O cigano é ser vibrante, intenso.

Em seu peito arde um fogo típico

De quem vive com intensidade

Todas as experiências que a vida apresenta.

 

O cigano enfrenta as adversidades com bravura,

Vive sem temer os resultados

Ciente que deve lutar com transparência

Preservando o certo, a dignidade, a honra.

 

O sangue que corre em suas veias

É ardente como o fogo 

Que alimenta a fogueira

Que ilumina sua alma e lhe dá alimento.

 

 O fogo crepita em sua alma

E fora dela dando-lhe visão e sabedoria

Para encarar as vulgaridades sem se queimar

Nas tramas ardilosas que são armadas ao redor.

 

O poder do fogo queima as impurezas

Indica-lhe o caminho claro e sem mácula

Que deve perseguir ao longo da vida,

Preservando os costumes a honra e a moral cigana.

 

Isabel C S Vargas

PELOTAS/RS/BRASIL

08 07 2017

Exibições: 65

Respostas a este tópico

Lindo. Parabéns

Belas linhas querida amiga Isabel Vargas.

Um lindo poema nos ofertou para este certame,

muito obrigada. Amei. Mil aplausos.

Uma noite repleta de luz

Beijos

Muito lindo, parabéns!!

RSS

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...