José Aurélio Medeiros da Luz
  • Masculino
  • Ouro Preto
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de José Aurélio Medeiros da Luz

  • Imelda Maria Neis Bilinski
  • MARGARIDA MARIA MADRUGA
  • Ednaldo Florentino dos Santos
  • Críspulo Cortés Cortés
  • Elías Antonio Almada
  • Etelvina Gonçalves da Costa
  • Sandra Galante
  • Nieves Merino Guerra
  • Maria-José Chantal F. Dias
  • Paolo Lim
  • João Pereira Correia Furtado
  • Zélia Mendonça Chamusca
  • Lais Maria Muller Moreira
  • Marcia Portella
  • Nefertiti Simaika
 

Página de José Aurélio Medeiros da Luz

Últimas atividades

José Aurélio Medeiros da Luz comentou a postagem no blog A fênix de biscuit de José Aurélio Medeiros da Luz
"Cara Márcia Portella: Agradecido pelo estímulo. O mote para esse poema foi aquela descoberta da maturidade, em que percebemos, afinal, que nossos medos não são tão assustadores quanto nos pareciam nos dias da…"
3 horas atrás
Marcia Portella curtiu a postagem no blog A fênix de biscuit de José Aurélio Medeiros da Luz
8 horas atrás
Marcia Portella comentou a postagem no blog A fênix de biscuit de José Aurélio Medeiros da Luz
"Poesia totalmente bela, bem construída.Abraço Mesmo sem permissão do poeta destaco:  De portentosa gárgula tamanha, Com sua aterradora carantonha, Tendo, entretanto, sido cinzelada Na contextura etérea das…"
8 horas atrás
José Aurélio Medeiros da Luz comentou a postagem no blog A fênix de biscuit de José Aurélio Medeiros da Luz
"Obrigado, José Lopes Cabral: fico agradecido com seu generoso comentário. Com efeito, o fabricar versos pode se consubstanciar, ao final, em tíbia ou vigorosa poesia, ou algo entre esses extremos, a depender de muitos fatores,…"
11 horas atrás
José Lopes Cabral comentou a postagem no blog A fênix de biscuit de José Aurélio Medeiros da Luz
"Muito bom. Versos elaborados com carinho. Meu apreço."
15 horas atrás
Posts no blog por José Aurélio Medeiros da Luz

A fênix de biscuit

A fênix de biscuit... Vejam, caros amigos, nova auroraRebrota luminosa no horizonte,Sólita cerimônia a cada dia,Repetida, pois, desde que o mundoFez-se mundo e em nós se fez a luz;No ser, contudo, nova em cada turno,Sendo sempre um jovem alvorecer! A custo e com tardo atilamento,Estando a trilha quase já vencida,Intuímos, num belo despertar,Que os nossos temores já não passamDe portentosa gárgula tamanha,Com sua aterradora carantonha,Tendo, entretanto, sido cinzeladaNa contextura etérea das neblinas; – Surpresa das surpresas – nós a vemosCompartilhando a mesma plasticina(Incorpórea, inconsútil, e de lume)Com que se edificam aqueloutrasNossas caras quimeras: nossos sonhos.  Ouro Preto, janeiro de 2018.Do livro: Martelo de cristal, a sair pela Jornada Lúcida Editora.Ver mais...
ontem
José Aurélio Medeiros da Luz curtiu a postagem no blog Caminhos de Outono de Waulena d'Oliveira Silva
sexta-feira
José Aurélio Medeiros da Luz respondeu à discussão O MEU PRIMEIRO “MEIO-DIA” DE ESCOLA de João Pereira Correia Furtado no grupo ❀Memórias prosaicas❀
"Caro João Furtado:  Parabéns pelo seu texto deveras tocante, consubstanciando-se em bela pintura. Isso se deve ao substrato das tintas empregadas: a vida, isto é a vida vivida. Abraço do j. a."
15 Jan
José Aurélio Medeiros da Luz entrou no grupo de Paulo César
Miniatura

❀Memórias prosaicas❀

Breve descrição, EM PROSA, das memórias e dos retalhos que sobram duma vida, feita de medos e ousadias, de fé e descrença...Criador e Administrador do grupo: Paulo CésarVer mais...
15 Jan
José Aurélio Medeiros da Luz curtiram a discussão O MEU PRIMEIRO “MEIO-DIA” DE ESCOLA de João Pereira Correia Furtado
15 Jan
José Aurélio Medeiros da Luz comentou a postagem no blog Meu poemeto hipertextual de José Aurélio Medeiros da Luz
"Cara Margarida: obrigado pelos votos. Quanto ao intento, afinal, nessa peleja com as buliçosas palavras, somos como aquela professora de música das classes infantis: temos que transformar a irriquietíssima energia de cada…"
15 Jan
MARGARIDA MARIA MADRUGA comentou a postagem no blog Meu poemeto hipertextual de José Aurélio Medeiros da Luz
"Desejo que seu intento seja alcançado, caro Poeta."
15 Jan
MARGARIDA MARIA MADRUGA curtiu a postagem no blog Meu poemeto hipertextual de José Aurélio Medeiros da Luz
15 Jan
José Aurélio Medeiros da Luz comentou a postagem no blog Meu poemeto hipertextual de José Aurélio Medeiros da Luz
"Obrigado, caro Almada, pelo incentivo. Meu nível de destreza com o idioma de Castilla me obriga a lhe responder naquele do Condado de Portocale. Nos dias de hoje este poemeto é um gesto impaciente de protesto. Via de regra, evito…"
14 Jan
Elías Antonio Almada comentou a postagem no blog Meu poemeto hipertextual de José Aurélio Medeiros da Luz
14 Jan
Posts no blog por José Aurélio Medeiros da Luz

