Trívioletra.

Sou grato, e aceitar a observação, é a primeira vez que eu falei neste estilo livre e, embora o criador aceita rimada tentar respeitar o interesse em seu obrigatória.
Muito obrigado. Até que isso aconteça vou me aposentar páginas par e evitar que outras pessoas me seguindo e este é toalmente errado.

.

Dr. Rafael Mérida Cruz-Lascano

“Hombre de Maíz, 2009”

Guatemala, C. A.

El nombre Trívioletra , poesía Minimalista y Experimental, -manifiesto- fue creado por Marco Bastos en enero de 2013.

Trívioletra es la unión de dos términos: trívio y letra

Rafael Mérida/ Amparito Mérida

Trivio…R: 1-3-5;     A:2-4-6. ABCABC

Letra…R: 1-3-5;      A:2-4. ABCBA

Exibições: 75

As respostas para este tópico estão encerradas.

Respostas a este tópico

Estimado y mui prezado Poeta e Escritor Dr. Rafael Mérida Cruz-Lascano...

Apreciei muitíssimo o Acrostico "Ave Viajera" tomando por base a palavra Trívioletra  

Mas este seu Poema ...não é um Trívioletra! Nem é um acróstico....  porque tem tercetos!

Não obedece de todo à essencia dos Trivioletras forma poética cujos princípios e bases estão expostas na Pagina do Grupo Trívioletra http://peapaz.ning.com/group/trivioletra 

e em Recanto das Letras 

http://www.recantodasletras.com.br/teorialiteraria/414785

Por várias razões...

  • excede as 7 letras regulamentares na palavra escolhida: AVE ou VIAJERA teriam sido optima escolha! até as duas!!
  • Cada terceto Só pode ter ATÉ 17 silabas métricas.
  • Não obedece a qualquer tipo de rima 
  • trívioletra tem 2 motes: o titulo e um outro inserido no 2º terceto do 1º verso! Exemplo: 

V

I

A rrojaré en vuelo // cual vate viajero //  ya seca mi palma (2)

J

l tiempo adormece // NUBLADA AVE GRIS // mar, tu perfil ensalma (1) (RETIREI O SE POR RAZÕES DE MÉTRICA!)

R

A

Sinto-me muito pesarosa de estar a escrever isto neste belo poema, mas tem de ser!

É como se estivesse a aceitar que chamássemos um Soneto ou uma Ode .......um Hackai!

Meu aplauso e PARABÉNS para essa linda parceria entre Rafael e Amparito!

ISSO É TRÍVIOLETA E TRÍVIOLETRAR!!!

 

 

Prezado Dr Rafael  Mérida Cruz-Lascano

Vinha aqui apresentar minhas desculpas por não ter visto que tinha apresentado 2 Trívioletras e não um só de varias letras!

Fiquei muito triste que tenha retirado  os seus 2 poemas TRÍVIO y LETRA ...mas entendi a razão pelo que o fez. Mas achei lastima pois eram bonitos e vosso trabalho conjunto...!

No PRATICAR está a aprendizagem desta técnica e peço-lhe devotadamente que participe connosco pois o que li no que retirou era lindo! Vamos tentar de novo?! Estou perdoada?!

Eno meu entender...

é necessario muita CORAGEM às AVES VIAJERAS  para transporem e viajarem tantos continentes e quilometros para obedecerem ao seu ADN.... anualmente migrarem!

beijos de poesiaaaaaa partilhados con Doña Amparito Mérida......

Chantal Fournet

Com meu profundo apreço.
Porque é assim que nascem na literatura. E nós não sabemos de onde vem o outro estilo ...
Doravante ser o "Meridiano de Meta Fiction"

A Meta-ficção meridiano, nasceu ao tentar intervir no estilo Trivio Letter ((O nome Trívioletra, poesia minimalista e Experimental, 'Este manifesto foi criado por Marco Bastos em janeiro de 2013.))

A ficção meta meridiano, é uma narrativa poética, auto-referencial, ou culterano conta micro, que aborda questões de arte, realidade e ficção.

A palavra do título, obrigar o número de estrofes, "Acrostic" e levar o número de versos como letras têm a palavra: os versos trípticos metafóricas (três hemistiquios) deve ser inferior a 18 sílabas métricas, ou 12, 15 ou 18 sílabas. Eles podem ser rimed a critério do poeta, se Palaba permite muitas linhas, poderia usar um estrófico determinado eixo estilo: Uma trova, quinteto, sexteto, oitavo, nono ou TENTH.-

O tema é de base ampla na natureza, pintura, sociedade, personagens, ficção e jogo literário deve ser escrito por dois autores, alusiva a quem é dedicado, apresentado pelo primeiro autor gira em sua própria órbita. o segundo transporta uma função reflectora, Ambos não pode ter duas linhas contínuas. Deve prestar atenção para o acróstico não desviar-se dos níveis de narrativa dentro de um único texto.

Rafael.

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...