Fórum Hildebrando Menezes em Duetos (479)

← Voltar para Hildebrando Menezes em Duetos
Tópicos de destaque

NASCE EM MIM!

  Nascem em mim, em novelos, os sentidos. Deve ser o espaço que respiro, em solitude E nele o desassossego do sol embravecido Que me chega…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes FilhoÚltima resposta

Tópicos Respostas Últimas atividades

DEVANEIO AMOROSO

  Eu tenho um sonho contigo Que você nem pode imaginar Meu coração dar-lhe-á abrigo Será que você deseja me namorar? E o sonho que sonho n…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

2 29 Out, 2015
Resposta de Hildebrando Souza Menezes Filho

O que nos resta amor? - Um duo

Foto copiada de Lourdes Ramos Tudo já foi dito e feito Experimentado e vivido... Mas resta falar do que foi sentido Ou até do que foi ma…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

2 14 Out, 2015
Resposta de Hildebrando Souza Menezes Filho

Promessa estilhaçada – Um duo

 A fronte triste pende e a mão tremente e bela resguarda esta maçã, que junto aos seios trago, pois nela cravarias teus dentes, sem estr…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

0 12 Jul, 2015

Como uma águia – Um duo

 Dou-me a uma pausa. A canção já não consegue encantar. A música destoa na pauta. É preciso parar e refletir, repensar para seguir. Ness…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

2 3 Jul, 2015
Resposta de Dulce de Souza Leao Barros

Amo-te... Um duo!

  Amo-te, a cada nascer da noite... Onde mais espero a tua presença Sentindo o frio bafejando o meu rosto Quando tua ausência baila ao v…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

1 27 Jun, 2015
Resposta de Maria Iraci Leal

SEPARAÇÃO – Um duo

 Quando em si, o amor perdido na incógnita, já não se alimenta. Nada importa ou conforta Decifrar os enigmas Fecham-se janelas e portas...…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

1 23 Jun, 2015
Resposta de Maria Iraci Leal

Solidão a dois – Um duo

Não somos apenas cordiais com a solidão Há entre nós certa cumplicidade rotineira Ela é nossa inofensiva amada companheira Acompanha-nos…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

4 7 Jun, 2015

Lábios nos lábios... Um duo

E eu pergunto à lua Se ai, na tua rua ainda é possível amar? Responda-me com clareza   Eu quero que me diga com certeza... Porque eu vejo…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

1 7 Jun, 2015
Resposta de Sílvia Mota

Poeme-se... Já!

Poeme-se Para não se perder nas armadilhas dos vazios Que te deixa no buraco negro do espaço vadio Para aliviar o sabor acre da cruel exi…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

0 6 Jun, 2015

Anseios apaixonados

Toma-me os olhos... Contempla teu olhar no meu E avista nele, quão excitável o teu Penetra na minha essência Faz de mim o teu cúmplice A…

Iniciado por Hildebrando Souza Menezes Filho

5 5 Jun, 2015

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço