Ano V. Tertúlia Poética nº 11

- Edição nº 60 - 21 de setembro de 2014 -

Tema: Dia da Árvore

Publicações a se realizarem

nos blogs dos autores:

Antonio Carlos Santos Rocha. A tamarineira

Soaroir de Campos. 21 de Setembro Comemoração

em andamento...

Exibições: 1301

As respostas para este tópico estão encerradas.

Respostas a este tópico

AMAR AS ÁRVORES
Marcial Salaverry

Pelos benefícios que a todos trazem,
as árvores devem ser amadas,
e nunca derrubadas...
Para defender a Natureza,
temos que saber amá-la
e bem preservá-la...
Ajudando a preservar as florestas,
estaremos preservando nossa vida futura...
Abrace e beije uma árvore...
A árvore tem vida,
e terá sentido o seu carinho,
dando a ela uma sobrevida,
e mais vida a seu caminho...
Antes de uma árvore derrubar,
procure saber em sua sombra
quantos já foram se abrigar...
Não tire a vida uma árvore em vão,
fará mal ao seu coração...
 
Marcial Salaverry
03/01/2007


AMAR A LOS ÁRBOLES
Marcial Salaverry
 
Por los benefícios que a todos traen,
los árboles deben ser amados,
jamás derribados....
Para defender a la naturaleza
tenemos de saber amarla
y preservarla...
Ayudando a preservar las florestas,
estaremos preservando nuestra vida futura...
Abraza y besa un árbol...
El árbol tiene vida
y habrá sentido tu cariño,
dandole una sobre-vida,
y más vida a tu camino...
Antes de un árbol derribar,
procura saber
cuantos yá fueron se abrigar
en su sombra...
Por los benefícios que a todos traen,
los árboles deben ser amados,
nunca derribados....
No quites en vano la vida a un árbol,
pués va a hacer daño a tu corazón...
 
Marcial Salaverry

Que belo poema consciencial, querido amigo e poeta Marcial! Beijossssssssss

Beijos carinhosamente bomdiais,

Nossas queridas maigas árvores merecem todo nosso  cuidado e carinho...

Marcial

ÁRVORE O VERDADEIRO SIMBOLO DA VIDA
Marcial Salaverry

Estamos sempre procurando algo que possa ser mostrado como o verdadeiro símbolo da vida. E o que mais é mostrado como sendo esse símbolo, são gravuras representando a força. No passado, um dos símbolos da vida, era Atlas que, segundo a Mitologia Grega, sustentava o mundo às suas costas.
Na realidade, o verdadeiro e único símbolo da vida, é a ÁRVORE, e por isso devemos preservar as florestas, pois podemos dizer que nossa vida depende de sua preservação.  É fácil constatar a veracidade dessa afirmação, vendo como vão ficando áridas as zonas onde o verde não é preservado, onde as matas são devastadas.
É nossa vida que se vai esvaindo. , e isso não é apenas retórica. É fácil entender, seguindo esta linha de pensamento.
Sempre viveremos melhor, se estamos próximos às florestas, pois chegamos a senti-las dentro de nós. A seiva que dá vida às árvores, é como o sangue que dá vida a nosso corpo. Elas tem vida, como nós temos.
Desde os tempos ancestrais a árvore foi considerada o símbolo da vida.
Na nossa infância, a floresta se fazia presente nos contos e estórias. A mim, particularmente, a floresta africana, com seus imensos animais, Tarzan, Nyoka, Fantasma, e tudo foi algo tão definitivo, que se tornou um sonho a ser perseguido e felizmente, realizado. E foi desse sonho que nasceu a história que relato em "Um Brasileiro na África", em cujo conteúdo pretendo deixar impresso no leitor, que sonhos são feitos para serem realizados. Essa floresta da minha infância era uma floresta gigantesca, mas doce e suave, que me acolhia como uma floresta maternal.
Penetramos na floresta quando somos jovens. Amamos a natureza. É uma floresta alegre e brincalhona. Será nela que plantaremos a semente de nossa existência. É uma floresta paternal.
Depois de termos percorrido todos os seus atalhos, margeado todos os riachos, mergulhado em todas as suas cachoeiras, chegamos ao final dela. Se cansados estamos, abraçamos uma árvore, recarregando nossas energias, reacendendo nossas esperanças.
Realmente, ao abraçar uma árvore, daquelas antigas, que já viveram alguns séculos, que viram muitas gerações de pessoas se abrigarem à sua sombra, e que foram abraçadas por milhares de pessoas, como que sentimos recarregar nossas energias, pois a árvore generosamente distribui a energia que corre em sua seiva, e, abraçando-a, estaremos recebendo a energia de todos aqueles que já a abraçaram.
A árvore democraticamente distribui sua vida para todos aqueles que a amam.
E novamente sonhamos nossos sonhos de infância. Acreditamos na vida, como jovem que fomos. E nos sentimos parte dela, fraternalmente. E ela, a floresta que é nosso SER, une-se ao Universo, na doação da sombra, da água, da vida...do amor.
Façamos como as árvores, saibamos doar nossa energia, saibamos distribuir a paz que levamos em nosso interior.
"Sê como o sândalo, que perfuma o machado que o fere". Seguindo esse exemplo, saibamos esquecer aquilo e aqueles que tentaram nos magoar, que tentaram nos ferir, e, pelo menos em pensamento, desejar que saibam ter paz.
Vamos então, cuidar melhor de nossa Natureza, de nossas árvores, de nossa vida... 

