setembro 2016 Posts no Blog (209)

UM POUCO DE ROMANCE

Adicionado por João Ademar Ramires em 30 setembro 2016 às 21:54 — 1 Comentário

PARA NÃO SE FAZER ACEPÇÃO!.

Mote e glosa: Assis Coimbra(Engatinhante na arte da vida e do cordel

Eu sou a brisa refrescante do calor

Quando aurora trás outro amanhecer.

Eu sou a paz pra…

Continuar

Adicionado por Assis Coimbra em 30 setembro 2016 às 19:13 — 2 Comentários

Além das nevoas azuis - I e II

LIVRO - I                                                                   

                                                                             CAPITULO I

                                                                       Como tudo começou                                    

 

 

 

 

 

 

             Professora Angélica estava de pé, de costa para o balcão, ajeitando suas mercadorias na prateleira, quando Seu Dico.…

Continuar

Adicionado por Raimundo Nonato Rodrigues em 30 setembro 2016 às 17:56 — 2 Comentários

MEDIDA DO AMOR (soneto)

Não se tem saudade, sem ter lembrança

Não se tem amor, sem que se tenha dor

A separação é a pétala de uma rara flor

Que se desgarra do fado em sua dança



A nossa existência é um bafo de vapor

Na emoção tem renúncia e esperança

É nos riscos que nos faz perseverança

De um olhar, um sonhar, de um clamor



Não se deixa os trilhos de ser criança

Sem paixão, afeto, calor a se interpor

Pois, na vida sempre há semelhança



A distância… Continuar

Adicionado por Luciano Spagnol em 30 setembro 2016 às 17:08 — 2 Comentários

RETRATO

Como trigais em campos ermos

Que se chacoalham ao carinho

Da brisa que vem de mansinho

Chacoalham-se os seus cabelos

 

Na tez brilha tanta alvura

Que nem de sol precisa o dia

Para mostrar toda a alegria

De tão bela criatura

 

Sua essência peso pluma

Baila como um cardume

Com leveza e muito lume

Nem a tristeza desarruma

 

Causa até inveja à lua

Quando com beleza e graça

Toda…

Continuar

Adicionado por ANTONIO SERGIO NÉSPOLI em 30 setembro 2016 às 14:18 — 1 Comentário

Manhã radiosa

Manhã radiosa

 

Nesta bela manhã radiosa

Que contemplo deslumbrada

Vejo esvoaçar lindas aves rosa.

E olho as árvores de verdes matizadas

Que são maravilhosas esmeraldas

E com tudo isto fico maravilhada.

E vejo tanta gente apressada

Que fico a pensar se não darão por nada.

E olho os cães, os gatos os pombos, e as gaivotas

E imagino-me com todos de mãos dadas.

Mas também há tempo para fazer uma pausa

E…

Continuar

Adicionado por maria silvéria encarnação dos m em 30 setembro 2016 às 11:30 — 2 Comentários

SONETO CINZA

Então, matizei de cinza os meus passos

na secura do cerrado, todo empoeirado

me enroupei de gesto insano e calado

para dar cor aos sonhos tão escassos



No céu cinza, ressecado, me vi sentado

a rua silenciosa era só rotina e cansaços

num claustro cinza, tão cheios de traços

e todos irregulares, opaco e acinzentado



Tentei colorir a saudade, já sem espaços

aí, então em mim, o cinza ficou afogado

como se pudesse, eu haver mais… Continuar

Adicionado por Luciano Spagnol em 30 setembro 2016 às 11:28 — 1 Comentário

Todos os Caminhos

Todos os Caminhos

 …

Continuar

Adicionado por Alexandre Montalvan em 29 setembro 2016 às 23:21 — 2 Comentários

Mensageiro dos seus dias_Texto_Sidnei Piedade

              Sou o mensageiro dos seus dias o poeta e sonhador que te inspira, …

Continuar

Adicionado por Sidnei Piedade em 29 setembro 2016 às 18:00 — 3 Comentários

A vizinhança do madala Tsembissa



Às vezes os monstros secundavam a ira do madala, as horas se desmarcavam na sua angustia. O momento por ele vivido era de solidão profunda que não findava.

Pela madrugada vazia, pernoitava em seus anseios a procura duma vizinhança que se olhava distante, distante dos seus anseios, dos seus amplexos sugados pela…

Continuar

Adicionado por Jeconias Mocumbi em 29 setembro 2016 às 17:15 — 6 Comentários

¿Duda o Certeza?

Adicionado por LUIS ERNESTO CHACON DELGADO em 29 setembro 2016 às 14:26 — 2 Comentários

¡¡¡ BROTES DE AMOR Y ALMA !!!

 

 

 

¡¡¡ BROTES DE AMOR Y ALMA !!!

 …

Continuar

Adicionado por Críspulo Cortés Cortés em 29 setembro 2016 às 5:00 — 7 Comentários

Travessia

 

Entre o ir e vir no tempo

Trajetos visíveis ou obscuros

Apenas a lua com pálidos reflexos

 

Ilumina a travessia do caminho

 

Entre passado, presente e futuro…

Continuar

Adicionado por Vera Regina Cazaubon em 29 setembro 2016 às 1:52 — 3 Comentários

Ao completar 70 voltas em torno do sol.

Setenta anos já vivi, 

Plantei sementes de aurora,

Muitos frutos já colhí,

Filhos, netos e uma Senhora

Com ternura me sorri,

Sempre meiga e sedutora.

Plantei livros com carinho

E flores da liberdade.

Trilhei o justo…

Continuar

Adicionado por Manoel Dias da Fonsêca Neto em 28 setembro 2016 às 13:37 — 4 Comentários

¡¡¡ ROMANCE DE CRUZ Y LUNA !!!

¡¡¡ ROMANCE DE CRUZ Y LUNA !!!…

Continuar

Adicionado por Críspulo Cortés Cortés em 28 setembro 2016 às 4:30 — 7 Comentários

UM TIPO POPULAR

Adicionado por João Ademar Ramires em 28 setembro 2016 às 0:20 — 2 Comentários

ARTICULOS DE HUMBERTO EN EL BLOG LA IRA DE MORFEO DE CHILE

bre de 2016

ARTICULOS DE HUMBERTO PINEDO EN EL BLOG LA IRA DE MORFEO DE CHILE

Etiqueta: Humberto Pinedo…

Continuar

Adicionado por humberto pinedo mendoza em 27 setembro 2016 às 19:59 — 1 Comentário

Incertezas

Incertezas



Viver como quem sabe…

Continuar

Adicionado por Alexandre Montalvan em 27 setembro 2016 às 15:00 — 2 Comentários

Arquivos mensais

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

1999

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço