Programa: Paint Shop Pro.

Plugins:

ALF'S BORDER FX - Efeito na imagem MIRROR BEVEL

ALF'S BORDER FX - Efeito na moldura MIRROR BEVEL

VM EXTRAVAGANZA – Efeito na moldura CHANNEL 5

Exibições: 52

Respostas a este tópico

Estimado poeta José Hilton Rosa, disponibilizei algumas orientações a respeito da Poesia Visual.

Seguem:

Orientações aos participantes

Denominações

Diversas são as denominações usadas, entre outras: arte postal, ciberpoesia, poesia alternativa, desdobramento da poesia concreta, arte gestual, poesia visiva, grafismo, letrismo, holopoesía digital, infopoesia, poegoespacialismo, poesia cinética, poesia digital, poesia experimental, poesia Intersignos, poesia midiática, poesia neoconcreta, poesia objeto e poesia visual.

Contexto poético

 

A poesia visual é explicada como uma tentativa de romper com o absolutismo da forma discursiva do poema, de vencer o domínio da gramática ou mesmo de superar a construção prosística na poesia (MIRANDA, 2005, p. 1). Trata-se de uma recriação crítica do paradigma poético. Resulta da intersecção entre a poesia e a experimentação visual. Lúdica e plástica, constrói novos conjuntos de signos, dinâmico e maleável, apto a transformar-se conforme as necessidades de cada texto. Os poetas dissociam-se das tendências líricas e finisseculares da poesia, em busca de novel concepção para arte e poesia, num corajoso diálogo com a pintura, a escultura e os meios tecnológicos emergentes. Para Brossa: “La poesía visual es hija de nuestro tiempo en el que las artes visuales están muy desarrolladas por el cine, anuncios, señalizaciones... La poesía visual nace aquí, sería un instrumento de la sociedad de consumo en manos del artista. No tiene que ver con la ética de la sociedad de consumo. Es más, ésta genera un lenguaje que puede utilizar el poeta de forma ética.” (FERNÁNDEZ, 2014, p. 2).

 

No poema visual, o texto é dispensável e as imagens e os símbolos distribuem-se de tal forma, que o elemento visual poderá assumir a principal função organizacional da obra, pois não dependerá da existência de símbolos da escrita para sua caracterização como poesia, embora não os exclua. A imagem é valorizada como entidade universal e a palavra será explorada e inserida de maneira a compor um todo harmônico capaz de permitir ao leitor - que lê e vê ou só vê - uma infinita gama de interpretações, de acordo com o conhecimento e a experiência de mundo e cultura, que amealhou durante a vida. Um poema visual não será interpretado literalmente; impõe-se por sua forma significante, ainda que apele para a palavra inscrita.

 

Poesia visual e poesia concreta

 

A poesia visual diferencia-se da poesia concreta, porque a poesia visual é uma mensagem passada pela imagem, quase sempre sem o recurso da palavra; e, na poesia concreta, a palavra sempre se apresenta, ainda que fragmentada, diluída e reinventada.

Obrigado Silvia pela bela e importante explicação. 

MUITO SIGNIFICATIVA.PARABÉNS!!!

Obrigado Isabel.

Imagem gritante! Irmã Dorothy, pouco antes de ser assassinada, declarou: «Não vou fugir e nem abandonar a luta desses agricultores que estão desprotegidos no meio da floresta. Eles têm o sagrado direito a uma vida melhor numa terra onde possam viver e produzir com dignidade sem devastar.» Vive, em nossos corações.

Parabéns e Felicidades!

Beijossssssssssss

Isso mesmo Silvia. Grato pela grande observação.

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...