Blog de Neuza de Brito Carneiro (11)

Sucessão

O tempo passa inexorável

Arrastando tudo que está em seu caminho.

O trabalho consome,

O cansaço reclama,

A solidão dói,

A obrigação fustiga,

A rotina geme,

Mas amanhã e outro dia!

          (Julho/1993)

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 5 julho 2017 às 22:45 — 2 Comentários

Mudanças

Quero mudanças em minha vida.

Que tipos de mudanças?

Não sei ... são tantas ...

Não. Sei. 

Quero mudar a porta da frente,

Ela é estreita.

Quero mudar o telhado,

Ele é feio.

Quero mudar os móveis, 

Estão bichados.

Quero mudar a cozinha,

Está inóspita.

Quero jogar fora um montão de panelas,

Tem demais para o tanto que como.

Quero mudar o sofá, 

Ele não me recebe.

Quero mudar minhas…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 21 junho 2017 às 21:58 — 1 Comentário

Sou eu, apenas ...

Minha alma andeja

Não deixa de voar

Nas asas da música

Que vai passando.

Ela me leva ao topo dos sonhos,

Coloca suas asas em meus ombros,

Faz-me andar por lugares

Ou que nunca fui antes,

Ou pelos quais tanto andei,

Que fazem parte de mim,

Despertando saudades.

São lágrimas e sorrisos que se misturam

Fundindo as alturas nos abismos.

Sou borboleta, sou pérola,

Sou etérea, sou…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 16 maio 2017 às 20:33 — 1 Comentário

Hoje é meu dia!

Eu sou fã do Hoje.

Hoje - é meu dia.

Acordei e vi que era hoje

Mais uma vez.

Alegrei-me! 

Vamos trabalhar,

Realizar o que sonhei.

Sou ativista

Nem sei de quê.

Mas não paro

E não me canso.

Sou imediatista renitente.

Algo não deu certo?

Faço de novo

E de novo faço.

Se hoje é hoje,

Então eu tenho tempo

E faço o que me apraz.

Obstáculos me incomodam

Mas não me…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 9 maio 2017 às 20:25 — 1 Comentário

Robotizados

Um perpassar de dias insossos,

Apesar da intensa correria,

Pois há sempre muito a fazer

Em cumprimento de obrigações

Passageiras, cansativas e inadiáveis.

Eis o que é viver o cotidiano

Neste século da velocidade.

Muita canseira, muita agitação,

Muitas emergências,

Pouca satisfação.

E a família, como vai?

Nossos encontros eletrônicos dizem:

Vai tudo bem!

As redes sociais nos amparam.

Fomos…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 25 abril 2017 às 21:41 — 2 Comentários

Amazônia

Amazônia,

Linda! Esplêndida Amazônia!

Florestas imponentes,

Várzeas, igapós, biodiversidade

De uma mãe generosa.

Fauna, flora, clima,

E características peculiares

De uma floresta tropical.

Profusão de rios impressionam.

Lá, Todas as raças se encontram.

Mas, justamente por isso, 

Encontra-se também teu desequilíbrio.

Interesses diversos,

Ganâncias inconsequentes

Ameaçam-te.

Que…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 11 abril 2017 às 23:32 — 5 Comentários

Nenê

Um chorinho de criança anuncia ao mundo:

Cheguei, mundo velho!

Vim nu do infinito,

Vim do nada, vim do amor.

Nem mais sei o que fazia,

Sei apenas que estou aqui

Com olhinhos assustados

Precisando de amor.

Minhas mãozinhas se…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 4 abril 2017 às 19:30 — 4 Comentários

Mil Mundos ou Mundo de Mil Caras

Por acaso existe palavra

Mais  complexa, mais rica,

Mais polissêmica, mais misteriosa

Mais instigante, mais fascinante,

Mais travestida, mais utilizada,

Mais penalizada, mais acolhida

E ao mesmo tempo mais rechaçada

Que a palavra mundo?

Mundo ... mundo ... insondável mundo.

Que segredo tu escondes?

Mundo ... mundo ... multifacetado mundo.

Quantas caras tens tu? Mil ou uma só?

O mundo é um só se apenas for…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 28 março 2017 às 23:02 — 1 Comentário

Água

Água ... linda!

Cheia de atributos indizíveis.

Sem cheiro, sem cor,

Sem formas circunstanciais.

Mansa, tranquila,

Correndo num leito

Ou contida num copo.

Avassaladora, indomável

No furor das tempestades.

Incontestavelmente viva,

Outorga vida e a mantém.

Sem voz, sem olhos

Desnecessários,

Onde não encontrá-la?

Estranhamente solitária

É companheira que alegra,

Cura, conforta,…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 22 março 2017 às 12:04 — 7 Comentários

O melhor presente

O melhor do que se pode dar ou receber

Está dentro de cada um.

Paz, amor, alegria, solidariedade,

Forças para vencer dificuldades

(Que não são poucas)

E coisas semelhantes,

Somente dá quem as tem.

Dar e receber.

Mãos dadivosas, coração aberto,

Benevolência! Eis aí o melhor presente

Para um mundo melhor.

Abracemo-nos, pois,

Na eterna esperança de que amanhã

Será bem melhor do que hoje,

Porque…

Continuar

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 15 março 2017 às 22:14 — 4 Comentários

Surpresa

Sílvia, estava a arrumar meus caderno de recortes e percebi que tenho coisas suas desde quando eu não a conhecia nem sabia que você tinha este site. Foi uma descoberta agradável. E, bem. até que enfim consegui entrar novamente após muitas e muitas tentativas frustradas. Sinto-me bem-vinda.

Adicionado por Neuza de Brito Carneiro em 30 outubro 2016 às 22:30 — 4 Comentários

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...