João Batista de Campos
  • Masculino
  • São Roque - SP
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de João Batista de Campos

  • Arlete Maria Piedade Louro
  • Mauro Martins Santos
  • MARIO ROLANDO VIDES ALVARADO
  • fatima j zuanetti
  • Sandra Galante
  • Jean Marcell Gomes Albino
  • Janete Francisco Sales Yoshinaga
  • Helder Gonçalves
  • Waulena d'Oliveira Silva
  • Jorge Luiz Franco Linhaça
  • Loubah Sofia
  • Poeta Malume do Brasil.
  • Alvaro Sertano
  • Lais Maria Muller Moreira
  • Arlete Brasil Deretti Fernandes
 

Página de João Batista de Campos

Últimas atividades

Nieves Merino Guerra curtiu a postagem no blog Tem dia de João Batista de Campos
16 Jun
Posts no blog por João Batista de Campos

Tem dia

 Tem dia que se inicia com o tédio da melancolia qual redundância entedia desde a infância, porém, indo além, existe um remédio que muito remedia, receitado pela médica do dia a dia. Doutora Musa, que muito abusa dessa receita sem contraindicação, já que faz uso do laboratório palpitante e decantado, chamado: Coração. Às vezes a Medusa fica inclusa nessa situação, a qual cobra com suas cobras a subserviente mente, criando em segredo iminente medo de suas vis serpentes ao traçar de toda obra. De…Ver mais...
15 Jun
João Batista de Campos postou um status
"Iván, grato, pela suas amigáveis palavras. Forte abraço de seu conservo: campos."
11 Jun
Iván comentou a postagem no blog Mundo de todo mundo de João Batista de Campos
"El difícil mundo del amor,  El fácil mundo del odio.  Gusto de leerte, João. "
11 Jun
Posts no blog por João Batista de Campos

Mundo de todo mundo

Na palma de sua mão há o mundo de todo o mundo.É a ficção da fiel realidade que chegou à posteridade e a desnudar com valor tamanha prosperidade.O mundo digital pode, porém, o mundo continua imundo e pobre em sua vil insanidade.É o povo que se sacode, pois, jamais pode se alimentar de seu celular nobre. Cuja nobreza vem servir à honesta beleza e; infelizmente ao reino da safadeza.Para onde fugiu o amor, realidade que explode no sangue, sem a sua original cor à maléfica vida de estupor, sem…Ver mais...
10 Jun
João Batista de Campos atualizaram seus perfis
4 Jun
João Batista de Campos postou um status
"Grato, Nieves pelas suas observações. Abraços do jb."
4 Jun
João Batista de Campos curtiu a postagem no blog LLAMA EN EL RECUERDO de Nieves Merino Guerra
4 Jun
João Batista de Campos comentou a postagem no blog LLAMA EN EL RECUERDO de Nieves Merino Guerra
"Parabéns, Nieves, realmente o verdadeiro amor é eterno! O amor liberta! Abraços do jb."
4 Jun
Nieves Merino Guerra comentou a postagem no blog Abraço que cura de João Batista de Campos
"Felicidades  Parabéns!"
4 Jun
Nieves Merino Guerra curtiu a postagem no blog Abraço que cura de João Batista de Campos
4 Jun
Nieves Merino Guerra comentou a postagem no blog Você & Solidão de João Batista de Campos
"Felicidades  Parabéns!"
4 Jun
Nieves Merino Guerra curtiu a postagem no blog Você & Solidão de João Batista de Campos
4 Jun
Posts no blog por João Batista de Campos

Você & Solidão

Meu amigo, minha amiga, meu irmão, pensem um pouco comigo: Vamos limitar o medo e ser amigo da Solidão. A liberdade não tem idade, dos dezessete aos cento e sete um pensamento nos arremete ao centro dum furacão: O medo é o maior arremedo da solidão. Sejamos amigo do medo, pois, mostra em segredo o perigo eminente sempre à frente da gente. Porém, a nós nos convêm entender os meandros da lida na vida e sua maior distração, a sofreguidão.É sempre o medo meu irmão do coração. O medo de viver a…Ver mais...
1 Jun
Posts no blog por João Batista de Campos

Abraço que cura

O simples ato de abraçar pode reduzir a dor forjada pelo mau pensar.Na sarjeta da vida pode se encontrar o exegeta do amar.O verbo amar é muito enganoso, posto, imprimir a sabedoria do verbo desvencilhar.Somente pode amar aquele se despe de si mesmo.No vicejar do velho olhar apenas, pode-se antenar no prazer de curar pelo amor do sincero abraço como traço de conjugar a si mesmo.Não se trata do verbo libidinoso, para o qual tem a hora, porém, agora é o abraço do amor-perfeito sem o racismo…Ver mais...
21 Maio
Posts no blog por João Batista de Campos

Tô nem aí, meu...

Sussurros do além. Bem aqui dentro de mim ouço alguém do além a falar e escrever também, pode crer, é a musa intrusa a dizer aquilo que não sei, porém, ela abusa. Primeiro, aprendo por derradeiro; para depois ir ao meu companheiro, Ai de mim se não cumprir com a missão de escrever sem antever os resultados mensurados por esse ser dentro de mim. O mistério continua o tempo inteiro apesar de ser sempre o derradeiro. “Os primeiros serão os derradeiros e os derradeiros serão os primeiros”. Assim…Ver mais...
20 Maio

Informações do Perfil

1 - Indicar teu nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
jbcampos
2 - Local da tua residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
São Roque
3 - Como chegaste ao Portal PEAPAZ?
Através de convite.
4 - Traça-nos tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
Escritor
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
Sim
6 - Link para site/blog próprio.
http://www.mensalem.blogspot.com.br
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamizade/1917317
7 - Insira aqui os links para teus perfis nas Redes Sociais.
https://www.facebook.com/jb.campos.1232
8 - Publica três poemas ou textos da tua autoria.
Mais linda ainda

A gratidão é o pulmão da evolução, sem a importância de nacionalidade ou religião. A simplicidade que impera em teu nobre coração a deixa mais linda ainda. Porém, é o além que perdura e perfuma essa beleza finda qual o mais puro cristal que, um dia se quebrará ao cair de seu belo pedestal. Esse cristal é a tua vida que um dia terminará. Creias minha amiga, o teu brilho jamais se apagará, e continuarás mais linda ainda. Então sejas diamante aquilatado de alma pura, para não deixar de ser a cura apurada diante de qualquer censura frustrada. Sejas mais linda ainda, minha amada, sempre por mim idolatrada. Tentarei seguir os teus passos se a mim me houver espaço, haja meus lamentos se me não houver merecimento, porém, ratifico neste momento: a gratidão é o pulmão da evolução. Então sou eternamente grato respeitando qualquer decisão. Estarei confiante-vigilante desta minha missão.

Lembras-te deste simples apaixonado, e me socorres, minha querida “Esperança, já que és a última que morre”.



jbcampos

A Vidraça

O saber é luz que não se traça. É tesouro virtual quanto à própria alma. É um bem, quando bem utilizado para trazer paz e calma a você e a quem mora ao lado, por pouco que se faça. Porém, vem o triste recado: Ele está sempre guardado deixando a mente estouvada e à mercê. Às vezes plenamente cega como se pode ver um bem embolorado. Jamais esquecido apesar de mofado, não servindo a nada, nem à ignorância que se carrega. É o desperdício de inerte vício. É mais que pecado.
Se você é dono de mesa farta com muitas iguarias, e com boa saúde para saboreá-las, muito bem, está fazendo bom uso de um tesouro. Porém, se não reúne essas qualidades, sinto muito em lhe dizer coisas nobres, pois, assim o faço com humildade: “Você, é mais um pobre“ a bem da verdade. A menos que possua aquele tesouro de mais idade chamado: Amor. Aí você é rico sobremaneira encerrando qualquer discussão de qualquer asneira e sem a menor qualidade.
Sabedoria guardada em prateleira merece um instante de atenção, quando se tem uma estante ao alcance da mão. Mais um tesouro guardado fora, para não dizer: jogado agora num lamacento chão. É pobreza de doer o coração. Continua pobre, meu irmão!
Veja este tesouro da vidraça, que a traça jamais traça, eis a lição: Atrás da vidraça onde somente a visão traspassa qualquer emoção, está a criança cheia de graça olhando aos pássaros na ensolarada praça. São os donos da natureza em sua esplêndida beleza. Agora, e você para, para contemplar o que vê, ou o vê na tevê? Você precisa entender onde se acha a graça de se viver! Ela não está na parede, na copa, tampouco, na rede, está em você. Então é biliardário e generoso ao gastar o seu tesouro com o otário que não quer aprender. Fazer o que, povo é povo, você é você; o rico que não se vê...


Parabéns, você é o mais forte candidato à felicidade.


jbcampos

A menina e a vassoura

jbcampos

Thaís com apenas sete aninhos de idade, varria o seu pequeno quintal, enquanto, a família reunida no mais alto astral, apesar de recordar saudades.
Pela sua ausência, brada-lha o pai, exegeta da língua:
- O que tu fazes menina?
Responde ao pai, a varredeira:
- Estou vassourando, papai.
- Minha querida filha, além de usares o gerúndio, vai vassourar com um verbo alhures?
– Papai o que é alhures?
Diz o pai à criança:
- Alhures é quase o mesmo que, algures...
Querendo dispensar explicações naquele festivo momento.
- Sabe papai, vassourar é um belo verbo... Assim me disse a professora Judite.
Antes que houvesse qualquer resposta, ouviu-se um caloroso aplauso irônico por parte da família, que em seguida cantou: Parabéns a Você...

Verbo vassourar

 

 Só o seu acalanto enxuga as rugas do meu pranto 

Jbcampos

 

Às vezes triste pelo mal que ainda existe
Neste afeito peito, feito de jeito trigueiro.
Travestido de rubra flor, vem e o maltrata.
Forte e altaneiro para sequer dizer brejeiro,
É o imperador do universo o grande mediador
Da dor de apelido conhecido pelo nome de amor.
Mas, sou insistente e com essa dor a qual me mata.

 

Somente o seu suave e santo acalanto
Ao murmúrio de suave canto me arrebata
Ao soluçar do debruçar de uma linda cascata.
É d’um encanto; qual inexiste no mundo inteiro.
Não há fama, tampouco qualquer troco de dinheiro
Muito ou pouco, não me importa se for clara, indireta
Ou torta. Jamais a trocarei por qualquer outra estupidez.
A minha loucura fará da minha cura uma segura curva reta.

 

Sempre é o amor-compaixão a cuidar da loucura humana.

O Clarim da Paz

 

MATAR O EGO!

jbcampos

 

Essa é a odisséia real do ser iluminado, daquele que não necessita mais de voltar a este mundo de imperfeições.
Para acabar com essa existência, realmente devem-se matar tudo o que é pernicioso à vida do próximo, até porque todo o próximo é o mesmo próximo...
A nossa vida está cheia de armadilhas, que irão nos iludir, nos atocaiar em tudo aquilo que formos fazer, essa é a grande realidade humana.
O nosso ego cresce cada vez mais pelas nossas frustrações, aliás, a frustração em si, é uma maneira natural de se evoluir psicossomaticamente, posto que o frustrado luta aguerridamente para mostrar-se útil ao meio no qual vive, até aqui... Tudo bem... Porém, não se pode apenas ficar nessa de lutar perenemente pela frustração do eu, tem-se de alcançar a conscientização de que o nosso ego é muito pequeno perto dos nossos semelhantes, e de todos os universos, e entender-se de que deles se faz parte.
Ter a leve consciência de reconhecer-se mortal e plenamente falível, enxergar com otimismo que se é mortal, é de total importância para o verdadeiro crescimento, aliás, parece mesmo ser muito difícil enxergar o óbvio.
- Quem já matou o ego?
- Com certeza já se desencarnou!
Por muita humildade que possamos possuir, ainda assim estaremos longe de extirparmo-nos das vaidades deste mundo.
O nosso egocentrismo é avassalador!
Porém, já está de bom tamanho reconhecer o óbvio de que somos frágeis seres humanos.
Estamos cansados de ver velhos arrogantes, até frisamos os velhos; porque os jovens não viveram tanto, e por isto, poderão estar mais longe da morte na sua própria vaidade de continuar a viver.
Não estamos aqui querendo que ninguém morra, mas, é exatamente isso que um dia acaba acontecendo, e os velhos estão muito mais próximos, e bem por isso deveriam entender que a sua vida está mudando de lugar.
Pobreza – saúde - formosura – fama – riqueza – intelecto - tudo isto passará rapidamente.
Notamos que os grandes apropriadores de bens dos pobres são exatamente aqueles de terceira idade, posto que já passassem pela nefasta experiência de exercitarem-se no crime de colarinho branco, que os isentam da prisão e dos arrestos dos bens roubados dos miseráveis deste mundo.
São pessoas muito aculturadas - mas, são inteligentes?
Há milênios eles existem, muito já ouvimos e lemos sobre os escribas e fariseus, que foram adjetivados em feitio pejorativo pela boca de Jesus e de seus apóstolos...

 

 O Mediador da Paz

 

                                               

A Eclosão da Paz

 

Sinopse

 

Eclosão da Paz

Jb.campos

A maior riqueza do ser humano é a Paz!
Então, por que o homem faz a guerra?
Aonde vai parar a hipocrisia humana?

A nossa maior dádiva divina, está no nosso interior, e ela é tão intrincada que, jamais homem algum conseguiu decifrá-la.
A tão estudiosa e decantada ciência humana, jamais pôde fazer qualquer demonstração precisa sobre o nosso universo interior.
Muito menos as ciências religiosas, ou artes religiosas, ninguém, realmente explicou-a com convicção.
O caldeirão está posto à mesa: Medicina, Psicologia, Parapsicologia, Psicoterapia, Filosofia e toda a mescla religiosa...
No entanto, não podemos ignorar os milagres, ou os fenômenos da vida humana.
A força desmesurada da fé, embora, também não haja uma explicação empírica para esta força, está à vista, caso se queira enxergá-la.
Explicações subjetivas existem aos montes.
Estão pela face da Terra; por milhares de anos, os livros: “Sagrados” os quais explicam, e explicam, narrando às nojentas histórias eclesiais de matanças infindáveis, igualmente às mídias da atualidade e as intermináveis: “Guerras Santas”

Do livro Eclosão da Paz

O MEU SONHO FOI UM PISCAR DE OLHOS...

jbcampos

 

Há muito tempo por aqui apareci olhando montanhas, sanhaços, pintassilgos, beija-flores beijando bem-te-vis, despencando de penhascos regorjeando louvores. A pradaria murmurando o vergel-lilás de suas flores. Era o lugar que sonhava para os meus amores. Então nada mais me faltava... E foi ali que escolhi. O meu alvorecer era em cores, a chuva me iluminava, o sol me inspirava destilando deliciosos licores. No conforto informal, no desejo de mais um mortal... No crepuscular das tardes de magia, embriagado ao tom do doirado som a acariciar meus ouvidos, qual a todos os lados naqueles dias a mim consagrados... Tudo e a todos tingia. Nesse mel de melaço, no mais puro regaço que no profundo de minh’alma regava, e me fundia em alegria. Foram belos os meus dias os quais minha mente arejava. À rede me embalavam as noites calmas, meus pensamentos voavam em nuvens alvas. O meu espírito se projetava além de coisas humanas. Nas longas tardes de frescor-rupestre dos fins de semana, ”muito além de Trapobana”, aliás, estava pra lá de “Pasárgada, onde eu era amigo do rei” e assim, muitas vezes, pensei: “Jamais escolherei qualquer mulher, pois, muito além dessa eu já tinha, mesmo sendo amigo do rei”, com certeza de tanta beleza, e convicto de que não a merecia, por isso foi que não errei! Foi aí que compreendi: sou um privilegiado; e o meu lar construi dependurado no topo de um monte encantado, porém, alicerçado com cascalho dali. Belos e floridos jardins, com melífluo odor de jasmim. Em cima do vale, com minha visão deslumbrada. Minha família; presença marcada. Parece ter sido ontem... O tempo passou ligeiro e neste comboio fui passageiro. Meus filhos se casaram, meus netos se foram... A minha companheira de tantos janeiros a partir foi à derradeira, mas partiu pra valer, enfim, o meu coração se partiu por inteiro. Restou-me a oração, pássaros e a canção do meu velho travesseiro enfronhado de emoção. Confessor e confessionário neste esplêndido cenário passo o tempo a escrever com alegria e prazer, como se fora mais um otário teimando em reviver. Não sou hipócrita em meus apócrifos... E não quero me enganar. Aprendi a ver a vida em sua plenitude, encaneci com saúde e não posso reclamar. Partida é partida... A existência é efêmera e, nem posso chorar. Chegamos-voltando à frente de câmeras registrando os relatos, de fato; relatando os fatos. Alcovitamos em nossas câmaras, regurgitamos desagravos ao nosso Criador e Pai. Melhor nos fora juntar os favos da gloriosa e eterna Paz, do que os trapos que o mal sempre nos traz. Caro irmão-leitor pense como for, mas, por favor, não tenha pudor dessa falsa dor com pavor. Nem seja acre, do seu coração tire o lacre, e no amor seja craque sem o menor palor. É a realidade da vida, flor em botão qual murcha dando-nos o seu tom chamando-nos à atenção. Qual à bucha, com água e sabão, no banho é algo estranho, verdadeiro estrebucho no antigo corpo de um bruxo. Às vezes velho-tacanho aos olhos de estranho. Pode ser, mas não é se ele sabe o que a vida é! Pois, fez-se amigo de tudo e até da boa solidão, na realidade é sortudo, meu caro-querido irmão, ele enxerga até pelo pé sendo prevecto ancião... A solidão pode ser o desespero ou o tempero de se encontrar com o “Eu” por inteiro. “As aparências enganam”. A solidão pode ser uma ótima companheira. Essa amiga vem para burilar a nossa alma dando-nos a condição de vencermos a nós mesmos, já que o nosso maior inimigo está no interior do nosso coração o qual deve ser cinzelado com o amor da mansidão no universo dessa eterna imensidão... Na realidade o meu coração mora nos universos dos universos juntamente com o seu...

 

Esta historieta faz parte da vida deste modesto amanuense anacoreta...

 

Muita paz e amor a sua pseudossolidão...

Ah... Se tudo fosse primavera

Jbcampos

Seria o respirar de renovada era
ao revoar de tantas quimeras.
Ao perfumar de belas flores,
o singular de seus amores.
Alegria-fantasia e açores
a escorar o seu veleiro,
ao tisnar do nevoeiro.

Oh... Inocente primavera,
é prima irmã do vil verão
o qual aquece o coração
na manutenção da ilusão.
Seja como for, o outono,
traz em seu bojo o bônus
ao inferno-gélido-inverno.
Oh... Inocente primavera,
Olá: Juventude; saudação.
É apenas mais uma estação
a rir da vida em sua profusão.

Apesar de bela saúde, um dia
toda essa maravilhosa alegria
resumirá essa gloriosa plenitude.
O seu amor àquela flor, sobretudo,
o seu orgulho mergulhado no ataúde.
Despida, quiçá, lhe sobre um sobretudo.

Porém, essa é lei a qual advém
do misterioso circo do além.

 

Mesmo que você não goste!

Amor & Paz

Blog de João Batista de Campos

Tem dia

Postado em 15 junho 2017 às 15:04 0 Comentários

 

Tem dia que se inicia com o tédio da melancolia qual redundância entedia desde a infância, porém, indo além, existe um remédio que muito remedia, receitado pela médica do dia a dia. Doutora Musa, que muito abusa dessa receita sem contraindicação, já que faz uso do laboratório palpitante e decantado, chamado: Coração. Às vezes a Medusa fica inclusa nessa situação, a qual cobra com suas cobras a subserviente mente,…

Continuar

Mundo de todo mundo

Postado em 10 junho 2017 às 21:30 1 Comentar

Na palma de sua mão há o mundo de todo o mundo.

É a ficção da fiel realidade que chegou à posteridade e a desnudar com valor tamanha prosperidade.…

Continuar

Você & Solidão

Postado em 1 junho 2017 às 10:30 1 Comentar

Meu amigo, minha amiga, meu irmão, pensem um pouco comigo: Vamos limitar o medo e ser amigo da Solidão. A liberdade não tem idade, dos dezessete aos cento e sete um pensamento nos arremete ao centro dum furacão: O medo é o maior arremedo da solidão. Sejamos amigo do medo, pois, mostra em segredo o perigo eminente sempre à frente da gente. Porém, a nós nos convêm entender os meandros da lida na vida e sua maior distração, a sofreguidão.

É sempre o medo…

Continuar

Abraço que cura

Postado em 21 maio 2017 às 12:39 1 Comentar

O simples ato de abraçar pode reduzir a dor forjada pelo mau pensar.

Na sarjeta da vida pode se encontrar o exegeta do amar.

O verbo amar é muito enganoso, posto, imprimir a sabedoria do verbo desvencilhar.

Somente pode amar aquele se despe de si mesmo.

No vicejar do velho olhar apenas, pode-se antenar no prazer de curar pelo amor do sincero abraço como traço de conjugar a si…

Continuar

Caixa de Recados (49 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Às 16:13 em 27 fevereiro 2017, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Em 9:56am on fevereiro 27, 2017, Etelvina Gonçalves da Costa deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Parabéns Um dia repleto de bençãos muita festa e alegria Um abraço de felicidade
Em 7:28am on fevereiro 27, 2017, Janete Francisco Sales Yoshinaga deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Feliz aniversário querido amigo João Batista! Paz, amor e saúde. Mil felicidades! Beijos
Às 21:10 em 27 fevereiro 2016, Maria Iraci Leal disse...

Às 17:04 em 27 fevereiro 2016, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Em 11:56am on fevereiro 27, 2016, Janete Francisco Sales Yoshinaga deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Feliz aniversário querido amigo! Muita paz, saúde e amor. Mil felicidades Beijos
Em 2:38am on fevereiro 27, 2016, Waulena d'Oliveira Silva deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO !!! Muita saúde e poesia ! Waulena
Em 9:15am on fevereiro 26, 2016, Evandro Jorge do Espirito Santo deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
paz e bem ! parabéns ! abraçossssssss
Às 18:58 em 27 fevereiro 2015, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Conferir "FELIZ ANIVERSÁRIO JOÃO BATISTA DE CAMPOS!" no Poetas e Escritores do Amor e da: http://silviamota.ning.com/group/aniversarios-no-peapaz/forum/topics/feliz-aniversario-joao-batista-de-campos

Em 2:42pm on fevereiro 27, 2015, Waulena d'Oliveira Silva deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO !!! Muita saúde e poesia ! Waulena
Em 10:38am on fevereiro 27, 2015, Maria das Graças Araújo Campos deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Parabéns felicidades, João Batista de Campos!Beijosssss
Em 9:49am on fevereiro 27, 2015, Marcia Portella deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Poeta,que seu caminho seja coroado de momentos felizes ...Parabéns
Em 9:49am on fevereiro 27, 2015, Maria Iraci Leal deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Feliz Aniversário, alegrias, saúde, paz e prosperidade bjs MIL.
Em 9:20am on fevereiro 27, 2015, Janete Francisco Sales Yoshinaga deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Feliz aniversário Querido Poeta Amigo João Batista! Muitas felicidades, saúde e paz! Abraços
Em 8:35am on fevereiro 26, 2015, João Pereira Correia Furtado deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
Parabéns e felicidade!
Em 5:36pm on janeiro 14, 2015, ROSEMARIE PARRA deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
VENHA A PARTICIPAR DO CONCURSO AKROSPEAPAZNEWYEAR 5 2015 PERANTE JANEIRO A TEMATICA SERA SOBRE OS PROJETOS QUE TEREMOS PARA 2015 FELIZ ANO NOVO
Em 8:39am on dezembro 11, 2014, ROSEMARIE PARRA deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
CONVIDANDO-OS/AS PARA O CONCURSO AKROSCHRISTMAS NO AKROS PEAPAZ, BEM VINDOS ATENTAMENTE - ROSEMARIE PARRA ADMIN DO GRUPO
Em 6:51pm on outubro 31, 2014, ROSEMARIE PARRA deu para João Batista de Campos um presente...
Presente
PARABENS PELO DIA DO POETA VIRTUAL 2014 - ROSEMARIE PARRA CRIADORA DA DATA, BJSS
 
 
 

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...