Vera Regina Cazaubon

Pelotas/RS/Brasil

Bloco da Ilusão

 

Ruídos incessantes

Foguetes espocando

Galera cantando

No ritmo do samba

Carnavais de outrora

Salões enfeitados

Pierrôs e colombinas

Palhaços e arlequins

Confetes, serpentinas

Fantasias exuberantes

Aroma de lança perfuma

Carnavais do presente

Máscaras cobrem faces

Exageros, artifícios

Mentes embriagadas

Olhares perdidos, aflitos

Emoções apimentadas

Violência, insanidade

Um delírio surreal

Trio elétrico sacode o povo

Foliões do Bloco da Ilusão

Até quarta-feira de cinzas

Nas avenidas da solidão.

Exibições: 80

Respostas a este tópico

É verdade...

Vivi as duas etapas aqui lindamente poetizadas.

O Carnaval do passado tinha um quê de pureza.

Beijosssssssssssss

Derramou nas linhas uma história,

que dera pudesse ser o contrário não é mesmo querida Vera Regina?

Que saudade do amor, romantismo, respeito...que saudade.

O teu poema encantador bateu na minha alma, e lá ficou.

Primoroso.

Parabéns

Beijos

PARABÉNS VERA. ABRAÇO .

À PEAPAZ e as minhas queridas Poetisas Silvia, Janete e Isabel Cristina, meus agradecimentos pelos comentários e o diploma ofertado, no Poema Bloco da Ilusão. Beijokas em cada coração

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço