http://ekladata.com/O9QxmYo6WFSz2sFCg_m_2oMx8wA.gif

 

Ali sentada à frente a janela por onde viu pela última vez o seu amor. Foi e não deu notícias. Mil ideias e um desejo, a vingança... De vingança a vingança tornou-se prostituta e da janela fisgava com as pernas os homens... Ela nunca saberia que ele, seu amor, se perdeu numa rusga e numa guerra, a bala perdida levou sua vida.

Fim

João Furtado

http://joaopcfurtado.blogspot.com

Exibições: 20

Respostas a este tópico

Uau! Com todo o meu respeito às mulheres que se prostituem, adorei a criatividade! Beijossssssssssss

Muito obrigado amiga e mestra Silvia Mota

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço