fevereiro 2017 Posts no Blog (193)

Um poema para um marco miliar: Não é que estamos nos sessenta?

Não é que estamos nos sessenta?

J. A. Medeiros da Luz

Com brusquidão,

Eis que tropeço, avoado, em mais este

Marco miliário da existência.



Seis décadas passadas a voo

– Mais de inseto que de ave altiva –

E que, em sendo sinuoso, não se exime

Do esplendor da vista, do…

Continuar

Adicionado por José Aurélio Medeiros da Luz em 28 fevereiro 2017 às 22:30 — 2 Comentários

Infortúnio

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 28 fevereiro 2017 às 22:28 — Sem comentários

CREARTE POR UN ISNTANTE Autor José Santiago

CREARTE POR UN INSTANTE Autor José Santiago 

-POEMA CREATIVO: MÍA- …

Continuar

Adicionado por José Santiago em 28 fevereiro 2017 às 21:06 — Sem comentários

Mulher ferida

Mulher ferida

De Té

Me ausento de ti amor, que foste o sol da…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 28 fevereiro 2017 às 21:00 — 3 Comentários

SEGUINDO EM FRENTE

Adicionado por ana lucia m.santos sampaio em 28 fevereiro 2017 às 16:23 — 1 Comentário

SEI SER



Sei ser



Sei ser tudo o que você quiser

A hora que quiser e o que vier

Capaz de aprender e ensinar

Pro bem do nosso amor.

Posso ser a melhor mulher

Posso até ser flor,

Mas também corto o mal pela raiz.



Sou fiel como um cão ao…

Continuar

Adicionado por Nina Costa em 28 fevereiro 2017 às 10:00 — 3 Comentários

"SABEDORIA" (humor / rsrsrsr)

Sabedoria quem tem é...

"DEUS E POLÍTICOS"

que usam o Povão para acusar o...

"CÃO"

que todo bobalhão, fica feliz...

por ser lembrado pela...

"PERDIÇÃO"

                         "REFLEXÃO DO ÚLTIMO DIA DO CARNAVAL QUE..........

                                    CONTINUAAAAAAAAAAAAA, NO............

                                            UNIVERSO INTEIRO"

                               …

Continuar

Adicionado por Evandro Jorge do Espirito Santo em 28 fevereiro 2017 às 9:29 — Sem comentários

CARNESTOLENDAS

CARNESTOLENDAS ÑANDE MBARETE

 

Frases y ansiedades que no se quedan dormidas,

aún rumbeando los senderos inhóspitos ,

nada ni nadie puede doblegarlos

Magia de vida plena , pueblo en volcán ,

Junto al poder carnavalesco ,

diversiones , distracciones,

como dulces caricias que canalizan

el colorario ancestral ,abrevando la sed ,

como sea que fuere , donde quiera que esté .

Con aroma del paisano correntino…

Continuar

Adicionado por Elisa Barth em 28 fevereiro 2017 às 8:24 — Sem comentários

Indiferente

Indiferente

 …

Continuar

Adicionado por Alexandre Montalvan em 27 fevereiro 2017 às 23:41 — 1 Comentário

BEIJA-FLOR

Adicionado por Gustavo Antonio Drummond em 27 fevereiro 2017 às 22:14 — 1 Comentário

Sonhos de Menina........



Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 27 fevereiro 2017 às 19:30 — 5 Comentários

Tardes azuis

Adicionado por José Lopes Cabral em 27 fevereiro 2017 às 11:37 — 1 Comentário

PROMESSA

com som

Houve uma vez um momento…

Continuar

Adicionado por Waulena d'Oliveira Silva em 27 fevereiro 2017 às 3:44 — 4 Comentários

LUNA

Continuar

Adicionado por María Cristina em 27 fevereiro 2017 às 1:02 — 2 Comentários

Do Fogo Que Veio Do Céu

Do fogo que veio do céu

De…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 26 fevereiro 2017 às 19:30 — Sem comentários

Agradecimento pela passagem do meu aniversário_Sidnei Piedade

Continuar

Adicionado por Sidnei Piedade em 26 fevereiro 2017 às 18:05 — Sem comentários

Ironia...A Vida!

Ironia...A…

Continuar

Adicionado por Alexandre Montalvan em 26 fevereiro 2017 às 16:30 — Sem comentários

POEMINHA

Confesso que já fui lírico,

fiz canções e…

Continuar

Adicionado por Paolo Lim em 26 fevereiro 2017 às 14:21 — 4 Comentários

PAIXÃO DESMEDIDA

Paixão desmedida

 …

Continuar

Adicionado por Valdomiro Da Costa em 26 fevereiro 2017 às 12:13 — Sem comentários

SONETO DE UM AMOR PROIBIDO

Da paixão surgiu o meu eu encantado

Do silêncio, suspiros sem sons ledos

Engasgados como são nossos medos

Onde o inviável está ali aprisionado



Aqui confesso, então, estes segredos

D'alma que vai com o perigo ao lado

Desgovernado sem o tempo marcado

Pávido e, com os sentimentos vedos



Triste o afeto que quer ser enamorado

E se queima em aventurosos folguedos

De ilusão, que não deveria ser desejado



Tudo passa, é passageiro,… Continuar

Adicionado por Luciano Spagnol em 26 fevereiro 2017 às 11:19 — Sem comentários

Arquivos mensais

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Membros

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Poema ao acaso...

Pensamento do dia

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...