Blog de Fernando José Corte Real Azevedo (83)

SE O AMANHÃ CHEGAR...

SE O AMANHÃ CHEGAR…

O tempo leva-me para onde quer que vá

Sou um viajante…aqui e em qualquer lugar

Nada em mim anda por aí ao Deus dará

Tenho ideias definidas e metas por alcançar.

Se a vida fosse apenas o chegar ou partir

E pelo meio ficassem as marcas de cada dia

Nós nunca teríamos motivos para sorrir

E um sonho seria o cais do desejo e fantasia.

A minha esperança está para além do trivial

Do lugar comum cantado em tom profano

E não…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 30 dezembro 2017 às 12:57 — 7 Comentários

Venha a Nós o Vosso Reino

Venha a Nós o Vosso Reino



Nos confins do azul que nos cobre como um manto

Para lá da última estrela que consegues avistar

Existe um reino e nele só alguns podem entrar…

Por ser aquele a que nós chamamos de lugar santo.

Nele há uma cidade cheia de coisas maravilhosas

Pois é morada de anjos e outros seres celestiais

As suas bases são todas feitas de ouro e cristais

E em todas as suas doze portas pérolas preciosas.

Ao centro um…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 24 dezembro 2017 às 22:05 — 2 Comentários

A Terceira Visão

                       A Terceira Visão

 

 

Não importa em que ponto fixamos o nosso olhar

Que impacto nos provoca um cheirinho a poesia

 Se apagamos estrelas que nasceram para brilhar

E frente ao espelho só vemos uma superfície vazia.

 

Só é triste trazer ao colo o nosso bicho de estimação

E não mexer um dedo para ajudar quem precisa

Somos quem somos…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 2 dezembro 2017 às 21:14 — 3 Comentários

RENASCER

                    RENASCER

A vida é um sonho...onde tudo me foi permitido

E como em todos os sonhos existe o despertar

Então aí...tudo o que fiz será pesado e medido

Até ser luz e fixar-me nos céus do teu olhar.

Que o verbo se entranha nas almas escolhidas

E vai correndo nas veias como um rio de poesia

E são os dons que distinguem as nossas vidas

Que antes de haver o sonho já Deus as conhecia.

E se das cinzas nascem…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 9 novembro 2017 às 8:12 — 2 Comentários

Tal e qual o Amor

O meu Amor, que não tem conta, peso e medida

Será sempre o sentimento que desejo partilhar

Que sem Amor pouco ou nada somos nesta vida

E tudo o mais existe para aprendermos a amar.

O Amor para ser compreendido tem de ser vivido

E para ser genuíno precisa de ser incondicional

E entre…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 15 janeiro 2017 às 11:54 — 4 Comentários

Um Santo e Feliz Natal para todos vós...

                         NATIVIDADE

 

 

Ainda me lembro…de quando ouvia a cotovia

De como a neve ia moldando…o cenário ideal

E eu criança…enchia com desejos e fantasia

As cartas que escrevia e enviava ao Pai Natal.

 

Noite feliz…tão cheia de encanto e de magia

Os doces na mesa e em todos a paz celestial

Que pela terra dos sonhos eu…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 22 dezembro 2016 às 11:42 — 3 Comentários

ESPERANÇA

                                ESPERANÇA

Foi um som distante o que me chamou a atenção

Neste dia com tons de cinza e alguns aguaceiros

Um concerto da natureza em perfeita comunhão

Com o desejo de deixar o tédio nos travesseiros.

Soalheira esta paisagem onde cresce a esperança

Que mesmo em dias tristes tem algo para dizer

Acredito…porque é preciso acreditar na bonança

Enfrentar a tempestade com vontade de vencer.

Vinham ao…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 8 dezembro 2016 às 3:35 — 1 Comentário

Mapa dos Sentidos

Estes são os meus versos preferidos

Fechei os olhos e sem imiscuir coisa alguma

Criei então o meu mapa dos sentidos

Depois fiz-me ao mar que a nau era só uma

E ia de mim para mares desconhecidos

Que o ser poeta é ser tudo e coisa nenhuma

E tudo ser apenas o vento de levante

Ou quiçá a luz de um astro cintilante.

Todos temos um norte na jornada

Um ponto de referência para nos guiar

Um estímulo aonde cai a alvorada

Uma pura vontade de…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 4 dezembro 2016 às 12:58 — 7 Comentários

O melhor de mim

Faz tempo que não te via...que não sabia de ti

Que nem escutava o silêncio que havia entre nós

As aves partiram e eu...apenas fiquei por aqui

A tropeçar nos sonhos que me falam de viva voz.

Vivo e cresço com a luz que existe ao meu redor

Vou atrás da vida...quero achar o melhor de mim

Sem hora nem lugar tenho fome do nosso Amor

E sou nuvem passageira a espreitar no teu jardim.

Por motivos que desconheço ainda acho…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 2 dezembro 2016 às 17:11 — 3 Comentários

Nunca te direi adeus

Na minha cama...passam sonhos e inquietações

Passam horas em que me debruço a pensar

O que seria do mundo...sem políticos ou ladrões

O que seria de mim sem te conhecer e amar?.

No coração...o tropel de cavalos soltos ao vento

Agito-me em cenários de profunda…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 16 outubro 2016 às 18:30 — 2 Comentários

Por Caminhos de Sol e Lua

            Por Caminhos de Sol e Lua

Haja alguma coisa que um dia nos mereça

O fervilhar do sangue em sentida comunhão

Com o romance que nos passa pela cabeça

Quando alguém confessa a mesma intenção

E por caminhos…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 23 agosto 2016 às 6:30 — 2 Comentários

INOX TIME

INOX TIME

 

Os sons despertos nas arribas do subconsciente

Sem vacilar vão galgando cada pedaço do beijo

E tu olhando o mar…pelo inox time do presente

Sentes que és uma ilha e que te move o…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 18 agosto 2016 às 6:01 — 6 Comentários

Rosas de Portugal

Rosas de Portugal

 

Por mais pequena que seja

Qualquer luz a sombra alcança

Quem ama também deseja

Ter no coração uma esperança.

 

Podias vir pela mesma estrada

E eu nem sequer te…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 1 agosto 2016 às 8:26 — 9 Comentários

Jasmim do Poeta

           Jasmim do Poeta

 

Jantar a dois e os toros a crepitar na lareira

Abrindo o coração…solta-se toda a verdade

Soube pelo teu sorriso que fui a vida inteira

Muito mais que uma…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 1 agosto 2016 às 6:31 — 2 Comentários

SEMENTE

Fazendo justiça a todos os que com a sua prestação

na Trívioletra SEMENTE tornaram possíveis estes

versos. Aqui faço o meu reparo com os meus mais

elementares pedidos de desculpa a todos pela omissão

da sua autoria nos tercetos que introduzi neste poema:

A…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 23 julho 2016 às 20:27 — 13 Comentários

DOMINGO

                                       DOMINGO

 

 

Desperto com o sol que me diz…coisas de insondável beleza

Enquanto o mundo dorme e sonha o que o sonho quer dizer

E por ser domingo existe em mim…uma certa aura de leveza

Descanso e paz…tempo de viver e ser canção do amanhecer.

 

 In memoriam…em que havia concertinas…missa e futebol

Horas de prazer…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 19 julho 2016 às 10:50 — 1 Comentário

Per si...

                          PER SI…

 

Ao largo…tudo me parecia tão distante

Até que um dia…o céu sorriu para mim

E a minha vida passou a ser…doravante

Uma história com princípio…meio e…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 9 julho 2016 às 12:00 — 2 Comentários

DE CORPO E ALMA

                         

Para as minhas queridas filhas...

Ana Patrícia Corte Real e Sónia Cristina Corte Real

                        DE CORPO E ALMA

 

 

Cerro em meu peito os mais nobres sentimentos

Em carta fechada muito daquilo que já escrevi

E quantas vezes me lembro de certos momentos

De ver escorrer das veias o que sou…o que…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 9 julho 2016 às 5:03 — 2 Comentários

VERSOS DE AMOR

 

 

 

VERSOS DE AMOR

 

Quando se ama…

Qualquer distância

Deixa saudade.

Mesmo escrevendo

Vai-se perdendo

Tanta verdade.

Quando se ama…

Há as…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 12 junho 2016 às 2:42 — 3 Comentários

Por Este Rio Acima

                    POR ESTE RIO ACIMA

 

Há um rio…um rio de extraordinária beleza

Um rio feito de vida…margens e afluentes

E nas suas águas transparentes…tu sentes

Que canta a canção mais linda da…

Continuar

Adicionado por Fernando José Corte Real Azevedo em 10 junho 2016 às 21:29 — 3 Comentários

Mauro M. Santos

Graça Campos

Carlos Saraiva

José Santiago

Lilian Reinhardt Art

De Luna Freire

Blogs-Sílvia Mota

Visitantes

Liv Traffic Stats

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço