Poema Trívioletra TC: COLHE!

olher flores quero // semente plantei // fruto perfumado. (4)
O nde cresce semente // OUTONO É VIVER! // recolhe Amor (1)
eva  vento folhas // Adubo na terra // Revive solo(3)
armonia // ouro florescente // grinalda sazonal (2)
E​ ntra o cristal chuvisco! // vestes de romã // perfumes de Vida! (5) 

Chantal Fournet -1, 5
Laís Müller - 2
Dione Fonseca - 3
João Furtado - 4
.........

Poema Trívioletra TS: COLHE!

nde cresce semente // OUTONO É VIVER! // recolhe Amor (1)

armonia // ouro florescente // grinalda sazonal (2)

eva  vento folhas // Adubo na terra // Revive solo(3)

olher flores quero // semente plantei // fruto perfumado. (4)

E​ ntra o cristal chuvisco! // vestes de romã // perfumes de Vida! (5) 

 Lais Maria Muller Moreira

 Dione Fonseca de Barros

 João Pereira Correia Furtado 

 

Exibições: 143

Respostas a este tópico

Prodigiosa estação cantada em sentimento exímio!!!!!

Belíssimo

beijos

Grata querida Laís Müller!

é a Estação do Ouro gratuito, escorrendo da Natureza,

para gáudio dos nossos olhos e espírito!

beijos de poesiaaaaaaaaaa e de alegria

por tua linda e inspirada presença!

Chantal Fournet

 H armonia // ouro florescente // grinalda sazonal (2)

 Laís Müller- 2

Homenageando teu ultimo verso do teu lindo terceto:

H armonia // ouro florescente // grinalda sazonal (2)

Grata.....

Beijos de poesiaaaaaa e de alegria!

Chantal Fournet

Tema lindo bjus Chantal

Volte logo

Que lindo teu ramo !!!!!!!!!!

Grata por esta beleza!!!!!!!!!

Não desejas iniciar um TC?! Fico sempre deliciada quando vocês iniciam um poema TC!

Ah! já participaste em IBEJI da poetisa Laís Müller?!

Beijos de poesiaaaaa!

Chantal Fournet

Harmonia o circulo da vida aduno  que vive na arvore novamente .

beijos de amizade por tua Amizade e Alento!

Chantal Fournet

Leva  vento folhas// Adubo na terra//  / Revive solo(3)

Dione Fonseca.

Querida Poetisa Dione Fonseca!!

Deixaste-me feliz com tua participação e teu terceto - t! É o alento que necessito para continuar!

Não há em ti dores ou incapacidades que te retenham e impeçam de realizar; e sempre, ao máximo, tentar mais e sempre melhor! És um exemplo para mim na tua força de ânimo!!

Beijos de poesiaaaaa

Chantal Fournet

RSS

Membros

Designers PEAPAZ

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

*Reinaldo*

Poema ao acaso...

Visitantes

Liv Traffic Stats

Mídias Sociais

View Sílvia Mota ***'s profile on LinkedIn

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço