Poetas do amor

                              Ao som da viola escutam-se serenatas
                                Semeiam ilusões para o seus amores
                         Caiem estrelas brilhantes em chuva de prata
                                que iluminam o trilho dos trovadores

 

                         Em graça e louvor se distinguem os cantares
                                Dedilhando as violas com veneração
                            Arautos das estradas cantam serenatas
                           seus cantos se elevam em grande emoção
                             
                               E as cordas trinam e o som as encoraja
                                     Poemas acertam nas melodias
                                Marcando o rasto da chuva de prata
                                Companheiras da vida de sonhadores

 

                           
                            Há queixumes na aragem que bem os sinto
                             Em compasso ungido de lágrimas de amor
                               Quando  seu canto é seu triste brado
                        Seus amores perdidos ,suas histórias de amor
                               De Té Etelvina Gonçalves da Costa
                                                  14-03-2017

 

 

Exibições: 32

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 16 abril 2017 às 8:38

Valores de nossos olhos que se enaltecem com essa verdadeira magia de poesia, maravilha

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 15 abril 2017 às 18:54

Muito obrigada Silvia sua apreciação me honra Um beijo 

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 15 abril 2017 às 16:32

Bela participação!

Parabéns, querida Etelvina, pela criatividade aqui exposta!

Beijosssssssssssssss

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 14 abril 2017 às 18:23

 obrigada por gostar .. os meus gratos agradecimentos..  mas a musica não me agradou e tirei substitui por uma mais adequada da época medieval. esta fica melhor. 

Um abraço 

Comentário de JOSÉ CARLOS RIBEIRO em 14 abril 2017 às 17:49

Um poema lindo onde ele nos leva a exuberância dos mais lindos sentidos do amor

Fotos

Carregando...
  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Poema ao acaso...

PLATAFORMA LATTES

É possível registrar, para efeitos acadêmicos, os textos publicados no Portal PEAPAZ. Quando se realiza o login na Plataforma Lattes, do lado direito da tela aparece uma janela com a pergunta: "O que você quer registrar?" com a listagem dos tipos de publicações a serem registradas. Entre essas, consta: "Redes Sociais, Websites, Blogs", onde o autor deverá clicar. A partir daí abrirá uma janela, na qual se realizará o registro. É necessário preencher todos os espaços.

Badge

Carregando...
*