Luciano Spagnol
  • Masculino
  • Anápolis, GO
  • Brasil
Compartilhar

Amigos de Luciano Spagnol

  • Marytte Morelli
  • Iván
  • TONINHO - ACM
  • Livita Silva
  • MARGARIDA MARIA MADRUGA
  • Queiroz Filho
  • Eduardo de Azevedo Soares
  • SorrisodeRosas
  • Nina Costa
  • Filomena Azevedo Leite
  • gloria elena gutiérrez ortiz
  • Mauricio Antonio Veloso Duarte
  • Miriam Inés Bocchio
  • Lucineide Sampaio
  • Ednaldo Florentino dos Santos
 

Página de Luciano Spagnol

Últimas atividades

Luciano Spagnol deixou um comentário para Filomena Azevedo Leite
"Obrigado. Igualmente."
5 horas atrás
Filomena Azevedo Leite deixou um comentário para Luciano Spagnol
"Bom dia , Lucuano! Seja bem vindo, amigo! Bjs."
5 horas atrás
Filomena Azevedo Leite e Luciano Spagnol agora são amigos
12 Jul
Posts no blog por Luciano Spagnol

MEUS VERSOS (soneto)

Meus versos, o vento no cerrado ganindoA angústia da alma vozeando melancoliaO silêncio fraguando rimas na monotoniaDuma solidão, da saudade indo e vindoSão a trilha do fado escrevendo romariaDesatinadas, o meu próprio eu saindoDas palavras de ansiedade, intervindoCom minha voz sufocada, do dia a diaMeus versos são a migalha cá luzindoNa sequidão do vazio que me angustiaQue há entre a quimera e o real infindoMeus versos são colisão com a ironiaDo choro e da alegria no peito latindoMeus versos,…Ver mais...
18 Jun
Posts no blog por Luciano Spagnol
16 Jun
Sueli Fajardo curtiu a postagem no blog POEMA SEM NOME de Luciano Spagnol
16 Jun
TONINHO - ACM deixou um comentário para Luciano Spagnol
"BOA NOITE LUCIANO, OBRIGADO PELA AMIZADE - ABRAÇOS"
14 Jun
Luciano Spagnol deixou um comentário para Iván
"Obrigado. Saudações Ivan"
11 Jun
Iván deixou um comentário para Luciano Spagnol
"Saludos, amigo Luciano. "
11 Jun
Luciano Spagnol comentou a postagem no blog PELA NOITE ALTA (soneto) de Luciano Spagnol
"Obrigado Lucia Guedes"
11 Jun
LUCIA GUEDES (Lufague) comentou a postagem no blog PELA NOITE ALTA (soneto) de Luciano Spagnol
"Belo e sentido! "
11 Jun
LUCIA GUEDES (Lufague) curtiu a postagem no blog PELA NOITE ALTA (soneto) de Luciano Spagnol
11 Jun
Sueli Fajardo curtiu a postagem no blog CHEIRO DE CERRADO (soneto) de Luciano Spagnol
10 Jun
Posts no blog por Luciano Spagnol

CHEIRO DE CERRADO (soneto)

Quando a alvorada chegou, eu fui a janelaSentei-me. O horizonte abriu, a vida arfavaEu, ao vento, atraído, a essa hora admiravaE estaquei, vendo-a esplendorosa e belaEra o cerrado, era a diversidade em favaCéu róseo um mimo! A arder como velaDe pureza singela tal qual uma donzelaQue hipnotizava a alma, eu, observavaEntão me perdi no perfume que exalavaO olhar velava com pasmo e com tutelaAí, hauri toda a essência que fulguravaE agora, fugaz, lembrando ainda delaSinto o cheiro, que na memória…Ver mais...
10 Jun
JÚLIO CESAR BRIDON DOS SANTOS comentou a postagem no blog PELA NOITE ALTA (soneto) de Luciano Spagnol
"Um belo poema sobre o cerrado, sua terra. Esquecidos pelos governantes sobrevivem com poetas,como você,mostrando que ainda é possível descrever como você tão brilhantemente o faz: Na rua de calçadas desertas,…"
10 Jun
Luciano Spagnol comentou a postagem no blog PELA NOITE ALTA (soneto) de Luciano Spagnol
"Obrigado Júlio Cesar."
10 Jun

Informações do Perfil

1 - Indicar teu nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
Luciano Spagnol
2 - Local da tua residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
Anápolis, Goiás
3 - Como chegaste ao Portal PEAPAZ?
convite
4 - Traça-nos tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
Poeta do cerrado: Poeta simplista, mineiro de Araguari, cirado no Rio de Janeiro, de fevereiro de 1958, mariano, formado em Fisioterapia pela UCP, Petrópolis. Sempre teve fontes de inspiração variadas e presas no romantismo da poetisa Verconda Espadarote Bulus (ES), no simplismo do poeta Mario Quintana e regionalismo da poetisa Cora Coralina. É um contador de estórias dos percalços de sua alma. A poesia o acompanha desde cedo, mas somente em 2008 criou coragem para poetar no mundo virtual. Com uma poesia particular e intimista, Luciano Spagnol nos presenteia com uma inspiração cunhada em sentimentos, sensações e pensamentos. Os seus textos são uma combinação impar de palavras que expressam com clareza a sensibilidade do seu coração poeta simplista. Suas poesias são leves, enriquecedoras e envoltas em magia que emociona. Membro da Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores (AVSPE). Membro Efetivo da Academia Virtual Brasileira de Letras (AVBL) cadeira 697. Em 2010 lança seu livro de estreia: “Monólogo de Minha Alma” editora PACO EDITORIAL.
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
sim
6 - Link para site/blog próprio.
http://lucianospagnol.wix.com/spagnol
7 - Insira aqui os links para teus perfis nas Redes Sociais.
http://lucianospagnol.wix.com/spagnol - Meu site.

http://www.poesiaempauta.com/

https://www.facebook.com/luciano.spagnol
8 - Publica três poemas ou textos da tua autoria.
Arte Final

Não basta papel e tinta para desenhar poemas
nem perder-se em teoremas de amor
tem que sentir n’alma todo o calor
da emoção, do olhar afogueador
para inspirar um verso sedutor

Vem da ingenuidade... da pureza
de um beijo roubado...

Uma coisa é fato
se fugir deste relato
querendo ser estrutural
não terás paixão na arte final.

Luciano Spagnol
Rio, 10’46”- Sábado. 12/07/2008

*** *** *** ***

Cerrado peão

Da janela avisto um peão
De cabelo retorcido
Pele grossa, grandalhão
De lenço no ombro florido
De ipês, de quaresmeiras
Chapéu de palha de buriti
Feições grosseiras
Nas mãos ananás e abacaxi
Aos pés fartas frutas de lobo
Gabirobas, gariroba e pequi
Nem um pouco pirobo
Arisco como o tatu e o quati
Astuto como o tamanduá
Como a anta a terra é aqui
Buliçoso como o lobo guará
De um triste e horizonte olhar
Tal a seriema cantando no pôr do sol
Trepado no cupinzeiro põe a lamentar
Uivos aos ventos secos nas ripas do paiol
Em suas vestes da cor do João de barro
Empoeiradas, ressecadas, ofuscando o arrebol
O cerrado, este pião árido, plano e piçarro
Luciano Spagnol
24/11/2005, 12’51”
Cerrado goiano

*** *** *** ***

Cadência

No pêndulo
Do relógio
Fique e vai
Vai e fique
A hora o tempo atrai
Pra brincar de pique...
Luciano Spagnol
19/11/2015, 19’58”
Cerrado goiano

Vídeos de Luciano Spagnol

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Luciano Spagnol

MEUS VERSOS (soneto)

Postado em 18 junho 2017 às 10:49 0 Comentários

Meus versos, o vento no cerrado ganindo

A angústia da alma vozeando melancolia

O silêncio fraguando rimas na monotonia

Duma solidão, da saudade indo e vindo



São a trilha do fado escrevendo romaria

Desatinadas, o meu próprio eu saindo

Das palavras de ansiedade, intervindo

Com minha voz sufocada, do dia a dia



Meus versos são a migalha cá luzindo

Na sequidão do vazio que me angustia

Que há entre a quimera e o real… Continuar

SONETO ALEGRO

Postado em 16 junho 2017 às 17:50 0 Comentários

Amanheci com um pensamento

Pensando nesta vida consoante

Consoante, porque é tão vibrante

Vibrando por cada um momento



Se dela sou mero participante

Participo com afável contento

Contente e não só de lamento

Lamentando se é descontente



Então me vou firme e sedento

Sedento de vida inteiramente

Inteiramente e com sentimento



Sentimento este dependente

Dependente do amor, alento

Alento a alma, ao fado,… Continuar

POEMA SEM NOME

Postado em 16 junho 2017 às 13:53 0 Comentários

Pra que colocar nome no poema

Destes sem sentimento, em vão

Que só maltratam o dito coração

De saudades e cheios de dilema



Poema com rima sem a emoção

Não precisa de nome nem tema

Apenas e só van palavra estrema

Sem gosto, gesto, e ou expressão



Sua métrica é sempre um problema

Versos livres e nenhuma conclusão

Vocábulo chulo no seu vil teorema



Então, por que nome nesta ilusão?

Poema bom, traz amor no fonema

E… Continuar

CHEIRO DE CERRADO (soneto)

Postado em 10 junho 2017 às 12:19 0 Comentários

Quando a alvorada chegou, eu fui a janela

Sentei-me. O horizonte abriu, a vida arfava

Eu, ao vento, atraído, a essa hora admirava

E estaquei, vendo-a esplendorosa e bela



Era o cerrado, era a diversidade em fava

Céu róseo um mimo! A arder como vela

De pureza singela tal qual uma donzela

Que hipnotizava a alma, eu, observava



Então me perdi no perfume que exalava

O olhar velava com pasmo e com tutela

Aí, hauri toda a essência que… Continuar

Caixa de Recados (30 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Às 10:04 em 12 julho 2017, Filomena Azevedo Leite disse...

Bom dia , Lucuano! Seja bem vindo, amigo! Bjs.

Às 19:12 em 13 junho 2017, TONINHO - ACM disse...

BOA NOITE LUCIANO, OBRIGADO PELA AMIZADE - ABRAÇOS

Às 2:14 em 11 junho 2017, Iván disse...

Saludos, amigo Luciano. 

Às 15:34 em 8 junho 2017, JÚLIO CESAR BRIDON DOS SANTOS disse...

Olá Luciano: É um prazer tornar-me seu amigo.Obrigado pelo convite. Abraços

Às 17:02 em 12 abril 2017, MARGARIDA MARIA MADRUGA disse...

Em 12:20pm on maio 10, 2017, Mauro Martins Santos deu para 3vbd7gcm1dsp3 um presente...
Presente
Gracias mi amiguita preciosa por tu comentario, en Mexico se celebra el dia de las Madres, muchas felicidades para ti.
Às 6:33 em 19 março 2017, Geraldo Coelho Zacarias disse...

É com muita honra que recebo e aceito tua solicitação de amizade...Abraços.

Em 5:52pm on abril 15, 2017, gloria elena gutiérrez ortiz deu para 2g3gwlb5dg72x um presente...
Presente
FELIZ PASCOA A TODOS LOS MIEMBROS, BS
Em 7:01pm on abril 14, 2017, LUCIA GUEDES (Lufague) deu para Light ray G um presente...
Presente
Às 18:06 em 4 março 2017, Etelvina Gonçalves da Costa disse...

Luciano Spagnol  é com imenso prazer que partilha a sua amizade me honra tê-lo como amigo  Um grande abraço de amizade

 
 
 

Membros

Aniversários

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...