junho 2017 Posts no Blog (129)

Forma de Amar

Forma de amar

Tudo que é…

Continuar

Adicionado por Alexandre Montalvan em 22 junho 2017 às 10:38 — Sem comentários

Mudanças

Quero mudanças em minha vida.

Que tipos de mudanças?

Não sei ... são tantas ...

Não. Sei. 

Quero mudar a porta da frente,

Ela é estreita.

Quero mudar o telhado,

Ele é feio.

Quero mudar os móveis, 

Estão bichados.

Quero mudar a cozinha,

Está inóspita.

Quero jogar fora um montão de panelas,

Tem demais para o tanto que como.

Quero mudar o sofá, 

Ele não me recebe.

Quero mudar minhas…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 21 junho 2017 às 21:58 — Sem comentários

DIARIO DE BORDO A BORDO - II

Terça-feira, XXIV / I

O estomago em pandareco. Domingo misturei cerveja com cachaça. Fiquei tri louco devo ter feito muita merda e ainda perdi a minha touca.É mole?

Aos poucos vou me recuperando dessa ressaca monstruosa e dos vacilos que cometi. Lembro-me vagamente ter bebido umas doses de cachaça fiado sentado na calçada conversando com Seu Cardozo. Não sei quem emprestou-me dinheiro. Ontem para minha agradável surpresa achei sete real debaixo do travesseiro. Primeiro…

Continuar

Adicionado por Raimundo Nonato Rodrigues em 21 junho 2017 às 19:26 — 1 Comentário

minha ausência

Venho dizer que a minha saúde se tem ressentido muito com as altas temperaturas do meu país especialmente onde vivo.  Nao estou em condições para elaborar meus poemas e vir aqui acompanhar todos os trabalhos  aqui expostos Estou a fazer exames pois há necessidade de regularizar o desconforto o mau estar ..que me têm provocado as altas temperaturas.Breve assim o desejo voltarei com a regularidade habitual  Até breve  Muito obrigada pela vossa compreensão bjos .

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 21 junho 2017 às 18:58 — 1 Comentário

Borboletas marrons

Eu repito você nessa noite…

Continuar

Adicionado por Marcia Portella em 21 junho 2017 às 18:30 — 7 Comentários

VELADA IBEROAMERICANA ENTRE POEMAS FLORES Y FLOLLAJES

INVITACIÓN

“Un proyecto creado desde el corazón, con mentes tranquilas, almas grandes y esperanzas nobles”

Martha Lucía Villegas Rodríguez

Directora Ejecutiva Fundación…

Continuar

Adicionado por gloria elena gutiérrez ortiz em 21 junho 2017 às 17:30 — 2 Comentários

PARA TU VIDA …MI VIDA (A mi padre ...entre prosa pausada) autor José Santiago

PARA TU VIDA ...MI VIDA

(A mi padre ...entre prosa pausada)

autor José Santiago…

Continuar

Adicionado por José Santiago em 21 junho 2017 às 5:54 — Sem comentários

MI PRINCESA DE CUENTOS (Soneto Alejandrino JS) autor José Santiago

MI PRINCESA DE CUENTOS  (Soneto Alejandrino JS) autor José Santiago…

Continuar

Adicionado por José Santiago em 21 junho 2017 às 5:44 — Sem comentários

DIARIO DE BORDO A BORDO

Sabado, XXl/I

   - Deu tudo certo até agora. Cheguei a pensar que daria tudo zebra. Mas no final como nos bons romances clássicos. Recebi e paguei todos os meus débitos, começando logo pelo meu bom  vizinho, o barbeiro Costa.Subi rumo a antiga ex-parada final. Troquei uma cédula de cem reais no comercio do filho do finado Helio comprando um caderno de capa dura amarela grande. Depois fui deixar dez reais para Dedé, o betoneira no Bar de Dona Odete numa quebrada do Residencial América…

Continuar

Adicionado por Raimundo Nonato Rodrigues em 20 junho 2017 às 20:12 — Sem comentários

Cordas invisíveis...

Cordas invisíveis

Na imensa mansidão,tão doce melodia...

Arrebatou-me ,enfim,ao perdido paraíso.

Estranhas cordas,de minh’alma,premiam.

Ah!Idílico sonho,quedei-me sem sentido!

Vibrando cordas,pois,tocar era preciso,

Resistia,torpe,à musica,sofrer não queria,

Na imensa mansidão,tão doce melodia...

Arrebatou-me,enfim,ao perdido paraíso !…

Continuar

Adicionado por Antonio Carlos Santos Rocha em 20 junho 2017 às 17:58 — Sem comentários

Carranca

Carranca

Quando,enfim,exibia o coração inocente,

Cravaram-me,deste punhal, a lamina fria !

Bebi,pois, do amargo fel,que não conhecia,

Hoje,oculto em repulsiva face de demente.

Minh’alma,convulsiona em dores e se debate,

Ah!Deixada,toda branca,mortificada,seminua.

Mostra as chagas exangues ao clarão da lua.

Raça inculta,minha carranca tem humanidade!

Pecadoras,em contrita reza,prodigioso…

Continuar

Adicionado por Antonio Carlos Santos Rocha em 20 junho 2017 às 17:50 — Sem comentários

Epílogo do glamour

Banqueteiam os vis vermes necrófagos

Adora a podridão, carne rançosa

Quedo a te perscrutar alma…

Continuar

Adicionado por Ilário Moreira em 20 junho 2017 às 17:31 — 3 Comentários

O Inverno

Adicionado por Vera Regina Cazaubon em 20 junho 2017 às 17:28 — 2 Comentários

BEIJANDO É UM ENCANTO

Essa mulher é gostosa…

Continuar

Adicionado por LUIZ GONZAGA BEZERRA em 20 junho 2017 às 17:03 — Sem comentários

LEVEZA

Adicionado por Nina Costa em 19 junho 2017 às 21:12 — 2 Comentários

EL BRINDIS UHE 2017

Soneto clásico

 

Yo brindo con…

Continuar

Adicionado por Rafael Mérida Cruz-Lascano em 19 junho 2017 às 19:53 — Sem comentários

Teiluj e Uemor

*** *** *** ***

A Lua do e_Namorado

*** * ***

De um modo…

Continuar

Adicionado por Zeca Feliz Avelar em 19 junho 2017 às 13:00 — 3 Comentários

NAMORADOS

Open in new window

NAMORADOS

Batem em meu rosto de repente

Muitas doces recordações

Você me olhando suavemente

Brilhavam em mim emoções.



Foi naquele mês de setembro

Que a vida sorriu para nós

Faz um tempinho mas me lembro

Do seu sorriso e de sua voz.



Seu rosto colado no meu

Seu hálito cheirando a flor

Éramos Marília e…
Continuar

Adicionado por Lucineide Sampaio em 19 junho 2017 às 3:13 — 1 Comentário

Arquivos mensais

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Membros

Aniversários

Aniversários de Hoje

Aniversários de Amanhã

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...