Mensagens de blog de destaque (1,888)

ERES MI POEMA

 

Amparito (1957) Mérida

Poema – Pentalogía.

-

-

Nuestro sentimiento no tiene frontera

nació en un momento, sencillamente.

.…

Continuar

Adicionado por Rafael Mérida Cruz-Lascano em 8 janeiro 2018 às 16:44 — 7 Comentários

Reversos

Adicionado por Arthur Jaak Wilfrid Bosmans em 17 janeiro 2016 às 17:12 — 3 Comentários

2018!

2018…

Continuar

Adicionado por Maria-José Chantal F. Dias em 29 dezembro 2017 às 22:57 — 9 Comentários

Qualquer semelhança

Adicionado por Arthur Jaak Wilfrid Bosmans em 23 janeiro 2016 às 15:34 — Sem comentários

Leva-me

Imagem-livita

moldura-livita

texto -livita…

Continuar

Adicionado por Livita Silva em 19 novembro 2017 às 0:00 — 9 Comentários

Recuerdos de Rafael Mérida Cruz-Lascano

. Rafael Mérida Cruz- 

Poema de Rafael mérida Cruz

formataçao Livita Silva…

Continuar

Adicionado por Livita Silva em 25 agosto 2017 às 11:00 — 10 Comentários

Bramidos...

Bramidos...…

Continuar

Adicionado por Sandra Galante em 13 julho 2017 às 9:27 — 14 Comentários

Conversando com Estrelas

No alpendre aqui de casa, onde o vergel arrasa, enredado em minha velha rede, numa tarde de fazer a sesta, lânguido, das pálpebras vislumbrei malemolente fresta. Ao levantar o meu olhar vi o amor pairar sob o ar do firmamento. As brancas nuvens formavam as estrelas com as quais me atrevi a conversar. À pincenê, e à Mandraque eis que ressurge o velho craque. Era Olavo a dialogar com Assis, que assim lhe diz: Um afortunado compositor de melodias populares que deseja desesperadamente escrever…

Continuar

Adicionado por João Batista de Campos em 8 maio 2017 às 18:30 — 12 Comentários

Verás

XXVII

 

Verás que me amaste, Amor, um dia

Quando em lúbrica Dor estremeceres,

Por já minhas lascivas mãos não teres

Para encendiar-te est' Alma fria.

 

Que nem sequer, ao menos, balbucia

Qual dantes um gemido para creres

Que de meu longo afago, os prazeres,

O alvo corpusc'lo teu não carecia.

 

Mas se te enredas já a outro sujeito,

Enquanto a Outra chamo de Rainha,

É que sei que esse não…

Continuar

Adicionado por Queiroz Filho em 4 março 2017 às 15:00 — 2 Comentários

Talvez



Talvez

De Té

Talvez que o destino chegue…

Continuar

Adicionado por Etelvina Gonçalves da Costa em 20 fevereiro 2017 às 20:30 — 3 Comentários

ESPINELA A LA NIÑA DORMIDA Autor José Santiago

Título: ESPINELA A LA NIÑA DORMIDA

Autor: José Santiago

(Obra protegida)

-Todos  los derechos reservados-

País: España…

Continuar

Adicionado por José Santiago em 21 fevereiro 2017 às 7:27 — 4 Comentários

SAUDADES...MATA MESMO

 

 

Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]

Que saudade sinto do meu sertão

Onde escutava os pássaros a cantar

Onde tinha fartura de arroz e de feijão

Onde era mais linda a luz do meu luar

Que saudades da velha porteira,

Do seu gemido e…

Continuar

Adicionado por Ary Bueno em 16 fevereiro 2017 às 14:40 — 4 Comentários

SONETO DA PAIXÃO

Há que bom seria, poder tocar-te

Enrolar as minhas mãos no carinho

Entrelaçar o meu olhar no teu linho

Das carícias, assim, então amar-te



Há se eu pudesse trilhar o caminho

Dos sonhos que te fazem à parte

Dos ardentes desejos, ó doce arte

Bebida no afago, em taça de vinho



Onde andas tu ó cálida paixão baluarte

Venha e da solidão arranque o espinho

No vitral do sentimento és estandarte



Te quero no peito, coração, no verde… Continuar

Adicionado por Luciano Spagnol em 16 fevereiro 2017 às 8:30 — 3 Comentários

Adicionado por Edison Ariel Montesdeoca em 16 fevereiro 2017 às 9:15 — 2 Comentários

Identidad

Adicionado por Edison Ariel Montesdeoca em 15 fevereiro 2017 às 9:32 — 3 Comentários

SONETO ABARROTADO

Cá estou neste um lhano afável poetar

No estribo da rima, "eu te amo", tramo

Porque nos meus versos eu te clamo

E na poesia és meu constante venerar



Não deixes o encantamento no escamo

Nem no peito a fascinação então secar

Grite aos ouvidos desejos atirados ao ar

Pois uma paixão não resiste ao reclamo



E neste soneto abarrotado a sublinhar

Então poderei lhe dizer: - eu te amo!

Sem que o silêncio nos faça ultimar



Vim aqui… Continuar

Adicionado por Luciano Spagnol em 11 fevereiro 2017 às 8:00 — 2 Comentários

O que é o amor, por favor?

O que é o amor, por favor?…

Continuar

Adicionado por SELDA MOREIRA KALIL em 9 fevereiro 2017 às 20:00 — 9 Comentários

Seguir Só

Aconselhas o caminho.

Dizes-me como fazer,

Mil razões apontas:

Proveitos imensos.

Sabedoria não falta

Contigo deverei seguir

Pela tua mão

Com o teu conselho

A tua experiência

Competência

Mas...

Seguir em trela?

Aconselhas o caminho.

Dizes-me como…

Continuar

Adicionado por Helder Gonçalves em 3 fevereiro 2017 às 15:52 — 2 Comentários

Entre pétalos

Pido al cielo tu desvelo

en esta noche de luna, 

bajo sábanas rojas, 

entre pétalos de rosas

el sopor de tu silencio

la excitación sobre nuestro lecho

tibia y…

Continuar

Adicionado por Micaela Gonzales em 31 outubro 2015 às 21:00 — 2 Comentários

Veias do UniVerso***

*** *** *** ***

Veias do Universo

*** * ***

A Nave dos Tempos aporta em u'a - para Nós - desconhecida Galáxia - dentre as milhões delas que ainda insabidas. Em seu interior, Seres…

Continuar

Adicionado por Zeca Feliz Avelar em 24 janeiro 2017 às 22:00 — 10 Comentários

Arquivos comprimidos mensais de destaque

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço