardarem um pouco, irão pegar meu neto tão logo cessem os tiros e se sintam em relativa segurança

Minha Filha mora em frente àquela favela (MORRO DO BARÃO-PRAÇA SECA) onde houve o estrupo coletivo de uma menina, fato divulgado intensamente na imprensa”

Exibições: 32

Respostas a este tópico

Tiroteios, sequestros, estupros, violência... medo, de modo geral - essa é a realidade da sociedade atual. Infelizmente.

 

Diversos foram os pontos aqui apresentados, mas não concordo com o parágrafo:

"A Escola por definição é para todos, então se faz necessário que a Escola assuma o papel, também dos Pais, reservados os limites da coerência, o que ajudaria tanto aos Pais bem posicionados em renda e socialmente quanto os menos favorecidos pelo Estado." (grifo meu)

 

Assumir o papel dos pais não é competência da Escola. Trabalhar em conjunto, sim. Nesse sentido, não podemos olvidar os ditames da Constituição da República Federativa do Brasil, de 1988:

 

“Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”

 

Família e Escola mantêm uma relação estreita, ainda que essa não configure uma relação de dependência, pois há uma considerável distinção entre a educação escolar e a educação que ocorre no âmbito familiar. As instituições possuem especificidades e se complementam. Sem considerá-las instituições completamente independentes, não se deve perder de vista a autoridade do objeto que as sustenta como instituições. A Escola ampara-se na função de patrocinar a aprendizagem dos conhecimentos edificados socialmente em algum momento histórico, de alargar as probabilidades de convivência social e, ainda, de legitimar uma ordem social; enquanto cabe à Família desempenhar a tarefa de promover a socialização das crianças, associada ao aprendizado de arquétipos comportamentais, atitudes e valores acolhidos pela sociedade. Em comum, propõem-se a preparar o indivíduo para a vida, mas seus objetivos e métodos de ensino são diferentes.

 

A cada qual, portanto, o exercício das suas funções e responsabilidades.

Grata, pelo texto aqui apresentado e que provoca a reflexão do leitor.

Beijossssssssssss

Estimada Silvia

Muito obrigado por ter lido e comentado

Estive doente desde Janeiro. Espero aos poucos retomar as Poesias

adomingos

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...