Blog de MARCELO ALLGAYER (10)

Vive, viver

Viver, viver.../ Não mais que viver / e vêm os anos que se passam, / na rotina um pouco de desespero / aliviado pelo final da tarde: / a chama do céu em crepúsculo. / Viver... Ó doce viver... / Namorar para amar / nas longas estações / e, na primavera, doces recordações. /Amar para criar / pessoas em evoluções. / Viver, viver... / Ó doce viver...

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 15 maio 2018 às 21:19 — 3 Comentários

O desenho de papel

Desenhava feio
nos anos pueris.
Desenhava mais ou menos
nos anos da puberdade.
Agora meu desenho é adulto
por saber desenhar palavras,
por ter descoberto
que sou poeta.

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 20 março 2018 às 21:06 — 2 Comentários

Céu e terras

Nos recantos de terras mais que distantes

Os homens tecem seus momentos de lampejos

E regadas de sabores nos instantes

As mulheres gozam seus sabores com desejos.

São mundos das gentes obreiras e cativas

Que se desfazem em entregas conscientes

Vão como as nuvens rasteiras e cativas

Que se espalham nos espaços oniscientes.

As crianças fixam olhares puros e com ungidos

Brincando em quaisquer praças ou…

Continuar

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 4 fevereiro 2018 às 19:18 — 5 Comentários

Renascer

Vamos renascer neste Natal: Jesus é a passagem que nos eleva a Deus

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 23 dezembro 2017 às 1:02 — 2 Comentários

Desejo de paz

Um dia pensei sobre a fé; nela depositei todas as minhas esperanças; pensei sobre o carinho de Deus para com as pessoas; verifiquei na misericórdia divina o caminho para a salvação; um afago no coração; pensei, pensei e pensei no mundo de hoje; tanta mentira, tanta hipocrisia; mas cheguei àquela conclusão: Deus sabe o que faz!, que Ele queira os seres humanos em Paz!

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 9 setembro 2017 às 18:08 — 2 Comentários

Absorto

Absorto, absorto, absorto,

Sem inspiração,

Sem transpiração.

Estático, inerte,

Absorto, absorto, mas não morto.

Curioso estado hipnótico

Da fenda de meu olhar

E pouco carisma no andar:

Absorto, absorto, absorto.

.

Vivo sem querer marasmo,

Apesar do espasmo:

Andarilho errante

Pelo simples ficar;

Absorto, absorto, mas não morto!

Centrifugação, grande…

Continuar

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 11 agosto 2017 às 0:00 — Sem comentários

Ciclos vitais

 

Vida de ciclos fechados,

Mas aberta a novas concepções

As coisas mundanas instigam

E fazem dos fatos transformações,

E no mundo bombástico e globalizado

Homens, mulheres e crianças são reféns,

Gastando em informações os seus vinténs,

Percorrendo em um curto espaço de tempo

A busca do intangível

Do saber indivisível.

 

 

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 23 agosto 2016 às 19:58 — 2 Comentários

Vida misteriosa

A vida é misteriosa, creio eu,

Para mim e para meu semelhante:

Somos cavalheiros e damas errantes

No turbilhão do universo.

 

Vida é misteriosa também

Quando um gesto simples,

Um abraço apertado

Gera no ser, numa mente qualquer,

A noção de que qualquer vida pode ser bela

Mesmo que sofrida

Pelas feridas sentidas.

 

O amor parece ser o segredo do mundo...

Amor do Cristo pelo bom…

Continuar

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 25 junho 2016 às 20:34 — 2 Comentários

Quando o amor transforma

 

Quando digo que o amor transforma

é porque ele é a fórmula que sustenta os corações.

 

Quando digo que o amor transforma

é porque o milagre da vida fica mais bonito.

 

Quando digo que o amor transforma

é porque  nele caminhamos para os puros sentimentos.

 

Quando digo que o amor transforma

é porque ele não precisa ser complexo,

mas sustentado na simplicidade.

 

Quando digo que o amor…

Continuar

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 21 junho 2016 às 21:16 — 2 Comentários

Caminhos do poeta

A poesia é um caminho humano

Que revigora a alma

É o desencarnar do espírito

Em prosa e verso.

 

O poeta tece seu escrever

Amor, ira ou o transcendente;

Rotas sentimentais,

Vigorantes e essenciais.

 

No jogo escolhido desse caminhar

É vibrante o bem-estar

Penetrando a fundo

Chega o poeta a extasiar.

 

Luz de inspiração imaginativa

É ofuscada

Por vivência…

Continuar

Adicionado por MARCELO ALLGAYER em 19 junho 2016 às 14:51 — 2 Comentários

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço