Blog de Arlete Brasil Deretti Fernandes (216)

Em Algum Lugar do Passado. Postado em 03 de junho de 2018- por Arlete Deretti Fernandes

 

 

 Lágrimas abundantes deslizavam pela face da bela mulher.

Seu olhar perdia-se ao longe, na beleza do verde que rodeava o castelo. Em sua tela mental   projetava-se uma vida de sonhos e   um  amor  sem limites.      

Fios invisíveis continuariam a atá-los, agora  para a eternidade.

Fora ali, naquele mágico lugar, que viveram os momentos mais intensos e felizes.

 

Henrique  conhecera a cantora lírica italiana,  num espetáculo de dança e de…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 3 junho 2018 às 19:00 — 9 Comentários

A Lua - adicionada em 10 de maio de 2018 às 19.46, por Arlete Deretti Fernandes

Lua branca, apareceste linda, enfeitada de cores.

Calma deslizavas espelhando-te num regato da terra.

Por acaso já viste alguém que há muito procuras?

Que fazes tão no alto a iluminar o azul?

Sonhas? Dormes em meio às nuvens?

E quando acordas, te adornas de colares de estrelas?

Serás tu uma mulher, a linda dançarina de tango?

Lua faceira, segue tua tarefa, velha feiticeira.

Segue a cantar e girar? Não ficas tonta?

Corres em busca…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 10 maio 2018 às 20:14 — 4 Comentários

"" A Natureza"" Poema de Arlete Deretti Fernandes, postado em 15 de julho de 2017

                                           

 

          Os raios de sol acordaram-me ao penetrar docemente pela veneziana.

          As folhas verdes e o perfume do rosmaninho, trazidos pelo vento,

           Beijaram com suavidade meu rosto na linda e faceira manhã.

           A trepadeira de flores rosadas entrelaçou suas gavinhas na grade.

 

             A casa é como um castelo que nossa vida preencheu de histórias.

             Sou…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 7 maio 2018 às 23:30 — 3 Comentários

Horas Serenas.

 

 mudar.

 Os filhos já não têm pelos pais aquela atitude de antes. Parece que agora só os ouvem para fazer críticas, reclamar, apontar falhas.

 Já não brilha mais nos olhos deles aquela admiração da infância e isso é uma dor imensa para os pais.

 Por mais que disfarcem, todo pai e mãe percebe as mínimas faíscas no olho de um filho.

 É quando pais idosos, dizem para si mesmos: Que fiz eu? Por que o encanto acabou? Por que meu filho já não…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 2 maio 2018 às 22:30 — 8 Comentários

O valor de um sorriso - Postado por Arlete Deretti Fernandes - em 17-04-2018

Um sorriso sincero é um grande bem, é um presente. Um sorriso alegra pessoas e ambientes. Desfaz momentos de tristeza, transformando-os em pura alegria.

Um sorriso de criança transmite inocência e beleza, e não dá para ignorar tanta ternura.

Quando caminhamos pelas ruas observamos pessoas que parecem estar de mal com a vida, tal a fisionomia que deixam transparecer.

Mas, também passam pessoas com um sorriso simpático e alegre, que respondem ao nosso…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 18 abril 2018 às 19:01 — 4 Comentários

Tertúlia Poética número 1. Ed. 79 - 08-04- 2018 Arlete Deretti Fernandes 8. Aniversário do PEAPAZ.

Oito anos se entrelaçaram, a formar o "Símbolo do Infinito" , o símbolo infinito da Paz.

No meio e em volta surgiram flores coloridas e perfumadas, das nuances mais diversas.

Escritores e poetas deram-se as mãos na semeadura. Chegou o dia da grande festa.

As modestas violetas perfumosas, quase se escondiam. As buganvílias soltavam seus ramos de várias cores a enfeitar os pedacinhos do infinito.

Em 8 anos o tempo se desloca lentamente, juntando homens,…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 14 abril 2018 às 16:00 — 5 Comentários

O Tempo

As horas, sem dó nem piedade sobem e descem no ritmo de um furacão que arrasta o que encontra pelo caminho da vida.  Sobem nas muralhas mais altas e descem às profundidades abissais. Chocam-se às asas de borboletas das cores mais belas, que viveram segundos. Embranquecem cabelos. Mudam as estações do ano, com muita disciplina.

Sábios e filósofos tentaram decifrar o Tempo e muito raros…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 15 fevereiro 2018 às 23:30 — 4 Comentários

A Primavera sempre volta.

31/10/2017.

Os ciclos primaverís repetem-se, trazendo perfumes aos ambientes, jardins e matas.

O colorido se estende nas serras e montanhas, onde tons e nuances variadas, saídas das tintas da palheta de um grande artista, parecem alfombras em meio ao verde.

Em milhares de anos, a evolução fez com que fossem se aperfeiçoando todos os seres. A vida humana precisa de esforços conscientes para evoluir.

A Primavera oferece-nos Ipês de cores diversas, manacás, orquídeas, e…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 31 outubro 2017 às 23:00 — 6 Comentários

A Força da Poesia

                       A  FORÇA DA POESIA

 

         Sem ser essa  impecável artista,

         E sem possuir  tanto ouro,

         Burilei poemas de mar,  de

         lua cheia, de flores perfumadas…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 20 março 2017 às 12:00 — 8 Comentários

Feliz 2017- Reflexões.

Feliz Ano Novo- 2017

 

                                                         “Ao culminar este dia, somente devemos confiar em um futuro     melhor, em um amanhã mais digno da espécie humana; porém, esse amanhã terá de ser lavrado com…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 23 dezembro 2016 às 1:00 — 3 Comentários

Tertúlia Poética: DIA DAS MÃES

Não é apenas neste dia que…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 10 maio 2016 às 15:30 — 8 Comentários

Tertulia nº VII - Dia das Mães

Não é apenas neste dia que lembramos com muito amor da mulher tão amada que nos colocou no mundo.

Todos os dias eu me recordo de minha mãe e sou-lhe grata por toda a proteção que me deu e por todas as coisas que fez por mim.

 

Não há como não deslizarem lágrimas, quando a doce lembrança toca em nossos corações.

Toda a mãe traz em si a chama do amor e da valentia para viver e para enfrentar os embates da vida.

 

Minha mãe não está mais aqui …

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 10 maio 2016 às 15:00 — 8 Comentários

O LIMOEIRO

                                        

 

Este limoeiro já foi um delicado arbusto que nasceu espontâneo no canto do jardim.

Com as podas transformou-se numa…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 14 abril 2016 às 0:21 — 7 Comentários

Noite estrelada

 

 Quem não se encanta ao observar um céu límpido e  estrelado? Parecem diamantes crivados numa imensa tela.

Desde os primórdios de nossa civilização o ser humano estudou e encantou-se com a abóbada celeste, com a lua, as estrelas, os cometas, os planetas e as constelações.…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 13 abril 2016 às 23:26 — 3 Comentários

Eu, passarinho.

 

             Eu, passarinho.

 

Queria voar com um bando de pássaros,

Livres, soltos na imensidão, sentindo as

Nuvens como algodão doce colorido.

Rolar noutras…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 13 abril 2016 às 21:30 — 5 Comentários

Transformação

                         Transformação

Quando a crisálida se transforma,

Em lento processo surge a borboleta,

Que ao adquirir força nas asas, sai a…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 5 janeiro 2016 às 15:54 — 7 Comentários

Quimeras.

Em quimeras o mundo foi transformado!
Se embarco nas mesmas, sou enganado.
Se as descubro e sei dos engodos,
Sofro em silêncio, tudo foi programado!

Se abrir a boca, passo por tolo!
E, se a fechar, ocorre isto também.
É aí que a discrição me aconselha:
“Deixe que pensem o que lhes convém.”

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 3 janeiro 2016 às 23:35 — 3 Comentários

Meus Queridos Amigos.

 

 

                  Pensei sobre uma forma de desejar-lhes Boas Festas e um Ano Novo muito feliz. Concluí que não tem graça repetir isto todos os anos, porquê  não é só isto que desejo às pessoas a quem dedico meus melhores…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 1 janeiro 2016 às 1:22 — 6 Comentários

Desapego.

 

Como galhos que se despem no inverno,

        Pássaros emigram para distante,

  Águas do mar  se afastam na maré vazante,

 

        Para retornar com mais viço e beleza.

 

     É a lição do desapego, do sol que se doa,

     Da lua em suas fases, das quatro estações

             De uma Natureza perfeita,

 

             Que cumpre  ciclos perfeitos.

   

 O sangue  da árvore é a seiva que corre…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 16 novembro 2015 às 22:11 — 5 Comentários

Pingo, um amigo fiel

 

                   Como não amar um animalzinho tão dócil, amigo e companheiro?

                   Pingo foi o nome que achei mais parecido com ele. De porte pequeno, pelo curto  branco, salpicado de manchas pretas. Patas e cara com alguns traços avermelhados.

                    Estávamos numa cidade à beira mar, e fomos visitar uma amiga que por morar sozinha há muitos anos,…

Continuar

Adicionado por Arlete Brasil Deretti Fernandes em 9 novembro 2015 às 20:13 — 5 Comentários

Membros

Designers PEAPAZ

*Sílvia Mota*

*Margarida*

*Nara Pamplona

*Livita*

*Imelda*

*Toninho*

Poema ao acaso...

Visitantes

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço