.

Un gran amor nunca llega a su fin.

Se recoge, no muere, está guardado

en el fondo del alma, con cuidado,

sin espacio ni tiempo, siempre en mí.

.

En esta añoranza tengo libertad

para vivir nuestros momentos.

Desmenuzar los minutos al azar,

saborear cada uno de tus besos.

.

-Intensidad de brillo tan inmensa

que hace al amor vivir sin razón.

No es solo cuestión del corazón...

Endulza el alma su fuerza intensa-.

.

No me olvido de ti ni un instante...

Sé que para siempre te voy a amar.

Aunque no sea la mujer que soñaste,

serás mi marido toda la eternidad.

.

Nieves María Merino Guerra

Canarias - España

29-06-2015

Exibições: 232

Comentar

Você precisa ser um membro de Poetas e Escritores do Amor e da Paz para adicionar comentários!

Entrar em Poetas e Escritores do Amor e da Paz

Comentário de Nieves Merino Guerra em 27 março 2018 às 19:31

Comentário de Nieves Merino Guerra em 3 julho 2017 às 22:58

Comentário de Nieves Merino Guerra em 6 junho 2017 às 13:27

Comentário de Nieves Merino Guerra em 6 junho 2017 às 13:06

Muitissimo obrigada, querida Maria Lucia, de novo.

 Beijos

Comentário de Maria Lucia em 6 junho 2017 às 11:42

Belíssimo. Tocante.

Parabéns !

Comentário de Nieves Merino Guerra em 6 junho 2017 às 9:42

Amigos, poetas admirados e tão queridos, uma grande surpresa ler tantos e tão belos comentários...

Não sei o que dizer, só obrigada, obrigado. 

Muchisimas gracias de todo corazón.

Iván, Paolo, Maria Lucia, Joãqo, Suely, Etelvina...

 Minha gratidão e reverencias a todos vocès.

 São demais...

 Beijos grandes

 Benditos sejam.

Comentário de Etelvina Gonçalves da Costa em 5 junho 2017 às 3:27

amor é eterno o verdadeiro aquele que permite todos os sacrifícios que doi que se entrega sem nada pedir pela ingratidão do ser amado aquele amor que deixa a saudade eterna quando fica sozinho com a dor amor é  sobrevivente.mas também se morre de amor..destroçado desesperado. lindo poema poetisa  beijos

Comentário de Jbcampos em 4 junho 2017 às 22:29

Parabéns, Nieves, realmente o verdadeiro amor é eterno! O amor liberta! Abraços do jb.

Comentário de Sueli Fajardo em 4 junho 2017 às 21:10

De fato, um grande amor sobrevive a todas as adversidades, ao tempo, até mesmo à morte. Belo poema, Neives! Beijos.

Comentário de Maria Lucia em 4 junho 2017 às 15:19

Grandíssimo e belo poema, Nieves Maria !
Abraços

© 2019   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço