Eu me rendo!


É tanta ternura que transborda
de ti, de tuas palavras, mãos que me tocam,
do suspiro que desabafa dizendo ‘te quero’...
E eu que já não espero
alguém que se entregue sem reservas,
vejo-me diante deste amor que acorda,
tira de mim algo que desconheço,
oh, sim, eu me rendo!


E me afogarei em ti, sem tempo e hora,
vivendo sonhos e desejos,
amor e paixão sem medos.
Nesta magia que desborda
de nós, da vida que promove
a união de almas e corpos,
nos incita ao amor pleno,
então eu me rendo!


Oh, sim, me rendo a ti,
á ternura que convida
ao amor infinito!

Maria Iraci leal/MIL
POA/RS/Brasil
28/07/2016
Obra protegida

 

Exibições: 221

Respostas a este tópico

Quando vem a tona o amor que está por dentro é impossível resistir. O jeito é se render!

Lindo poema...Parabéns !

Abraços ...

MIL querida amiga siempre leer tus letras, hacen del amor lo mas maravilloso que se vive como mujer enamora.

Bello, muy bello

Beijos

RSS

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...