Todas as mensagens do blog (31,519)

MARIO VIDES DEDICA A SU VIEJO, A FACUNDO Y A CORTEZ Y SERRAT ESTA CANCIÓN.

Archivador Virtual

Documentos de Federico Michell Zavala

Continuar

Adicionado por MARIO ROLANDO VIDES ALVARADO em 23 agosto 2017 às 16:21 — Sem comentários

Sonhos são camuflagens da fantasia

 

Sonhos são camuflagens da fantasia

De Té…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 23 agosto 2017 às 8:00 — Sem comentários

Sonhos

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 22 agosto 2017 às 15:00 — Sem comentários

Cena de León

Cena de León

 

J. A. Medeiros da Luz

 

 

Pela escotilha da memória eis que vejo,

Estupefacto, Bem no topo

De coluna, em frígido Carrara,

De frisos e arabescos canelada

Por mãos de artífices desde há muitos

Séculos emigrados para outra…

Continuar

Adicionado por José Aurélio Medeiros da Luz em 22 agosto 2017 às 14:59 — Sem comentários

Fulgor

´´…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 22 agosto 2017 às 14:30 — Sem comentários

Sensibilidade

Sensibilidade





Olho da minha janela o revoar dos escassos pássaros que se recusam a abandonar o habitat em que vivem, em que pese a presença da poluição ambiental que torna os dias mais sombrios, como uma herança herdada do homem na sua marcha à procura de si mesmo.

Admiro ainda com redobrada atenção, as folhas balançando como se estivessem acenando para mim frente à aragem da brisa da tarde que sopra com benevolência, revigorando assim a árvore que as retêm nos… Continuar

Adicionado por Roberto J Fraga Moreira em 22 agosto 2017 às 12:51 — Sem comentários

Sensibilidade

Sensibilidade





Olho da minha janela o revoar dos escassos pássaros que se recusam a abandonar o habitat em que vivem, em que pese a presença da poluição ambiental que torna os dias mais sombrios, como uma herança herdada do homem na sua marcha à procura de si mesmo.

Admiro ainda com redobrada atenção, as folhas balançando como se estivessem acenando para mim frente à aragem da brisa da tarde que sopra com benevolência, revigorando assim a árvore que as retêm nos… Continuar

Adicionado por Roberto J Fraga Moreira em 22 agosto 2017 às 12:30 — Sem comentários

AMEI E FUI AMADO

Continuar

Adicionado por LUIZ GONZAGA BEZERRA em 22 agosto 2017 às 9:30 — Sem comentários

Crime sem Castigo

Estremeço ante a notícia horrível. A foto mostra a atrocidade de inocentes baleias mortas na praia, cheias de plásticos em suas entranhas ...…

Continuar

Adicionado por Waulena d'Oliveira Silva em 21 agosto 2017 às 16:59 — 9 Comentários

Hauku 21-08-2017

 

 

Dr. Rafael Mérida Cruz-Lascano

"Hombre de Maíz, 2009"

Guatemala, C.…

Continuar

Adicionado por Rafael Mérida Cruz-Lascano em 21 agosto 2017 às 16:59 — Sem comentários

Luz e Sombra

Dizem os entendidos que não podemos viver ligados ao passado. Verdade. Esse é um tempo ido, imutável – apenas história ...  Mas como preparar um futuro se me esquecer, hoje, das…

Continuar

Adicionado por Waulena d'Oliveira Silva em 21 agosto 2017 às 16:30 — 10 Comentários

"Mágica"

Continuar

Adicionado por Iván em 21 agosto 2017 às 16:13 — Sem comentários

Ultimas palavras De Abelardo à Heloisa

Ultimas palavras...

De Abelardo à Heloisa

Tudo está ,assim,tão ermo , diferente,

Sedosa bruma fina e branca neblina...

Antes,contudo,que ascenda à colina,

Teus olhos fitar por segundo somente!

Tu’alma deitará sobre mim,fino pranto,

E ,em doce acalanto de solitária cotovia,

Ouvirás canções de quem sonhava tanto!

Sedosa bruma fina e branca neblina caia

Dissipai este véu que meus olhos turva!…

Continuar

Adicionado por Antonio Carlos Santos Rocha em 21 agosto 2017 às 14:42 — Sem comentários

O Célebre e Misterioso Incêndio de Roma e os Misteriosos Incêndios em Portugal

                     Zélia Chamusca

Existem várias argumentações sobre a origem do célebre incêndio de Roma, em Julho do ano 64, um dos mais instigantes crimes da Antiguidade, sendo a mais comum das argumentações a atribuída à mentalidade perturbada do jovem Imperador, Nero, que mandou incendiar a cidade para seu bel-prazer, pois, enquanto o fogo consumia a cidade, maravilhado com o espectáculo, tocava lira para se inspirar poeticamente a fim de criar uma obra como a Odisseia de…

Continuar

Adicionado por Zélia Mendonça Chamusca em 21 agosto 2017 às 12:00 — 2 Comentários

REI DA BELEZA

Image result for imagem em preto e branco de casal almoçando

REI DA BELEZA…

Continuar

Adicionado por SELDA MOREIRA KALIL em 20 agosto 2017 às 22:17 — Sem comentários

O PESO DO AMOR

O PESO DO AMOR

Leve como deve ser,

extenso, ágil, breve,

como pluma, levita,

flocos de neve a derreter.

Balança no compasso

do vento; imprevisível;

traços suaves,

silentes passos.

estigmas, digitais, pegadas,

amor pleno, denso, abrangente,

avalanche inesperada,

o peso de se estar presente

em todas fendas,

no centro…

Continuar

Adicionado por Gustavo Antonio Drummond em 19 agosto 2017 às 20:13 — Sem comentários

Palavras são cardos e rosas

Palavras são cardos e rosas

DE Té

De palavra a palavra chega o amor ao coração.…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 19 agosto 2017 às 15:30 — 1 Comentário

Arquivos mensais

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Membros

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...