Meu poemeto hipertextual

 Jornalismo de resultados     J. A. Medeiros da LuzEmbora não venha ao caso,Isto que acerca de você escrevo,Ó timorato coração,É verdade pura, mas"Podemos tirar, se achar melhor"... Ouro Preto, janeiro de 2018.Do livro:  Martelo de cristal, a sair pela Jornada Lúcida Editora.Ver mais...
13 Jan
Elías Antonio Almada e José Aurélio Medeiros da Luz agora são amigos
19 Dez, 2017
José Aurélio Medeiros da Luz comentou a postagem no blog Alvorecer de José Aurélio Medeiros da Luz
"A honra (fica então combinado) é mútua, cara Margarida. Abraço com meus votos, a você e a todos os nossos do Peapaz, de excelente Natal e 2018 pleno de saúde e serenidade. j. a."
18 Dez, 2017
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para José Aurélio Medeiros da Luz
"BEM VINDO POETA JOSÉ AURÉLIO! É um prazer receber sua amizade."
17 Dez, 2017
MARGARIDA MARIA MADRUGA comentou a postagem no blog Alvorecer de José Aurélio Medeiros da Luz
"Abraços Poeta. Honrou-me seu pedido de amizade."
17 Dez, 2017

Informações do Perfil

1 - Indicar nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
J. Aurélio Luz
2 - Local da residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
Ouro Preto
3 - Como chegaste ao Portal PEAPAZ?
Convidado
4 - Traça-nos tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
Brasileiro, goiano, professor da Universidade Federal de Ouro Preto (Minas Gerais), na área de engenharia de minas. Sócio quotista fundador da Jornada Lúcida Editora Ltda. Colaborou em duas antologias e publicou dois livros de poemas lusófonos e tem ainda na gaveta outros três, programados a sair a lume, espaçadamente, até 2018. Uma centena de artigos e capítulos de livros na área de engenharia de minas (em vernáculo ou em inglês), a maioria em coautoria. É membro da Academia de Ciência de Ouro Preto e Região (ACIOP). Crê que o bom uso da cultura e da ciência pode transcender o "Homo sapiens" muito para além dos limites biológicos da ordem dos primatas.
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
sim, mas não cogito publicar esse tipo de coisa
6 - Link para site/blog próprio.
https://ufop.academia.edu/Jos%C3%A9Aur%C3%A9lioMedeirosdaLuz/Poetry
7 - Insira aqui os links para os teus perfis nas Redes Sociais.
jaurelio@demin.ufop.br
8 - Publica três poemas ou textos da tua autoria.
"Meu poema virtualmente antropofágico; dá licença?"

E havia aquela pedra no meio do caminho.
Assim, ante a enorme pedra no caminho,
O trajeto bifurcou-se, gerando outro caminho.
E, a seu tempo, a cada qual desses caminhos
Houve uma nova pedra atravancando o caminho.
Bifurcaram-se novamente os dois caminhos
Expandindo-se a área palmilhada do terreno
Em quatro novos caminhos, que seguiam
Em sua função de permitir
O avanço do viajor rumo ao destino.
E pedras novas postaram-se a meio dos caminhos
E novas bifurcações as superaram.
Então, entre pedras e bifurcações, alguns caminhos
Se fundiram novamente, insulando
Os antigos obstáculos
E, nesse procedimento recorrente,
Ao final se teve esta visão:
Em anastomose, facultando todos os itinerários,
Um arquipélago fractal
De pedras mil aprisionadas
Dentro de um mar de caminhos,
Resultando – por assim dizer –
Mil pedras jacentes ao lado dos caminhos.
(Minaçu, 1998; do livro "Tempos de Vindima", de 2014).

"Meu mundo e a lua"

Lua, minha amada companheira,
Tu que és para mim
Branca cadela que vagueia à noite,
Buscando, no espaço, ninho entre as estrelas,
Por que não vens te enrodilhar mansinho
Sobre o tapete, ao pé de nosso leito?
Faz frio aí fora e a aragem
Está de enregelar os ossos!
Deixa o apelo das canções da noite
Que o vento suscita na ramagem úmida:
Que minha vigília vele teu sono
E que durmas ao pé de nossa cama,
Até que os clarins luminosos da alvorada
Te desvaneçam as formas, que, de tua presença,
Fique só a impressão de que foi tudo um sonho.
Então, a minha mulher companheira
Há de acordar, a meu lado, e cheia de zelo,
Irá me perguntar se tive insônia...
(Belo Horizonte, 1987; do livro "Tempos de Vindima", de 2014).

"Pervagância"

Visando a não perder os passos pelos descaminhos
Desta pluma de tempo a se escoar
Da chaminé das horas,
Peregrinos em busca de nirvana,
Da sombra de oásis a nos dessedentar,
Vamos seguindo assim por esta região,
Tostada pela seca e na expectância
De dias mais úmidos.
E eis que, qual novo Leonardo,
Em pareidolia reconfortadora,
Nas gretas dessa argila de ressecamento,
Entre cem grifos, hidras e dragões,
Vislumbramos de você tão-que-perfeita
Face de mui serena ninfa, sim.
Delicada miragem, fantasia,
A se esfumar, espadanando-se na bruma,
Assim que miramos
Para além daquele tremeluzir
De éter bailante sobre o difuso
Ocre das dunas no amanhã,
Colossalmente imemoriais.
Concluímos, afinal, que as esfinges,
Se é que as há
(E dizê-lo dói-nos um bocadinho),
Habitam, ao fim e ao cabo,
As penumbras de nosso mundo interior;
Remirando-nos
Desde nossa silente sala dos desejos,
Abismais.
(Ouro Preto, 2016; do livro "Um óvni em meu jardim",de 2016).

Blog de José Aurélio Medeiros da Luz

A fênix de biscuit

Postado em 20 janeiro 2018 às 19:09 4 Comentários

A fênix de biscuit...

 

Vejam, caros amigos, nova aurora

Rebrota luminosa no horizonte,

Sólita cerimônia a…

Continuar

Meu poemeto hipertextual

Postado em 13 janeiro 2018 às 19:30 4 Comentários

 

Jornalismo de resultados

     J. A. Medeiros da Luz

Embora não venha ao caso,

Isto que acerca de você escrevo,

Ó timorato coração,

É verdade pura, mas

"Podemos tirar, se achar melhor"...

 

Ouro Preto, janeiro de 2018.

Do livro:  Martelo …
Continuar

Alvorecer

Postado em 16 dezembro 2017 às 21:00 6 Comentários

Alvorecer

J. A. Medeiros da Luz

 

 

Há sons de pôr-do-sol em nossos olhos,

Resquícios de arrebol e de penumbra

Naqueles revoos vesperais

De nossos sonhos, hoje anilhados,

Rastreados por satélites em órbita,

Diagnosticados por juntas de robôs.

 

Que é – diga-me ó reflexo que mira

Desde o virtual semiespaço do espelho! – 

Que é…

Continuar

Ora – direis –, ouvir anuros!

Postado em 4 novembro 2017 às 11:30 3 Comentários

Ora – direis –, ouvir anuros!

 

J. A. Medeiros da Luz

 

 

Essa rã, que lá no pântano martela

Sua cantiga erótica infrene,

Parece-nos dizer que o tal Darwin

Ensinou-a, solerte, a vencer com garbo

A suma lei da vida, que é o seu término

E depois sempre um…

Continuar

Caixa de Recados (11 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Às 17:17 em 17 dezembro 2017, MARGARIDA MARIA MADRUGA disse...

BEM VINDO POETA JOSÉ AURÉLIO!

É um prazer receber sua amizade.

Às 12:19 em 13 novembro 2017, Sandra Galante disse...

Bem vindo!

Às 12:19 em 13 novembro 2017, Sandra Galante disse...

Em 4:53pm on novembro 06, 2017, Marcia Portella deu para José Aurélio Medeiros da Luz um presente...
Presente
Seja bem-vindo...
Em 9:46pm on fevereiro 28, 2017, Etelvina Gonçalves da Costa deu para José Aurélio Medeiros da Luz um presente...
Presente
Meu caro aqui lhe deixo os meus votos de imensa felicidade paz saude e amor neste aniversário e que daqui a um ano o possa vir felicitar com muit alegri. Um abraço parabéns..
Às 4:28 em 26 janeiro 2017, Mônica do S Nunes Pamplona disse...

Grata poeta, pelos seu carinhoso voto de felicitação.
Abraço.

Às 3:15 em 10 janeiro 2017, Mônica do S Nunes Pamplona disse...

Bem-vindo, José Aurélio.
Honrada em fazer parte de seu rol de amizade.

Em 6:14pm on dezembro 13, 2016, Zélia Mendonça Chamusca deu para José Aurélio Medeiros da Luz um presente...
Presente
Olá, Amigo, José Aurélio Medeiros! Seja bem vindo!
Em 8:31pm on maio 30, 2016, Suzanaheemann deu para José Aurélio Medeiros da Luz um presente...
Presente
Ola'!
Em 6:44pm on abril 23, 2016, Sílvia Mota deu para José Aurélio Medeiros da Luz um presente...
Presente
Poética admirável! Parabéns! Grata, por aceitares meu convite. Beijossssssssssss
 
 
 

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço