Agua benfazeja,/ sacia a sede,/ refresca o calorão. (1)

      Brota de uma ravina, / com humildade,/ em doação (2)

     para todos os viventes/ É bençâo da Natureza/é nuvem,(3)

        graça divina/ que vem do céu/ perfeita Sabedoria. (4)

 

O TEU POEMA ARRUMADO COMO TRÍVIOLETRA TI

Á gua benfazeja // EM DOAÇÃO //  É Natureza... (1)

G raça divina // vem do céu // perfeita Sabedoria (4)

U ma nuvem // com humildade // É benção para viventes (3)

A sede sacia // brota da ravina // refresca no calorão (2)

TS (ou seja Sequêncial):

Á gua benfazeja // EM DOAÇÃO //  É Natureza... (1)

A sede sacia // brota da ravina // refresca no calorão (2)

U ma nuvem // com humildade // É benção para viventes (3)

G raça divina // vem do céu // perfeita Sabedoria (4)

Arlete Brasil Deretti Fernandes

Brasil

Exibições: 63

Respostas a este tópico

Querida Arlete Brasil Deretti Fernandes!

Fiquei Feliz com inserção do teu Poema arrumado entre nós!

Fiquei preocupada pois não obtive resposta à nossa conversa!

Só espero que tenha ficado entendida a construção do poema Trívioletra!

Meu abraço e meu aplauso !

beijos de poesiaaaa

Chantal Fournet

Uma alegria a tua presença neste descontraído grupo Arlete.

És uma poetisa plena em sensibilidade, e te agradeço pela leitura de tão belo poema.

beijos

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...