In Memoriam - Maria das Dores - Maria Vitória! - Mamãe da Poeta e Escritora Graça Campos

Querida Sílvia Mota,  amigos poetas e escritores:

Minha mãe se foi no dia 25 de novembro deste ano. Esteve hospitalizada, partiu tão serena, e deixou-nos a seus filhos, parentes e amigos também,  serenidade e paz! Preferimos não divulgar nas redes sociais. Desculpem minha ausência, mas a poesia vem chegando devagar... Aguardem! Abraço carinhosamente a todos. Grata,

Graça Campos

Mães não morrem... Ficam, de repente, encantadas, como dizia o poeta das “Rosas”.

A janela da moça assiste às buscas da alma

dos olhos esverdeados,

Estrelas de esperança!

A moça da Janela, agora, de lá, reflete a essência pura da existência de cá...

Plantou exemplos de amor, dedicação, fé, retidão! A grande guerreira, Maria das Dores que de “Dores” não tinha nada, foi e continua sendo “Maria Vitória”! Como amava ser tratada assim...

Virou Estrela maior, com brilho mais intenso. Das nuvens, continua tecendo agasalhos de afetos, a resguardarem do frio, dos ventos fortes, e da solidão a quem o amor será eterno...

Dos altares, entoa cânticos angelicais.  Trocou o violão por novos instrumentos, bem mais afinados, canta  louvores... Tarefeira incansável, aos afazeres em prol da evolução parceria divina!

Moça da janela, mãezinha maravilhosa, luz de amor!

Eternas saudades...

Maria das Graças Araújo Campos, 13/12/2017

Queridíssima amiga, poeta e escritora Graça Campos,

Com emoção, recebo a notícia de que a sua linda e querida Mamãe conquistou o Infinito.

Alçou o voo da liberdade eterna, para encantar as estrelas do céu, suas companheiras, daqui para a frente.

Sente-se no ar, o perfume do Amor que jorra das palavras escolhidas para homenageá-la.

Mamãe, Maria Vitória! Energia universal!

Que as luzes da Paz, enfeitem o seu novo caminho.

Meu carinho e respeito.

Sílvia Mota

Exibições: 50

Respostas a este tópico

Mi muy querida Graça habiendo recibido la noticia de la partida de tu Sra. madre, recibe con mucho cariño mis condolencias para ti, tu familia y amistades. Que la paz en el corazón los acompañe.

Maria Cristina - Argentina

Mis condolencia a familiares y amigos

Lindas Homenagens.

Morrer é voltar para casa. Uns vão na frente e esperam pelos que vão depois.

Abraços.

Querida amiga escritora e poeta Mª das Graças.

Maria Vitória, nessa foto contigo, Graça, exala da alma e do coração muita beleza. No rosto expressa um sorriso lindo de bondade e de paz. Em seus olhos transparece o amor escrito em sua fisionomia. Cabelos branquinhos de quem viveu feliz plantando as ótimas sementes que vicejaram nos terrenos à sua volta. Deu e recebeu muito amor, cumpriu sua missão neste ciclo corpóreo que se completa. É dolorido perdermos  nossa mãe, com quem temos a profunda ligação, desde que fomos geradas, ou muito antes, mas as mais doces lembranças estão gravadas para sempre em nossos corações. Ensinamentos, esforços, resignação, bons exemplos não faltaram jamais. 

Nestes momentos precisamos lembrar de que  a morte é a passagem de um estado para outro, como a água que líquida passa para o estado sólido.

As saudades sempre existirão, mas "Saudade não significa que estamos longe... e sim, que um dia...  Já estivemos juntas."

Abraço e beijos, querida amiga poetisa.

Arlete.

Florianópolis, 13 de dezembro de 2017

Que ela descanse em paz e a luz perpétua a ilumine. Amém!

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço