Blog de Sueli Fajardo (172)

Fábula



A Rosa apareceu

no canteiro seco e mal cuidado

Como isso pôde acontecer?

Pensou o anjo triste.

Sentiu que o Céu havia

lhe dado um sinal

e respondeu:

Eu daria a minha eternidade

se pudesse tocá-la,

pois é o mais próximo

do Paraíso que chegarei.

Em segundos, tinha a Rosa

e o efêmero nas mãos...…

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 21 julho 2017 às 23:00 — 2 Comentários

Combustão

Adicionado por Sueli Fajardo em 14 julho 2017 às 17:42 — 4 Comentários

Olhos-Oceano

Adicionado por Sueli Fajardo em 9 julho 2017 às 20:29 — 2 Comentários

Raiz

Quase sempre subterrânea

absorve o sol e a lua

em diamantados estilos.

Embrionária,

gravita na sua eternidade.…

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 25 junho 2017 às 19:59 — 2 Comentários

Sensações

Adicionado por Sueli Fajardo em 18 junho 2017 às 21:30 — 5 Comentários

Agora

Abra seus olhos

para aquilo que pode doer,

queimar, sangrar,

te partir ao meio

e, ainda assim,

te deter levemente no ar.

Há…
Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 16 junho 2017 às 15:00 — 4 Comentários

Transmutação

Nota: a história que se segue não é totalmente uma ficção. Não para quem a experienciou...

Cheguei à hora marcada. Tudo muito quieto. Como assim? Tínhamos marcado. Porta e janelas trancadas. Bati. Ninguém veio me atender. Bati novamente. A porta se abriu. Entrei. Estava na cozinha. Tudo era silêncio. Um arrepio percorreu meu corpo.

Corredor. A luz diminuía a cada passo. Ao fundo do corredor, um quarto. A escuridão era, então, quase total. Estranho porque aquele ser, que…

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 10 junho 2017 às 16:00 — 3 Comentários

Em casa

 

                                                                    

      Noite. Não havia pessoa alguma na rua. Ela caminhava e a neblina, comum em…
Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 3 junho 2017 às 16:00 — 4 Comentários

Palavra

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 29 maio 2017 às 9:49 — 1 Comentário

Bordado

E esses sentidos que rolam

pintam e bordam

nas ramas da nossa ilusão?…

Imagem relacionada

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 14 janeiro 2017 às 15:00 — 9 Comentários

íntimo

Eu tremo quando sinto sua luz

alcançar o meu desconhecido interior

e me seduzir com o toque da noite

que margeia nossas almas, meu amor!



Entre o êxtase e a lassidão

numa gana, denso…
Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 10 janeiro 2017 às 18:39 — 6 Comentários

Desague

Desague assim,

em mim, suavemente

retrato da força íntima

dos desejos permanentes

Hei de me espraiar…

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 7 janeiro 2017 às 19:47 — 12 Comentários

Risco

Adicionado por Sueli Fajardo em 21 agosto 2016 às 20:55 — 2 Comentários

Blasé

Blasé

Olhe a rotina pregando peça
fazendo história já contada
tantas vezes repetida.
Bocejos e angústias dos dias sem graça.
Que graça tem a mesma rua, praça,
o mesmo olhar distante
rompido no instante que o ponteiro segue
a mesma hora de antes?
SueliFajardo

Adicionado por Sueli Fajardo em 24 maio 2016 às 13:00 — 4 Comentários

Estro

Estro

Dentro da sombra que vaga na parede fria

há também luz.

Veja!

Há uma luz que destoa todo o sentido

da sombra persistente,

que por opor-se a ela

humaniza-a, reanima-a

E lá vai ela a emanar presença

flutua, ensaia, voa feroz

e nunca nos deixa a sós.
SueliFajardo…
Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 24 maio 2016 às 13:00 — 2 Comentários

Apagamento

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 3 abril 2016 às 22:31 — 4 Comentários

Haikai

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 3 abril 2016 às 17:00 — 3 Comentários

Lamentação

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 3 abril 2016 às 16:00 — 4 Comentários

Particular

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 5 junho 2015 às 19:00 — 6 Comentários

Fluindo

Continuar

Adicionado por Sueli Fajardo em 2 junho 2015 às 21:40 — 9 Comentários

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...