Agradeço ao nobre vate
 

Quase mal eu chego aqui,
posto algo aqui e ali,
mal respiro, mal suspiro
e recebo tanto afago!
 
Obrigada, nobre vate!
Teu versar é chocolate,
é meigo e doce o agrado,
e, na rima - que afiado!



Reformulado em 3 de julho de 2011 – 10h32 – Rio de Janeiro.
Criado em 2 de maio de 2009 – 15h31 – Cabo Frio.

Exibições: 16

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...