carlos kahê
Compartilhar

Amigos de Carlos kahê

  • wagner marim
  • Nilson da Cunha Gonçalves
  • Ka Santos
  • Amália Faustino
  • Loubah Sofia
  • LUIS ERNESTO CHACON DELGADO
  • Javier López García de Vinuesa
  • carlos cesar fernandes de santan
  • zózimo jaffet gomes ornellas
  • LUIZ CEZAR BAQUEIRO
  • Poeta Malume do Brasil.
  • Alvaro Sertano
  • Gilberto Dantas
  • VADINHO-ABLA
  • Miguel Piçarra

Música

Carregando...
 

Página de carlos kahê

Últimas atividades

carlos kahê recebeu um presente de ROSEMARIE PARRA
10 Fev
MARGARIDA MARIA MADRUGA deixou um comentário para carlos kahê
"FELIZ ANIVERSÁRIO CARLOS!"
10 Fev
Etelvina Gonçalves da Costa deixou um comentário para carlos kahê
10 Fev
Sílvia Mota deixou um comentário para carlos kahê
10 Fev

Informações do Perfil

1 - Indicar nome verdadeiro, por completo, e o nome a ser usado no Portal PEAPAZ.
Sim, tenho defeitos, vivo ansioso e irritado algumas vezes, mas não esqueço de olhar para as pessoas, cumprimentá-las todas; à minha maneira, tento fazer com que sejam felizes.
A sua vida muito importa pra mim, porque a busca da felicidade passa também pela valorização do outro. No dia-a-dia acontecem os desafios, incompreensões e as incertezas, que são também linhas importantes de uma história.
Tenho o maior respeito pelos desertos, pelo insondável, pela mata, pelo mar e as águas profundas. Tenho respeito pelo outro! Preservo a consciência e a capacidade do autocontrole; antes de tudo, primo pela prudência. Luto pela bondade da alma; agradeço a Deus, a cada manhã, pelo milagre da vida; agradeço por ser feliz, e não ter medo dos próprios sentimentos...
Quero aprender a falar de mim mesmo olhando para dentro, porque é dentro de mim onde estão os meus mais puros elementos; as minhas melhores armas. Fora é ilusão! O que está fora de mim é do mundo... Não me pertence.
Peço a Deus humildade para receber as críticas, e generosidade quando criticar, para não decretar a finitude de ninguém. Tranquilidade, para ouvir um não, e transformar as injustiças em matéria orgânica da minha reconstrução. Dai-me capacidade,Senhor, para quebrar as minhas pedras de sol, e certeza e capacidade para colher os meus frutos no amanhã. Somente assim, terei a esperança de fazer de mim um ser humano admirável!

Tenho 4 filhos: Tarsilla, Fernanda, Vitor e Mateus. Todos lindos e muito diferentes em gênio e personalidade.

Adriana, minha mulher, é um espaço de sombra boa, de tranquilidade e sorriso; companheira serena;
2 - Local da residência: cidade, estado e país. Por motivos de segurança, não indicar endereços completos.
Praia de Olivença, Condominio Ipanema - Bahia
4 - Traça-nos s tua trajetória no âmbito das artes/literatura/ciência.
poesia, pequenos contos...
5 - Concordas que utilizarás o Grupo Sensuais e Eróticos SE publicares imagens de nu explícito?
ok
6 - Link para site/blog próprio.
Eletricidade
Verona erra a porta de sua casa; entra no apartamento ao lado e vai direto para a cama procurar o marido. Chora baixinho, abraçada ao vizinho.
– Você saiu para beber, Willer, e por que não me levou? Eu sei por onde andastes. Seus filhos queriam fogos e eu queria fogo! Aguardei um telefonema, e não digas que estava no trabalho! Estava caminhando, estava sem destino, estava chateado... Eu sei. Andei pelas ruas e confesso que saí a espreitar os homens. Vi-os violentando a noite! Homens bêbedos, mulheres gordas, crianças arrogantes cometendo barbáries! Chacinas impiedosas contra caranguejos abatidos! Quebravam-lhes as pernas, chupavam-lhes as carcaças! Pais, mães e filhos abutres! Eu vi você, Willer, na figura daqueles homens. Eu vi a mim, Willer, na figura daquelas mulheres gordas. Vi nossas crianças descarregando suas revoltas nas patas de animais indefesos. Aturdida, subi às mesas para impedir aquela desordem, mas eis que deparei-me com uma cena dantesca! Havia milhares de tocos de cigarro, mortos, inchando no fundo dos copos de conhaque. Um ge-no-cí-dio! Verona chora baixinho. – O poste em frente às nossas vidas se apagou, Willer, mas a sua íntima luz ainda está acesa em mim. É um prisma embaçado, controlado pela chave de sua eletricidade. Verona aperta o vizinho contra seu corpo. - Willer, nossos corpos transfiguraram-se. Dê ganhos á sua luz e introduza a cabeça no cerne macio dos meus travesseiros.

Blog de Carlos kahê

Ghost

Postado em 13 fevereiro 2014 às 8:33 4 Comentários

 

Quando nasci, mamãe deu-me de presente uma lanterna.

Pediu-me que fizesse mágicas!...

E ainda me disse: vai, Carlos, ser Ghost no mundo!

Eu nem pegara gosto pelos seus peitos 

Ela já me seduzia, com seu leite.

Pediu-me que eu fosse do limbo ao mais profundo!

Como ser fantasma na vida, se não sei fazer rimas clássicas?

Rimar fome com poesia não é rima!

Rimar flor com utopia não é poesia é…

Continuar

Teatro

Postado em 6 novembro 2013 às 8:16 2 Comentários

 

Jesus caminhou mais uma vez

sobre as águas,

Quando tentou passar incólume

pela multidão que reverberava.

Não somente Ele tentava evitar

os cansativos pedidos e os repetidos toques,

Como pretendia chegar, seguro,

ao lugar pelo qual perseverava.

Sentou-se na plateia,

mas não perdeu de vista o movimento dos homens.

Julgar as cenas sem as simplórias adorações

O fez abrir mão do biombo e do…

Continuar

O Poeta Mente

Postado em 19 julho 2013 às 11:26 4 Comentários

O Poeta mente

 

Minto para confirmar que minto.

Entre as mentiras e as verdades o lacre é uma casca de ferida.

Quando os meus olhos trabalham, nem no tempo vazio eu descanso...

Minto porque sou poeta com autoridade de recriar a vida.

Se fores fazer conta da verdade terei de recriar

Conjugando com a imundície.

Por isso, eu minto... Se existe alguma beleza em meus versos

Ela estará sorrindo na superfície.

A minha…

Continuar

A Poesia Moderna

Postado em 25 abril 2013 às 17:15 4 Comentários

 

 

Faz tempo que Bandeira e Drummond decretaram o funeral da rima

Da rima desmedida, pensada pra rimar com a prima.

Assim, nos livramos de parentes indesejáveis.

A poesia moderna carrega pouca bagagem,

Valoriza a consciência da crônica,

Não pretende ser eterna, por ser poesia,

Tem pressa, porque escolheu acompanhar o seu tempo,

Quer ser clássica, para…

Continuar

Caixa de Recados (52 comentários)

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Em 3:14pm on fevereiro 10, 2018, ROSEMARIE PARRA deu para carlos kahê um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSARIO
Às 20:11 em 10 fevereiro 2018, MARGARIDA MARIA MADRUGA disse...

FELIZ ANIVERSÁRIO CARLOS!

Às 19:04 em 10 fevereiro 2018, Etelvina Gonçalves da Costa disse...

Às 0:50 em 10 fevereiro 2018, Sílvia Mota disse...

Às 19:57 em 10 fevereiro 2017, Sílvia Mota disse...

Às 16:27 em 10 fevereiro 2017, Etelvina Gonçalves da Costa disse...

Em 4:10pm on fevereiro 10, 2017, Etelvina Gonçalves da Costa deu para carlos kahê um presente...
Presente
Parabéns pelo seu dia de aniversário muitas felicidades um abraço
Em 1:12pm on fevereiro 10, 2016, ROSEMARIE PARRA deu para carlos kahê um presente...
Presente
PARABENS PELO TEU NIVER, BJSS
Em 1:11pm on fevereiro 10, 2016, Maria Iraci Leal deu para carlos kahê um presente...
Presente
FELIZ ANIVERSÁRIO, BEIJOS MIL.
Às 3:55 em 10 fevereiro 2016, Sílvia Mota disse...

 
 
 

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço