Raimundo Nonato Rodrigues
Compartilhar

Amigos de Raimundo Nonato Rodrigues

  • José Santiago
  • Ednaldo Florentino dos Santos
  • Maria Lucia
  • Mirtha Liana Verde-Ramo Barrios
  • Críspulo Cortés Cortés
  • Dione Fonseca de Barros
  • Nieves Merino Guerra
  • Janete Francisco Sales Yoshinaga
  • Paolo Lim
  • Loubah Sofia
  • Maria das Graças Araújo Campos
  • Lais Maria Muller Moreira
  • Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ
 

Página de Raimundo Nonato Rodrigues

Informações do Perfil

1 - Indicar nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
Raimundo Nonato Rodrigues
2 - Local da residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
São Luis, Maranhão - Brasil
3 - Como chegaste ao Portal PEAPAZ?
atravês de um convite por e;mail.
4 - Traça-nos tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
Comecei a escrever aos 17 anos poesia, publiquei meu primeiro livro de poesia "Itinerario e Poetico & Espiritual do Desterro em 2000 e em 2001 "Um Olhar sobre o Desterro". Em 2012 publiquei um romance na França "Le Cahier Rouge du Pére Joseph" pela Edilivre(www.edilivre.com). Em 2013 publiquei aqui no Brasil pelo Clube de Autores(www.clubedeautores.com) vários livros entre eles destaco "Cronica de Uma Tuberculose Anunciada" e "Enquanto escrevo" ambos disponíveis no www.books-google.com. Atualmente venho colaborando no Jornal Extra/São Luis o meu novo romance "Tuberculose" publicando-o em capítulos todos os domingos.
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
nunca, meu proposito é divulgar o meu trabalho literario
6 - Link para site/blog próprio.
www.rnrodrigues.over-blog.com
7 - Insira aqui os links para os teus perfis nas Redes Sociais.
Facebook - Raimundo Nonato Rodrigues
8 - Publica três poemas ou textos da tua autoria.
TUBERCULOSE
I

Deitado na cama observo através da grade da janela, o arbusto da romãzeira e um pedaço azul do céu sem nuvem. Devido a minha convalescença ocasionada pela maldita tuberculose, muita coisa mudou na minha já complicada vida. As pequenas folhas de romã, as flores verdes ora vermelhas balançam a cada rajada fraca de vento. O pior dessa doença é a segregação. Separei um prato, uma colher e um copo, não poderei mais abraçar ou brincar com as minhas adoráveis princesas, talvez nem venham mais passar os finais de semana conosco - e aos poucos a noticia vai espalhando-se. Professor, o meu irmão mais velho já fez a parte dele e com prazer, adora uma desgraça alheia. Bebi café ainda pouco enquanto conversava com Larissa sobre a crise no Oriente Médio entre palestinos e israelenses. Agora o quarto vai ser o meu mundo aqui me isolará do contato externo. Nesse momento o comentário a respeito da minha temível doença deve esta correndo "Raimundo, tá tuberculoso" e as dissertações infundadas começam.
Estava brincando de tradutor, quando deu-me um cansaço, deitei-me e cochilei despertando com a minha cunhada chamando-me e exortando-me para merendar.
- Tem laranja e suco de acerola - Informou-me em pé na borda da cama.

Optei pela laranja, mas estava vencida, então bebi o suco de acerola. Larissinha foi bem solicita comigo, tirou o deposito de açúcar da geladeira, perguntou-0me se eu não queria ver alguma mensagem no meu e;mail. Agora o meu quarto de TB esta completo com uma caixa de areia para mim escarrar. Continuou preocupado em não contaminar ninguém. O Brasil e a literatura perdeu o grande escritor baiano João Ubaldo Ribeiro, nutria um certo respeito depois que li uma critica na revista Veja sobre o o livro "Viva o Povo Brasileiro" de l984, ainda morava na grande Casa grande dos Bambas na Rua Afonso Pena. Desde então comecei admira-lo, via varias adaptações para tv "Deus é Brasileiro" e outros. Mas em 2009 no auge das paixões fortuitas, conheci a poetisa Maday que presenteou varias livros de autores nacionais, os embriões da minha atual pequena biblioteca, como fiquei feliz - Dostoiévski, Bandeira, Gullar, Whitmam, Brecht, Ramos,Rosas, Amado, Montello e entre eles o clássico "Sargento Getúlio" que comecei reler esta tarde. Minha cunhada, minha laboriosa cunhada lavando as roupas na lavanderia improvisada no quintal, brigando ou não, esta cuidando de mim ouve as velhas canções de Roberto Carlos. Preparou o almoço e graças a ela que acordei para a minha triste realidade, foi a primeira a perceber que a minha saúde não estava nada bem e começou a insistir para eu marcar uma consulta. Faz um pouco de calor. O céu nublou-se.
A hora da merenda vespertina, a solicita Larissa me serve como de manhã, vamos ver se vai durar o tratamento, ao todo serão seis longos meses. Minha cunhada suspeita dos meus amados livros.
Nem via a noite chegar, lendo Ubaldo aos poucos adormeci. O problema agora é arcaria dentária. Jantei bem, graças a minha cunhada e sempre bebendo o suco de acerola bem reforçado. Dostoievski lido com muito apuro. O cheiro forte das merdas dos gatos, minha cunhada tosse, preocupo-me. E um pesadelo que nunca termina. Como poderei agradecer esse anjo que é minha cunhada, que cuidou dos meus pais e agora cuida de mim, que Deus lhe dê muita saúde. Apesar dos apesares é uma boa alma, algo difícil de encontrar.

Fotos de Raimundo Nonato Rodrigues

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos de Raimundo Nonato Rodrigues

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Raimundo Nonato Rodrigues

Tuberculose VII

Postado em 29 junho 2017 às 16:28 0 Comentários

XXVII в жизнь мастерская Estou pesando cinquenta e cinco quilos - o que é um bom sinal, segundo a enfermeira. O meu vizinho o barbeiro Costa lava minuciosamente a calçada, os transeuntes correm para apanharem o ônibus. - Buorgiorno! - Cumprimenta duas freiras conhecidas do convento. Elas acenam timidamente e um leve sorriso. escarro novamente uma coisa vermelha misturada ao catarro normal. SEu Tomás 'Morus', um negro de seus oitenta e poucos anos, aposentado pela estiva marítima, ainda…

Continuar

Tuberculose VI

Postado em 28 junho 2017 às 18:59 0 Comentários

XXVI Uma criança faz birra na porta da escola não quer entrar e chora, procurando o apoio da mãe. Resumo do livro: O pai escreve um livro e nele conta a historia da filosofia atravês de dois personagens para dar de presente a filha que tem a mesma idade e alguns jeitos da personagem. O meu primeiro dia no Jardim de Infância, também não foi dos melhores, passei a tarde toda chorando e esperando a minha mais velha Gracinha me buscar. Larissa é muito curiosa, tudo quer saber ou participar, não…

Continuar

Tuberculose V

Postado em 27 junho 2017 às 18:01 0 Comentários

XXV
 
En la taller de la vida
As mesmas cenas de sempre. Tantas coisas para escrever, mas a mente embaralhar-se numa tal maneira que acabo me perdendo e não saindo do lugar. O forte cheiro de mato queimado. A primeira tose do dia. A filha de Professor e o seu enorme calipigio. o primeiro escarro.…
Continuar

Tuberculose IV

Postado em 26 junho 2017 às 18:14 0 Comentários

XXIV
 
Eu custei a acordar, dormi pesado despertando quase as sete horas - uns sonhos surreais, misturados ao livro que atualmente leio. O cheiro forte das fezes dos gatos - a cunhada passando o pano na cozinha. Seu Pietro contente aprontando-se para mais ujm dia de trabalho no comitê eleitoral do Governador. Sonolento, levantei-me e mecanicamente abri as…
Continuar

Caixa de Recados (28 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Às 19:46 em 1 agosto 2017, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Às 23:51 em 19 dezembro 2016, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Às 9:09 em 19 dezembro 2016, Maria Iraci Leal disse...

Às 18:02 em 2 dezembro 2016, José Santiago disse...

Raimundo Nonato Rodrigues ...Un abrazo entre alas 

Às 9:33 em 2 dezembro 2016, Dione Fonseca de Barros disse...

Boa tarde amigo

 Andei sumida por motivos particulares e axho que vou sumir mais alguns dias

 Grande abraço

Às 23:26 em 16 novembro 2016, Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ disse...

Às 20:00 em 10 agosto 2016, Loubah Sofia disse...

Poeta Raimundo, grata pela honra da amizade poética. Meus cumprimentos.

Às 19:59 em 10 agosto 2016, Loubah Sofia disse...

Em 3:32pm on agosto 10, 2016, Loubah Sofia deu para Raimundo Nonato Rodrigues um presente...
Presente
Saudações!
Às 15:55 em 29 abril 2016, Nieves Merino Guerra disse...

 
 
 

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...