Tertúlia Poética exclusiva para os membros da PEAPAZ

Tema: Dia do Halloween

- 31 de outubro -

Modalidade: Livre expressão

Participação: Livre - a partir de imagens

escolhidas no Grupo "Galeria de Imagens".

São mais de 100 imagens maravilhosas!

As publicações serão realizadas neste espaço,

nas caixas de comentário abaixo.

Período: 27/10/2011 a 31/10/2011 (à meia-noite)

Sílvia Mota - Criadora da PEAPAZ



Trilha sonora: Saint Seiya. Athena's Theme

Exibições: 1297

Respostas a este tópico


AMOR DE FEITICEIRA

Amor de feiticeira,
da feiticeira do amor...
Menina muito faceira,
veio me trazer calor...
Se me colocastes feitiço,
vem terminar o serviço...
Pra poder me conquistar,
tens que saber me amar...
No amor sou exigente,
não quero nada num repente...
É preciso caprichares,
nas preliminares,
com muito chamego, muito beijo,
é assim que eu vejo,
um amor de luxo,
entre uma bruxa e um bruxo...
Se queres realmente tentar,
podes teu feitiço queimar.


Marcial Salaverry
Histórias cheias de magia, encantamento e mistério. Belos versos.

 

 

HALLOWEEN


Vai-se o breu da noite, vem lua formosa
O brilho das bruxas varre as tristezas
Com suas vassouras perfumosas

Velas acesas, ousadia,
Nas luxuosas fantasias
Passos na escada
Mais convidados
Lá fora um frio!...

O senhor Jack voltou
De olhos vermelhos em brasa
Embebedou-se
Oh, Jack-ó-lantern,
Alma penada
Arrepio!...

Muitos fantasmas e as caveiras
Devoram doce o tempo inteiro
As feiticeiras bem maquiadas
Laranja e preto, lilás e roxo
Exageradas, dançam felizes
Na madrugada

Em grandes taças
Brindam sorrindo
E desejando:


A Happy Halloween for you!

Graça Campos

Uma grande festa! Festeiros versos, Graça!

ADORAVEL VAMPIRO SEDUTOR

Sou um vampiro sedutor,
que apenas quero teu amor...
Nesse lindo cangotinho,
quero depositar meu beijinho,
e escorregar até o ouvidinho...
Não quero teu sangue chupar,
quero apenas te vampirizar,
pra que nunca deixes de me amar...
Então querida... ofereces-me o pescocinho?
Apenas quero te beijar com carinho...

Marcial Salaverry


O FEITIÇO É AMOR

Ah, esse amor que enfeitiça
O tempo pode passar
O bruxo sabe que atiça
E tem mania de amar


Pois a exigência é o luxo
Ingrediente perfeito
Para que bruxas e bruxos
Vivam entre beijos e afetos


O feitiço tentador
Faz da bruxa uma princesa
Bruxo vira realeza
E o desfecho é amor...

Graça Campos, 27/10/2011.



AS BRUXAS DA ILHA DA MAGIA

 


“ As mais famosas bruxas da Ilha vivem lá no Ribeirão. Só comem pétalas de rosa prá ter cheiro no coração” . (Franklin Cascaes, (16.10.1908 - 1983), foi o mitólogo da Ilha, escritor, artista e pesquisador popular).

Ontem foi mais uma noite em que as bruxas saíram e sobrevoaram o Pântano do Sul, o Morro das Pedras, a Lagoa da Conceição e a Ponta das Canas. Elas não aparecem do nada, há um ritual de iniciação realizado em casas mal assombradas, ilhas, grutas de pedras, canoas de pescadores ou praias isoladas. E têm seus amores, suas metamorfoses, seus congressos e eleições.

-Ô rapagi, eu vi ontem as bruxas montadas em vassouras, sobrevoando lá no Ribeirão!
Era lua cheia e elas passavam dando gargalhadas assustadoras pelos pastos.

- Si mali num lhe pregunto, tu não deste uma sipuada no meio dos cornos delas?

