junho 2011 Posts no Blog (395)

MENTE PERDIDA



Minha mente

Anda nua

Perdeu-se

Inteira

Vive agora…

Continuar

Adicionado por Ka Santos em 30 junho 2011 às 23:17 — 4 Comentários

CONSIDERAÇÃO DO POETA

Não há poeta que desconheça os versos iniciais de Consideração do Poema, de Carlos Drummond de Andrade:

“Não rimarei a palavra sono

com a incorrespondente palavra outono.

Rimarei com a palavra carne

ou qualquer outra, que todas me convêm.

As palavras não nascem amarradas,

elas saltam, se beijam, se dissolvem,

no céu livre por vezes um desenho,

são puras, largas, autênticas, indevassáveis.”



Parafraseando-o, faço aqui a Consideração do…

Continuar

Adicionado por Nilson da Cunha Gonçalves em 30 junho 2011 às 20:30 — 7 Comentários

A HORA DO DESESPERO

    Diante daquele corpo ensangüentado o desespero rondava seu ser. Aquele sangue derramado seria o motivo de sua separação com sua amada e linda esposa. Pois ela o havia avisado que temia que eles se encontrassem.

 …

Continuar

Adicionado por Mônica do S Nunes Pamplona em 30 junho 2011 às 18:00 — 4 Comentários

♥ ♫ ☼ OLHAR CALADO

Hoje meus olhos

Resolveram repousar

Não querem ver

O escuro do mundo

Nem esse véu absurdo

Que insiste em calar

 

Precisam de luz

Para ser /  respirar

Buscam as escolhas

Que nunca foram dadas

As…

Continuar

Adicionado por Ka Santos em 30 junho 2011 às 16:24 — 9 Comentários

Brisa

 

                                                     Brisa

 …

Continuar

Adicionado por Jorge Cortás Sader Filho em 30 junho 2011 às 13:17 — 8 Comentários

Poética

POÉTICA

Eu não escolhi de repente foi

Nada sei nem aonde vou

Sou cal mas não sei o que é ser mal

Observo as tonalidades as horas e as emoções

Sim somos nós

Por que só sei integra ser em corpo e alma da vida

Conheci o meu amor NL

Adicionado por Neuza Maria de Souza N.Ladeira em 30 junho 2011 às 11:56 — Sem comentários

Desde o Início dos Tempos

pico do Itambé

















Uma Montanha de Minas, de Gigante Magia,



Encantou-se com um Gigante Mar da Bahia.



Flui uma dourada troca de energia



Quando a Montanha beija o Mar... Daí surgem ondas…
Continuar

Adicionado por Claudio Poeta em 30 junho 2011 às 6:10 — Sem comentários

MAR, DE TI PRECISO

Fugi da tristeza, fui te ver

Corri á procura da liberdade

tens tudo o que preciso ter

Tu simbolizas a felicidade





Tua imensidão é um encanto

Que me protege e transfigura

Cuja beleza eu necessito tanto

E me deixa a vida tão segura





Consegues… Continuar

Adicionado por Jorge Manuel Brites Pereira em 30 junho 2011 às 4:42 — Sem comentários

Banho de Sexta-feira

´

Banho de Sexta-feira

se você não me escrevesse

se não desse mais notícia,…

Continuar

Adicionado por Marco Bastos em 30 junho 2011 às 4:00 — 14 Comentários

POEMA FOLHA VAZIA





Desvendo,esta folha nua.

Ela,conhece os meus jeitos,

espontaneamente

ansiosos,nela

esquecidos, gravados.

Amores.Que não vivi.

Paixão,que aquece,

enternece e enlouquece.

Morreu, há muito, para mim.



Os alegres,vão discorrendo,

nos encantos da saudade.

Tudo, me aconteceu.

Esta, minha exultação,

não encontra protecção,

na noite, em que me tornei.

São, palavra que esqueci,

na amargura em que vivi.

Em meu…

Continuar

Adicionado por joaquina vieira em 29 junho 2011 às 20:30 — 3 Comentários

AMOR DE OUTONO

Tempo que passa

Sem que se dê conta

Saudade que fica

E me deixa tão tonta

Entre passado e presente...

Um amor sem porto

Uma dor que machuca...

E neste limbo ainda busco

A emoção que renasce

Em eterna primavera.

O coração…

Continuar

Adicionado por Maria Luiza Silveira Teles em 29 junho 2011 às 18:22 — 8 Comentários

♥ ♫ ☼ Poesia Dona de si

Adicionado por Ka Santos em 29 junho 2011 às 17:07 — 4 Comentários

LINGUAGEM POÉTICA

 

 

LINGUAGEM POÉTICA





É linguagem sublime

Em que a poesia se define…

Continuar

Adicionado por Zélia Mendonça Chamusca em 29 junho 2011 às 15:33 — 1 Comentário

A vida não passa de um instante, mas basta este instante para empreendermos coisas eternas”E. Bersot

PARA PENSAR: “A vida não passa de um instante, mas basta este instante para empreendermos coisas eternas”E. Bersot
PARA REFLETIR:
“Nada estará perdido enquanto estivermos em busca” Santo Agostinho.

Adicionado por evilazioribeiro em 29 junho 2011 às 14:49 — Sem comentários

Exagero

                                              Exagero

 …

Continuar

Adicionado por Jorge Cortás Sader Filho em 29 junho 2011 às 12:49 — 3 Comentários

Poesia

(Alberto Caeiro)

Não basta abrir a janela

Para ver os campos e o rio.

Não é bastante não ser cego

Para ver as árvores e as flores.

É preciso também não ter filosofia nenhuma.

Com filosofia não há árvores: há idéias apenas.

Há só cada um de nós, como uma cave.

Há só uma janela fechada, e…

Continuar

Adicionado por Neuza Maria de Souza N.Ladeira em 29 junho 2011 às 7:01 — 1 Comentário

Estamos Aqui

Continuar

Adicionado por Claudio Poeta em 29 junho 2011 às 6:01 — 1 Comentário

AMIGOS DE ELEIÇÃO

Com as palavras irei brincando

Assim queira a inspiração

Minha amizade vou espalhando

Com meus amigos de eleição



Espero sempre agradar

Para isso eu aqui estou

Lutarei para não decepcionar

A quem em mim confiou



Com vontade e desejos antigos

De um dia escrever para os… Continuar

Adicionado por Jorge Manuel Brites Pereira em 29 junho 2011 às 6:01 — Sem comentários

Arquivos mensais

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...