ANCHIETA ALVES DE SANATANA
Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos (1)
  • Eventos
  • Grupos (2)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de ANCHIETA ALVES DE SANATANA

  • Ednaldo Florentino dos Santos
  • Lais Maria Muller Moreira
  • Sílvia Mota
 

Página de ANCHIETA ALVES DE SANATANA

Últimas atividades

MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para ANCHIETA ALVES DE SANATANA
"FELIZ ANIVERSÁRIO E BOM CARNAVAL ANCHIETA!"
13 Fev

Informações do Perfil

1 - Indicar nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
Anchieta Alves de Santana, Anchieta Santana
2 - Local da residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
Rua Francisco Carvalho, 75, CEP 648600000-Uruçuí-PI
3 - Como chegaste ao Portal PEAPAZ?
Recebi convite email
4 - Traça-nos s tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
Anchieta Alves de Santana, nasceu em Uruçuí-PI, 13 de fevereiro de 1963. É graduando em História, licenciado em Letras/Português e pós-graduado em Linguística e Docência do Ensino Superior. Começou a produzir textos a partir de 1980. Participou das antologias “Desejo de Escrever” e “Alma de Poeta”, do Grupo Editorial Beco dos Poetas & Escritores Ltda. Em 2009 lançou um romance intitulado “Maria Clara”.
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
Não
6 - Link para site/blog próprio.
anchietaasantana@hotmail.com
7 - Insira aqui os links para os teus perfis nas Redes Sociais.
anchietaasantana@hotmail.com
8 - Publica três poemas, textos ou imagens da tua autoria.
A MASSA E O PÃO

Falhou...
A massa que amansa
Os delírios que dominam
A massa humana.

Esqueceram que a massa que somos,
Sem a massa... se amassa
E foge o vigor.

A massa de que falo
É a massa
Que, neurótica,
Exige a massa que amansa
Os delírios que dominam
A massa humana.

A massa que vira pão
E vibra o ser
É a força que falta
Para a massa humana não morrer.

Anchieta Santana Uruçuí-PI, 1999
OLHOS CALEJADOS

Desde muito tempo, Que se tende em parar... Enxergo-me dentro de um mundo Ao meio de um deserto No fundo do mar Com canto Sem encanto Sem lar.

Anchieta Santana
SAUDADES DO MEU RINCÃO



No recanto onde nasci
Existe aconchego indescritível
E uma beleza inenarrável
Que domina e brinca com a gente
De forma extraordinária
Sem tédio, sem melancolia.

Lá, nada é mais gostoso,
Do que sair pelas veredas de agreste
pés descalços
peito nu
mente sã...
Ouvindo conversas de minha mãe...
E olhando as folhas verdes
Num balouçar pra vida
Numa rotina de paz
Beldade e de harmonia.

E numa revoada poética
Na melodia certa
As aves de arribação
Fazem floreios encantadores
Num agradecimento gentil
À mãe natureza.
[que,
Como a mamãe, a mamãe de lá,
Dá a vida pelos filhos
E quer, em troca, apenas carinho e respeito
Nada mais. Nada mais!

Não me saí da lembrança
Os encantos de meu sertão
Lá, eu nasci, fui moleque-criança...
E já chorei de emoções,
Emoções pela beleza natural
Pelo barulho das águas
Em dia e chuvarada.
Pela morte de meu cachorro Jupi
Que era caçador-mestre
E vaqueiro implacável.
Pela despedida final
De meu irmão Cleone
E da mana-amada-bela-meiga-jovem Julita.

As lembranças me corroem
E me transformam em paciente!
E aí só as miragens persistentes
E a chuva no sertão
Servem de lenitivo.

.

 

À LUZ DO DIA

 

 

Cravei os olhos no céu

E não vi pássaros voarem;

Vi um mundo encoberto,

Tragando no horizonte

Como uma chaminé a enfumaçar.

 

Vi na menina

A palidez nascer;

E lá nos lugares longínquos,

Animais, de palidez, padecerem;

Geme o gambá de primeira cria

Despedindo-se para morrer.

 

Canta Gonzagão,

Chico Mendes já morreu

Pelejando pra conter

Essa desunião

Que engole florestas, animais...

Enquanto alguém paga pra ver

O progresso da destruição.

 

Vi ao meio dia

O Sol luta pra nascer;

Era tal qual

O gambá que gemia

Despedindo-se para morrer.

Caixa de Recados (13 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Às 9:40 em 13 fevereiro 2018, MARGARIDA MARIA MADRUGA disse...

FELIZ ANIVERSÁRIO E BOM CARNAVAL ANCHIETA!

Em 2:16pm on fevereiro 13, 2017, Evandro Jorge do Espirito Santo deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
paz e bem ! parabéns !
Em 6:57am on fevereiro 13, 2017, Etelvina Gonçalves da Costa deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
Parabéns muitas felicidades Um dia de aniversário de festa e alegria . Um abraço
Em 12:43am on fevereiro 13, 2017, Lúcia Cláudia Gama Oliveira deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
Felicidades! Parabéns.
Em 12:11am on fevereiro 14, 2016, Waulena d'Oliveira Silva deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO !!! Muita saúde e poesia ! Waulena
Às 23:28 em 13 fevereiro 2016, Sílvia Mota disse...

Às 10:52 em 13 fevereiro 2016, Dione Fonseca de Barros disse...

 Meu abraço pelo seu  novo ano que seja maravilhoso . Parabéns e  Mil alegrias e sorrisos

.

 Bem vindo poeta ao Peapaz.

 Saudações poéticas.

Em 9:09am on fevereiro 13, 2016, ROSEMARIE PARRA deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
parabens pelo teu niver, bjss
Em 1:28am on fevereiro 13, 2016, Maria Iraci Leal deu para ANCHIETA ALVES DE SANATANA um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO, BEIJOS MIL.
Às 13:51 em 28 setembro 2015, Maria Iraci Leal disse...

Bem vindo, 

tua presença muito nos honra, bjs MIL.

 
 
 

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço