A poesia chora a partida do menino poeta que abriu suas asas e voou ao encontro dos seus sonhos.

Siga em paz ser iluminado levando seu canto para as estrelas.

(Poeta não morre vive entre as páginas de seus poemas)

Exibições: 200

Respostas a este tópico

Me associo à dor desta grande perda. Abraços condolentes do Paolo.

Paolo,grata por estar presente nessa hora tão difícil.

Que ele siga em paz

Me uno a todos nesta dor, que Deus conforte e dê muita força os familiares... Um abraço com carinho, MIL.

ETERNO SOL
(voo além dos diamantes)
Os diamantes já não brilham mais
É hora de partir
Em mil pedaços
E voar
Além da cortina de sangue e de aço
É o momento de alcançar
O inalcançável brilho de outrora
E com as asas flamejantes
Viver os instantes
Do eterno sol que há na alma...
(Gustavo Adonias)
*Direitos autorais reservados

Mil,obrigada por essa linda homenagem .

Estou com a alma dolorida ante essa partida..

Que ele siga em paz...

Homenagem merecida ao nosso menino poeta  ficará sempre em nossos corações..Agora pertence a corte celeste. Os anjos entoam hinos e um anjo o vem receber às portas do céu Deus o espera de braços abertos na sua divina misericórdia   

Elias,grata por estar presente.

Profundamente sentida...

Que os familiares tenham a força necessária para suplantar este momento tão difícil e doído.

Meus sentimentos aos familiares e a todos amigos.

Meu abraço caloroso.

"(Poeta não morre vive entre as páginas de seus poemas)"

Concordo plenamente querida Marcia!

MI MÁS SENTIDO PÉSAME A SU FAMILIA Y AMIGOS QUE DIOS LE TENGA EN LA GLORIA

CRÍSPULO CORTÉS CORTÉS

EL HOMBRE DE LA ROSA

Nosso menino Poeta .. alma de eleição já pertence à corte celeste Deus o tem em seus braços....

 

 Saudade...!

 Gustavo Adonias.

QUIXOTESCO CORAÇÃO

Cavaleiro andante
Vagando pelas quimeras do mundo
No descampado profundo
Que é a alma do homem
Enfrentando moinhos
A vida por um fio
Até onde alcança a lança do seu coração
Segue a sina sem porto
Sonhando acordado
Com um tempo sem medo
Aonde se possa viver sem morrer todo dia
Sem abrir mão da íntima busca
Que ofusca a escuridão...

(Gustavo Adonias)

*Direitos autorais preservados

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...