Ululante ruge o vento sibilante,

Varre tudo em busca de rua

Em busca de canto que o acolha.

 

Em teus braços envolvida,

Meu corpo freme, estremece arrepiado

Sob o cálido sopro de teu respirar

Sussurrando meu nome, sempre reinventado

Por ti! Em mim!

És sopro magnético, percorres minha espinha

Em meus roucos de amor, luzes e música pões!

 

Enovelados em nós, ventoso torvelinho,

Amantes!

Sorvemos momentos rápidos, perdidos no tempo!

Peles húmidas de nós! - do amor feito em nós!

Mordido sorvido bebido em tragos largos!

 

Amarrotados do frémito renascidos

Escutamos o Vento…

Sibilante, já é murmúrio.

Encontrado seu canto melodioso

Onde por fim relaxou...

Como nós..

Amantes de sempre. Amantes do tempo.

 

Chantal Fournet

26 Junho 2016

Portugal

Exibições: 217

Respostas a este tópico

Belíssima composição que enleva, acalanta e vibra. Parabéns ! Abraços do Paolo.

Querido Poeta Paolo Lim ter sua presença aqui encanta-me e mais ainda por ter apreciado! Fiquei feliz!

Beijoooossssss

Chantal

Bellísimamente sensual tu poema Chantal, quedé encantada de leerte!!!!

Abrazos Poeta

Tua visita encanta-me tuas palavras me honram!

Feliz por teres apreciado!

Obrigada!

Chantal

Estimada amiga Chantal,

Soa o som nas palavras e versos que o vento trás em arrepios que parecem de frio, mas são arrepios , parecem muitos espinhos espevitados pontiagudos espraiados na pele dos corpos amantes , energia eletromagnética , o reagente aos toques carinhosos 

 

Ululante ruge o vento sibilante///Enovelados em nós, ventoso torvelinho.

Parabéns por todas as palavras e versos, o conjunto da obra.

Belos versos, Linda Poesia

Parabéns amiga

antonio

Estimado Antonio Domingos!

Muito feliz com a tua visita e teu comentario! Que bom que gostaste! Coisa rara em mim...eu tambem gostei!! Esta cena entre o vento e o amor em torvelinho para mim foi interessante...porque sempre foi para mim sugestivo e importante!! mas cheguei tarde ao certame !!!!!!!! kkkkkkkk

beijos

chantal

Sensual paixão, aos efeitos do amor.

A primeira estrofe é um poema, por si só...

Incandescente.

Vibrante.

Brilhante.

Parabéns!

Beijossssssssss

P.S. Por que demoraste a postá-lo?

O prazo para participar do concurso vencera...

Querida Mestra obrigada por ter visto que a introdução é mesmo um pequeno poema!

Vês porque há pequenos nadas que são TÃO importantes quanto o Diploma??????!!! Notaste isso...! Não sei se tem titúlo de estilo de forma poetica..MAS é poema! Por isso eu gostei deste poema ventoso!! às vezes acontece! rsrs kkkkkkk

"Ululante ruge o vento sibilante,

Varre tudo em busca de rua

Em busca de canto que o acolha."

Querida Chantal, por considerar tua "reclamação" (kkkkkkkk...), inseri o teu nome e o do Luiz Morais, na página do Edital, ainda que não tenham participado da avaliação final para o concurso. Uma pena, porque os dois poemas são muito bons!

Beijosssssssssssss

"cadê minha resposta de ontem?!"

Esta minha exclamação ao abrir minha escrituraçãoooooooo!!!

depois vi  e entendi!!!

BEM ME PARECIA TER LIDO ALGO DE LUIS MORAIS, QUE NUM APARECIAAAAAAAA!!!!

MINHA SATISFAÇÃO DE ME VER NO EDITAL É GRANDE!!!!

Pois eu não consegui postar antes,

porque acabei só no dia 26...mas aqui eram 3h da manhã!

e não queria que acontecesse como em "SOLSTICÍO"...

quando me levantei no dia seguinte queria pôr outro titúlo devidamente claro...

o mais correcto seria outro!! kkkkk

E já não podia! iria brigar com a beleza do destaque,

feito por nossa querida poetisa artista Maria Iraci...

QUE AMO de paixão seus medalhões, que dão RELEVO ao nosso escrito!

Grata pela colocação e mais grata ainda pelo destaque ... com DIAMANTE!! rsrs

e o cartão que me premeia!

Alem de visitas e comentários muito importantes que me deixaram muito felizzzzzz!

Querida Miriam Inés Bocchio

tua presença em meus escritos traz-me felicidade!

beijosssssss

chantal fournet

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...