Procuro do seu olhar
Que me faz viajar
Para no mundo de quem sabe amar
Sem ter que pagar para amar


Procuro da doçura dos seus lábios
Finos, coloridos e gostosos
Que me faz chegar na terra dos santos
Sem praticar os dez mandamentos


Procuro da sua mão agradável
Que acaricia o meu corpo menos amável
Recompondo o meu sistema vital
Sem ter que ir ao hospital


Procuro do seu amor que fez acordar o meu coração
Queimado pelo suor do calor
De um coração escravizado pela solidão

Poeta Orriba P.O

Exibições: 63

Respostas a este tópico

 Orriba

Versos maravilhosos, encantada com teu poema,

parabéns estimado poeta Orriba, bjs MIL.

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço