Queridos Poetas
Na sequência doTC MARIANA e seu desastre ecológico, como o tema é, 
infelizmente, inesgotável, pensei e postei outro poema TC intitulado MINAS dando-nos a todos mais chances de desenvolvermos um pouco mais nosso sentimento transbordante no tema...

Espero vossa participação e poesia sensível e artistica...!
Beijos a todos
Chantal Fournet

Poema Trívioletra TC: MINAS 

ina da Fábrica // Brasil é fraco // caso do desastre. (2)

a garimpar // pisou duas minas // maldade explodiu. (3)

N efasto destino // brisa de tom cinza //  minério mortal. (4)

morte ri desgarrada // SANGRA DOCE O RIO // vidas perdidas (1)

S onhos Midas real_idade // toque in_verso // pó da ambição. (5)

Chantal Fournet - 1

Rafael Mérida - 2

João Furtado -  3, 5

Mónica Pamplona - 4 

Poema Trívioletra TS: MINAS

morte ri desgarrada // SANGRA DOCE O RIO // vidas perdidas (1)

a garimpar // pisou duas minas // maldade explodiu. (3)

ina da Fábrica // Brasil é fraco // caso do desastre. (2)

efasto destino // brisa de tom cinza //  minério mortal. (4)

onhos Midas real_idade // toque in_verso // pó da ambição. (5)

Exibições: 179

Respostas a este tópico

Maior municipio // onde seus rios  // propiciam sua existencia  (2)

Rafael Mérida   (2)

Estimado Poeta Rafael Mérida 

Fico aguardando sua importante opinião à sugestão

Beijos de poesiaaaaaaaaa

Chantal

I a garimpar // pisou duas minas // maldade explodiu. (3)

Obrigadaoeta João Furtado!

Como pudeste ver quase salta do tema em questão, mas teu 3º verso ressalta com a realidade do Rio Doce e toda a Zona inundada de lamas e penso que pode ser aceite a tua leitura de minas de guerra......!

Que teu Domingo seja perfeito e acolhedor

Beijos de poesiaaaaaa

Chantal Fournet

Minas Gerais, é um estado, cercado por muitos rios (especialmente a bacia do Rio Doce)
  o vazamento de resíduos de mineração no rio foi um grande prejuízo e gerou um grande desastre de Mariana, problema gigantesco, na bacia do rio, mas antes disso, o rio já estava em um processo que ele considera de quase "morte" .

Estimado Dr Rafael Mérida

Fico sempre feliz com sua participação! Achei importante tambem este comentário sobre a bacia de Minas e sobre o Rio Doce! Não sabia que ná apesentava antes do desastre ecológico graves sinais ...de estar "doente".....

Grata!

Beijos de poesiaaaaaaa que tenha um precioso Domingo!

Chantal Fournet

Substitua a primeira contribuição (2)
Mina da Fábrica // Brasil é fraco // caso do desastre. (2)

Rafael Mérida (2)

PARACATU DE BAIXO

.

.

Desastre de mineração

em ele pensava potência mortal

a massacre e a inclemência

Isso duraria para sempre.

Para a ganância ainda

40 cidades, disse ele, vilão,

A lama maluca emana

ele não conhece suas intenções

demonstrações forçadas

esperando por outra manhã

.

A barragem deixaria

Na atualidade,

há pessoas sem consciência

que o Piquete sofreu a alma.

Empresa "Minas Gerais"

Eu vim derrames

sua casa cai sem uma janela

vida em milhões de cobertura

eles pensam ... represas e contenções

"Espírito de Mariana"

.

Quem já morou lá

e que ele viveu aquela emergência

Na atualidade,

sem minas, melhor seria.

Bem-estar que o mundo anseia

é a terra que ganha

e que,

Isso deixa decepções,

Parachute sem calção,

"Espírito Santo e Mariana"

.

.

Espinelas en castellano

.

.

Desastre  de minería

no pensó  mortal potencia

la masacre y la inclemencia

que por siempre duraría.

Por codicia  todavía

40 ciudades, dijo, villana,

fango  fetidez emana

no sabe  sus intenciones

forzó a manifestaciones

esperando otro mañana.

.

La represa dejaría

Veinte muertos, evidencia,

hay personas sin conciencia

que a Piquete su alma hería.

"Minas Gerais"  Compañía

allí veneno derrama

su hogar queda sin ventana

vidas no  cubren  millones

piensan…  dique y contenciones

"Espíritu de Mariana"

.

Quien antes allí vivía

y que vivió esa emergencia

consciente emite sentencia,

sin minas, mejor sería.

Bienestar que el mundo ansía

es la tierra la que gana

quitando avaricia humana,

que deja desilusiones,

Paracatu sin calzones,

“Santo espíritu y Mariana”

.

.

Rafael Mérida Cruz-Lascano

“Hombre de Maíz, 2009”

Guatemala, C. A.

 

 

Brasil., Espírito Santo. Maríana,, Minas Gerais.,  Paracatú., Rafael_Mérida_Cruz-Lascano.,

Uma poesia bem real Poeta Rafael.

Triste realidade cantada em versos muito belos.

Eu prefiro não comentar Chantal por que eu não entendo. Desculpe-me.

Querida MMM!  

Agora sou eu que não entendi! kkkkk Não comentas a poesia ou o artigo e o caso a que se refere o tema??!!!

Trívioletra é um estilo de poesia Experimental e Minimalista! 

Beijos de poesiaaaaaa e obrigada por tua presença

Chantal Fournet

Querida Chantal,

Quando você faz o convite aos participantes eu não entendo.

Creio que não compreendo o estilo da chamada.

A poesia é sempre monumental, independente do assunto a que ela se refere.

A obra em si eu posso comentar.

Será que me expliquei melhor agora?

Beijinhos.

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...