A você que um dia carregou em seu ventre.

A você que um dia embalou em seu doce rincão.

A você que um dia segurou aquela mão.

A você que um dia ensinou o tesouro da boa ação.

A você que um dia os viu partir, partindo seu coração.

A você que atravessou rios, tormentas e até vulcão.

A você que caminhou pela treva da dor, porém não é escuridão.

A você, que em essência, ultrapassou só, mas jamais será solidão.

A você que, em silêncio, foi consciência: somente perdão.

A você, que em serenidade, soube receber/doar apenas bênçãos.

A você que, mais uma vez, foi o exemplo de Vida aos irmãos.

Dor avassaladora abre portas internas, e o pincel de luz transforma.

Do mundo e para o sentido da vida, aprofunda a visão.

Novo patamar de energia nina uma sublime canção:

“No antigo da reino da Potência,

Coexistiam todas as possibilidades e em harmonia o mais além.

Caldo. Sincício. Aquilo que dá vida e nutre. O início.

Sinciciotrofoblasto: Embrião. Multiplicação sadia. Ordem”.

O Estar na Vida, pedirá muito pouco.

Requer o que Voce é: Sensibilidade, Amor e Arte.

Mares bravios não afundam navios, se não houver uma fresta.

Grata consciência tranquila. Aceitação, parte a parte.

Dignidade. Esperança. Concórdia.

E a quem muito erra: Misericórdia.

Na terra e no céu do coração, aprendizados às recém crianças.

Ciclos. Expansão, contração. Ora embaixo, ora em cima.

Tudo possui limite. Que nada a limite.

Tao. Multidimensionalmente circula a energia.

A Vida é Amor. Mesmo na dor, ela não pune.

Ela é Mãe da Sabedoria. Sempre nos corrige e nos ensina.

O Amor? Elo a interligar: Fases. Etapas. Andanças.

Sei que Você conhece isto tudo,

Contudo, reafirmo sob a Luz da Verdade!

Que seu reinício, seja quietude de alma, em um bem fazer.

Deus, mais uma vez, ampare a sua vida e o seu bem viver!

E rogo às Mães da Misericórdia,

mulheres que ao Amor-Doação se consagraram:

Humildade, Fé, Coragem! Altruísmo em seu dia-a-dia.

Esta poesia ensolarada, nascida no calor de um novo Amanhecer,

Com muito carinho e respeito, MIL, dedico a Você!

 

Exibições: 47

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Vera Regina Cazaubon em 7 maio 2017 às 22:45

Estou extasiada diante da sintonia de tua chama interior interligando o Macro e o Microcosmo e extraindo de cada universo sua sutil essência governada pelo  Criador. Te considera abençoada por teu Mestre Interior. Namastê

Comentário de Marcia Cristina B. N. Varricchio em 7 maio 2017 às 17:29

Queridos Amigos, agradeço tudo, tudo, tudo.

Mas tudo será para ela...

Desculpem. Não consigo falar...

Bjsss

Comentário de Elías Antonio Almada em 7 maio 2017 às 15:52

Comentário de Janete Francisco Sales Yoshinaga em 7 maio 2017 às 14:12

Também fiquei emocionada querida amiga Marcia Varricchio!

E como é lindo este poema, uma homenagem maravilhosa.

Um primor. Parabéns a você e a querida MIl

Beijos em seus corações tão amados

Comentário de MARGARIDA MARIA MADRUGA em 7 maio 2017 às 13:31

Lindíssima mensagem de homenagem. Maravilhosa poesia.

Comentário de Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ Sílvia Mota Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ em 7 maio 2017 às 12:59

Querida amiga, poeta e escritora Marcia Varricchio,

Incrível, o que me aconteceu neste momento! Somente ao final, li o nome da homenageada, mas, desde o início da leitura, meu pensamento conectou-se à vida da nossa querida MIL. Almas em sintonia... Belíssimo poema, repleto de emoções transcendentais!

Parabéns às poetas!

Beijossssssssss

Comentário de Marcia Cristina B. N. Varricchio em 7 maio 2017 às 10:24

Doce Poeta Janete Sales, por gentileza, poderia inserir o vídeo de Andança com Beth Carvalho? Gratidão!

O que a MIL escreveu me emocionou muito...Beijos.

Membros

Poema ao acaso...

Portal para 38 Blogs-Sílvia Mota

Badge

Carregando...