As árvores ultrapassam milênios a oferecer folhas, flores e frutos. É beleza e abrigo. Parabéns, por tua crônica-homenagem! Beijossssssss

Nossas queridas amigas merecem tudo que possamos fazer para protege-las...

Beijos "arborizados",

Marcial

                                      

 

Árvore benfazeja e amiga, que oferece-nos tudo o que possui.   O tronco, as folhas, as flores, as sementes e os frutos. Que retém as águas no solo, e que nos dá  uma sombra agradável para descansarmos.  A colocação de uma rede nos ramos, ou  sobre o gramado, proporciona ao homem descansar nos dias de sol inclemente.

Estas amigas muito foram exploradas e continuam a ser. É assustadora a situação do  desmatamento no Brasil, principalmente nos Estados litorâneos primitivamente recobertos pela Mata Atlântica, rica  em maravilhosos vegetais, orquídeas,   bromélias e outras espécies. Restam hoje  apenas 3 por cento da Floresta Atlântica que existiu no Brasil colonial.

Tivemos em território brasileiro preciosas madeiras de lei que foram cortadas para finalidades comerciais e não foram repostas.  E aquelas que  são plantadas para reflorestamento, os pinus europeus, prejudicam o solo, porque  se tornam terrenos impróprios para a agricultura. E é tão fechado este  reflorestamento, que nem animais de  nenhuma espécie, conseguem sobreviver alí.

As florestas tropicais que cobrem só 7 por cento   da superfície terrestre, abrigam mais da metade das espécies vegetais e animais conhecidas Das cem mil espécies da América  Latina cerca de 30 000 ocorrem na Amazônia, onde o desmatamento atinge taxas de 500 toneladas por hectare e 3 milhões de hectares por ano.

A harmonia, popularmente conhecida como ”equilíbrio ecológico” está sendo perturbada e as consequências serão desastrosas.

Uma primeira e bem evidente consequência é a extinção de espécies animais e vegetais.

Qualquer perda significativa de florestas afeta diretamente o clima da Terra e, consequentemente todas as suas formas de vida.

Há quem argumente dizendo que não tem sido consultado, ou não tem tido oportunidade de opinar sobre  a devastação e desaparecimento de nossas florestas. Mas há também quem tem autonomia suficiente para decidir  sobre assuntos relativos ao seu jardim, seu sítio ou fazenda

Plantando árvores, arbustos e flores nativas, atraindo borboletas, aves e uma série de outros animais, pode-se criar verdadeiros refúgios para a vida silvestre . Não se deve pensar, é claro, que nossa responsabilidade com o meio ambiente acaba nos limites da propriedade, nem acreditar que milhares de jardins cobertos de verde poderão substituir nossas florestas. Mas pode-se ter certeza que do esforço e dedicação de cada um, resulta o embelezamento e restauração de pelo menos um pedacinho da Terra.

Mesmo com a vida agitada no dia a dia das grandes cidades, pode-se encontrar momentos de paz e  alegria num jardim. Se você nunca parou para observar   um beija-flor tirando néctar das flores, nunca se entreteve com o canto de uma ave, nunca sorriu ao ver uma borboleta colorida pousando numa flor que você plantou, nunca esperou pela chegada de uma ave migratória, saiba que nunca é tarde para começar.

Existe uma série de outras razões para plantar-se árvores e atrair animais silvestres, mas a principal delas é querer ajudar o nosso planeta.

REFERÊNCIAS:  Terra: O coração ainda bate  -PROJESUL

Que bela crônica!

Conteúdo temático essencial.

Apreciei muito a leitura.

Parabéns!

Beijosssssssss

Grata, querida Silvia!

Beijossss.

 

RSS

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...