- Tu tas loco,istepô, me tranquei em casa só espiando por uma greta da janela. Era uma gritaçada que as bucicas latiram a noite toda. Cheguei até a ficar destemperado.

-Pois dijaôje eles estavam contando lá na venda que os cavalos amanheceram cheios de nós nos rabos e nas crinas, feitos pelas marvadas. Teve um que tinha chupadas de sangue no pescoço.

-Ó-lhó-lhó!

- Tu não ouviste falar na filha da comadre Néia? A menina não arribava porquê as bruxas chupavam o sangue dela de noite.
Foi aí que a comadre pegou uma oração poderosa que era do seu Francolino e elas foram embora e não voltaram mais. A menina arribou que é uma beleza, ficou vermelha e gordinha.
Vou te dar a oração prá te proteger. É assim:

“Tosca, marosca, rabo de rosca.
Vassoura na tua mão e freio na tua boca.
Relho na tua bunda e aguilhão nos teus pés.
Por riba dos silvados e por debaixo dos telhados.
São Pedro, São Paulo e São Frontista e por cima da casa São João Batista.
Bruxa tatarabruxa tu não mo entras nesta casa – nem nesta comarca toda, por todos os santos dos santos. Amém.”

OBSERVAÇÕES: As palavras em itálico fazem parte do vocabulário dos nativos da Ilha, e que se originaram da língua dos índios carijós, dos açorianos e do sotaque gaúcho ou castelhano. É um amplo mosaico lingüístico de como se falou e se fala hoje. Há uma musicalidade e sonoridade próprias. É interessante, enriquecedor e engraçado.

Significado das palavras do dicionário “manezês”, que estão em itálico acima:
Rapagi: rapaz.

Si máli nom lhi pregunto: Se mal não lhe pergunto.

Sipuada nos cornos: Pancada.

Tu tas loco, istepô: Estás bobo; istepô: palavra usada para dizer que a pessoa não presta, mas também é usada de forma carinhosa.

Greta: fresta

Bucica: cadela.

Destemperado: com desarranjo.

Dijaôje: ainda agora, hoje mesmo.

Marvadas: malvadas.

Ó-lhó-lhó: expressão de admiração ou sarcasmo.

Arlete Brasil Deretti Fernandes

Estou por aqui, relendo essa belezura da bruxinha Arlete - poeta e escritora de caldeirão cheio! Beijossssss


EI, VOCÊ...BRUXINHA LINDINHA

Ei Você, bruxinha lindinha
com sua vassourinha...
Você mesma, bruxinha,
com seu jeito de menina,
seu ar de mulher ladina,
e seu amor feiticeiro...
Enfeitice-me por inteiro...
Gosto de saber-me amado,
e também de retribuir...
Gosto de saber o caminho
para chegar a teu carinho...
Sou um cara simples,
nada metido a besta,
que nem vassoura tem,
mas quero enfeitiçar-te também...
Não sou muito de festa,
mas adoro uma farra a dois,
deixando as bruxarias pra depois...

Marcial Salaverry

Uma pitada de lirismo, outra de graciosidade. Parabéns, amigo-poeta.

Meigo, meigo, o poema do querido bruxinho Marcial. Beijosssssssssssssss

No Brasil, não há a tradição de se comemorar o Dia das Bruxas, mas, conhecendo um pouquinho sobre o assunto e juntando um bocado de lirismo, até que dá um caldo... rsrsrsrs
Aí vai um pouco do meu... rsrsrsr
A brincadeira está apenas começando...


HALLOWEEN

Feitiço é teu olhar
na minha alma
iniciada.
Wicca descoberta
em teu sorriso:
fogo, terra, água, ar,
quatro elementos,
disfarces apropriados
à tua natureza imanente.
Teu Espírito,
sussurro secreto
em minha vida,
traz mensagens misteriosas
nas runas do destino.
Fascinados...encantados...
enfeitiçados...
praticamos tua magia,
enquanto a Lua Azul,
célebre bruxa,
nos vigia...

RSS

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...