Blog de Luly Diniz (95)

Recolho as palavras de amor que citei

Recolho as palavras de amor que citei

Desconverso os desejos que a ti segredei

Num momento de debilidade... Carência!

Desfaço as juras de amor eterno...

Hoje há um grito de medo no meu interior,

Meu coração definha, meus braços sem forças

Desmaiam ao lado, sem vontade alguma…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 3 abril 2018 às 23:30 — 5 Comentários

QUE SÃO LÁGRIMAS??

QUE SÃO LÁGRIMAS???

São diamantes líquidos dados por Deus,

São cheias de silêncio, dor, e emoção....

Emoções que escorem pelo rosto suavizam a dor da perda

De um ente querido, desafoga a angústia, descongestiona

O peito, dá paz ao coração.

HÁ lágrimas que sequer…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 24 março 2018 às 22:30 — 4 Comentários

Na paz do teu abraço

NA PAZ DO TEU ABRAÇO

O dia nasceu sorrindo escancarado...

Cheio de cheiros... Brisa fresca... Cores...

Um típico dia de verão sem nuvens,

Com musicalidade no ar dado pela natureza.

Flores presenteando o dia com perfumes diversos

À ceder as abelhas seu néctar dourado e doce.

O frescor da manhã entra suave pela janela aberta

Junto com o cheiro do mar em ressaca, bocejo feliz.

Num movimento manhoso me viro de mansinho,

Vejo teu corpo…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 21 março 2018 às 15:30 — 4 Comentários

UM AMOR SEM PAR

UM AMOR SEM PAR....

 

Será que ainda há razão para escrever...

Será que o meu destino se foi no ontem,

No mesmo instante que me disseste adeus,

Será que meus sonhos se foram contigo?

 

Não sei se posso escrever sobre o amor

Que tive por ti, mas posso escrever sobre

O amor que recebo todos os dias

Do meu Pai celestial, um amor sem par.

 

Este amor eu posso escrever, ler e cantar...

É o maior amor do…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 27 julho 2017 às 16:33 — 4 Comentários

ANDO SONHANDO...

Adicionado por Luly Diniz em 17 fevereiro 2017 às 10:59 — 3 Comentários

DEIXA SER A TUA PEQUENA

Adicionado por Luly Diniz em 14 julho 2016 às 15:28 — 12 Comentários

DANDO UM TEMPO

Adicionado por Luly Diniz em 11 fevereiro 2016 às 7:49 — 3 Comentários

FALSA ALEGRIA

O cio de três dias

A fome de alegrias,

Os pierrôs de máscaras

As colombinas sem caras

Chove confetes e serpentinas

No fim do carnaval

Choram copiosas as meninas

Solfeja dor do amor carnal

Nove meses depois

Sem feijão e arroz

Chora o pequeno feto

Sem amor, sem teto

 

Luly Diniz.

31/01/16.…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 31 janeiro 2016 às 9:23 — 9 Comentários

DÚVIDAS JAMAIS...

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 31 janeiro 2016 às 9:20 — 7 Comentários

ASSIM...

Não fala...

Vamos ficar assim...

A nos sentir...

No silêncio de nós...

Assim... Um só coração,

E a canção da nossa respiração,

Das nossas almas se amando...

Assim... Juntinhos...

No sublime encanto da brisa a nos envolver.

Assim... Com o sol a nos olhar...

Assim... Sutilmente nos sentindo...

Quase a morrer de paixão...

Dá mais um tempo e me sente outra vez...

Assim... Meu corpo a afoguear o…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 27 janeiro 2016 às 1:22 — 10 Comentários

DANDO A VOLTA POR CIMA...

Adicionado por Luly Diniz em 26 janeiro 2016 às 12:53 — 8 Comentários

ALÉM DA PELE...

Adicionado por Luly Diniz em 21 janeiro 2016 às 15:48 — 5 Comentários

PRECISO ACREDITAR...

Adicionado por Luly Diniz em 19 janeiro 2016 às 21:49 — 8 Comentários

TUDO QUE QUERIA ERA SER FELIZ (in memoriam)

Adicionado por Luly Diniz em 14 janeiro 2016 às 13:54 — 5 Comentários

UM DIA QUEM SABE...

Adicionado por Luly Diniz em 9 janeiro 2016 às 23:12 — 4 Comentários

AO MEU AMOR (EXATAMENTE HOJE)

Adicionado por Luly Diniz em 23 julho 2015 às 10:01 — 4 Comentários

DIZ QUE ME AMA...

Adicionado por Luly Diniz em 23 setembro 2014 às 21:27 — 3 Comentários

E A MENINA VOLTOU A SONHAR...

Adicionado por Luly Diniz em 14 setembro 2014 às 19:56 — 4 Comentários

E A MENINA PAROU DE SONHAR...

E a menina que amava o mar

Contava as estrelas falava com a lua

Sentou a beira da cama e chorou...

Já não tinha mais sua janela para sonhar,

Só paredes e uma porta com tranca.

Depois do choro sentido que apertou seu

Coração sensível resolveu desenhar lindos

Céus com estrelas uma lua risonha e um pequeno

Lago em vez do mar.

Falava soluçando:_ O mar não cabe no papel...

Pregou seu desenho junto com luzes de…

Continuar

Adicionado por Luly Diniz em 12 setembro 2014 às 11:19 — 2 Comentários

O ESCRITOR.

Adicionado por Luly Diniz em 2 setembro 2014 às 15:24 — 2 Comentários

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Margarida*

 *Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço